Akira: confira a lista de cidades que vão exibir o filme

Por Nielsen Souza em

Divulgação. © Katsuhiro Otomo / Kodansha

A distribuidora Sato Company em conjunto com a rede de cinemas Cinemark divulgou a lista de cidades onde estará em cartaz a versão remasterizada do filme Akira, que estreia no dia 6 de setembro. A exibição única acontece às 20h40 com cópias somente legendadas. Assista ao trailer abaixo:

Confira a lista com as cidades que vão exibir a sessão especial:

  • Aracaju (Shopping Jardins)
  • Belo Horizonte (Patio Savassi)
  • Brasília (Pier 21)
  • Campinas (Campinas Iguatemi)
  • Campo Grande (Shopping Campo Grande)
  • Cuiabá (Goiabeiras Shopping)
  • Curitiba (ParkShopping Barigui)
  • Natal (Midway Mall Natal)
  • Niterói (Plaza Shopping Niteroi)
  • Porto Alegre (Barra Shopping Sul)
  • Recife (Riomar Recife)
  • Rio de Janeiro (Botafogo e Downtown)
  • Salvador (Salvador Shopping)
  • Santo André (Atrium Shopping)
  • São Caetano (Park Shopping Sao Caetano)
  • São Paulo (Eldorado, Metro Santa Cruz e Metro Tatuape)
  • Vitória (Shopping Vitória)


Os ingressos já podem ser adquiridos através do site www.ingresso.com. Vale lembrar que o mangá de Akira é publicado no Brasil pela editora JBC.

Comentários
  • Como eu imaginava. Prefiro ver na Netflix mesmo.

  • Gustavo

    Apenas com legendas? dispenso…

    • Eduardo Jose de Andrade

      E tem 3 dublagens BRs desse filme.

  • Delton Alves de Carvalho

    Pow quem mora no interior sempre fica de fora kkkk

  • doko

    uau, que trailer!

  • Just_an_Asian_guy

    Nunca entendi quem reclama de legendado e clama pelo dublado. Toda transcrição perde parte do conteúdo original, ainda mais se existir uma disparidade linguística e cultural como entre o japonês e o português. Eu entendo o dublado como uma alternativa para quem tem dificuldade com leitura, mas se a pessoa tem plena capacidade de ler, é melhor ela ver legendado. O produto tem uma entrega muito mais parecida com o material original se for legendado, ao invés de dublado que tende a sofrer com localização, censura, dentre outras coisas.

    • SparkTFS

      É que tem todo um sentimento em assistir algo em seu idioma, dá até uma sensação de valorização. Também tem o caso dos animes que se consagraram no país justamente através de suas versões dubladas (como CdZ, Dragon Ball e Yu-Gi-Oh!), que ao menos no caso das versões nacionais, são de qualidade e as vozes deixam uma “marca” em você, além de que no legendado, mesmo que você seja bom com leitura ainda acaba perdendo detalhes da imagem.

      Em relação à adaptações linguísticas e culturais, não sou muito fã daquelas que distorcem muito o material original a ponto de se tornar algo praticamente irreconhecível (como é meio que o caso de Yu-Gi-Oh!, apesar de nesse caso não ser culpa da versão brasileira, e sim da 4Kids), mas em casos como One Punch Man, não vejo problema. Eles deram um toque todo especial à nossa versão, adicionando gírias e termos do nosso idioma, mas mantendo o núcleo preservado. Foi uma dublagem feita pensando no público brasileiro, e justamente por ser um anime com certo foco na comédia, acredito que as mudanças foram pra melhor, digamos que uma espécie de fanservice.

      Entendo a questão de que se perde algumas coisas nas adaptações, mas ainda é bem satisfatório ver uma coisa no seu idioma, com interpretação e adaptação bem feitas, às vezes com vozes familiares (ou mesmo que não sejam, que acabam marcando mesmo assim por se encaixar bem no personagem), além da óbvia questão de acessibilidade, que assistindo dublado (especialmente dessas bem feitas e adaptadas), as chances de interessar outras pessoas que não são do “meio” são maiores.

      Basicamente o que eu quero dizer (apesar de não ter certeza se ficou muito claro) é que se a dublagem e suas adaptações forem bem feitas e não distorcerem a mensagem do original, pra mim já está ótimo,
      mas apesar da minha preferência pelo dublado, ainda posso assistir legendado em último caso, porém pra animes como CdZ, Dragon Ball, Digimon, e talvez mais alguns outros, a menos que a ansiedade pra assistir seja muito grande, prefiro esperar pelo dublado, com abertura em pt-br e tudo que tiver direito (e mesmo que assista legendado, depois vou querer re assistir dublado com a mesma empolgação)!

      • Just_an_Asian_guy

        Ficou bem claro, fica sussa. Bem, pelo que entendi é mais uma questão de se aproximar de algo familiar do que acreditar que o material dublado vai passar algo igual ou até melhor que o material original.
        Se a intenção é essa, então ta okay. Sempre vi esses materiais para me aproximar ao máximo do que quer ser passado, mas como a intenção dos que consomem dublado é diferente, então ta tranquilo. Explicasse tão direitinho que até to torcendo pra que vocês consigam o material que querem kkkkk

      • Eu senti isso assistindo 009-1 recentemente.
        A versão original é boa, mas a ideia de ver o resultado da dublagem pareceu ser muito tentador, e no final das contas, acabei vendo as duas versões ao mesmo tempo, comparando com a legenda feita para ver o que mudaram no script.

  • Belém Do Para nunca vem esses filmes…

    • Léwow

      nao tem cinemark em belem, só moviecom e cinépolis…

  • Léwow

    NÃO TEM CINEMARK EM BELÉM :((((((((((((((((((( SÓ MOVIECOM E CINÉPOLIS QUE RAIVA

  • Eduardo Oliveira

    Explica um pouco talvez o fato do filme ter ficado de fora do catalogo da Netflix por um tempo e voltado a algumas semanas atrás, usaram desse artificio como uma especie de “esquenta” pra esse circuito de exibição que o filme terá pelo Brasil.

  • Fernando Moura

    sem dublagem é crueldade