Back Street Grils: Gokudolls já disponível na Netflix

Por Matheus Chami em

J. C. Staff / Divulgação

Chegou hoje (12) ao catálogo da Netflix um dos animes mais curiosos e pitorescos da lista de lançamentos para dezembro. Estou falando nada mais, nada menos de Back Street Girls: Gokudolls que ganhou sua versão em português pela Vox Mundi e seguiu uma linha de adaptação próxima de One Punch Man com um humor ácido e irreverente.

Na trama, três mafiosos da Yakuza, Kentaro, Ryo e Kazu tentando se adaptar a sua nova vida como idols de sucesso e não perder sua masculinidade no meio do caminho.

A 1ª temporada do anime possuí 10 episódios e está disponível tanto em português quando com legendas e seu áudio original. E para os fãs que gostam de ver aberturas e encerramentos em nosso idioma ou ao menos sendo cantado por alguém daqui, estejam preparados para algumas surpresas.

Comentários
  • Tales

    oq a abertura é br ?

    • Caio Breno

      Os dubladores brasileiros cantando em japonês algumas músicas.

  • Caio Martins

    netflix so da valor pra viadagem agora q transformar cdz em uma serie feminista. ja to cheio disso.

    • Mahō no

      kkkkkkkkkkk Meu deus que doente

    • Tadokato

      Não foi isso que eles quiseram fazer. Eles queriam trazer mais representatividade, já que por causa da época, não era tão comum mulheres como protagonista, salvando o mundo ao lado de homens. E pra alcançar mais pessoas (ainda mais homens). Eles só usaram um personagem considerado por alguns como “afeminado” e transformou em uma mulher. E deram uma desculpa esfarrapada.
      Mas você está usando a palavra “feminista” de forma errada, como se fosse algo horrivel.

      • Caio Martins

        NAO ACEITO O NOME DO SHUN É SHUN E O NOME DA SAORI E SAORI E NADA NEM NINGUEM VAI MUDA O NOME DELES PRA SHAUN E SIENNA. VOCE NAO PASSA DE UMA CRIANÇA QUE NUNCA VIU CDZ NA SUA VIDA. NAO ENTENDE NADA.

        • Como se teu comentário recheado de caps lock fosse de um entendor supimpa de Saint Seiya.

        • Tadokato

          Carvalho, né que você acertou mesmo, nunca vi, nem pretendo, mas pelo menos tenho uma noção do que realmente significa o feminismo, e não fico usando ele de uma maneira totalmente diferente a correta.
          E não, eu também, apesar de nunca ter visto, nem planejar ver, achei ridículo a troca de genero, do Shun e as trocas de nomes de pra Shaun e Sienna, e achei a desculpa ainda pior.

        • Naka

          Eu acho que a criança aqui é você querida

    • Eduardo Jose de Andrade

      Nada a ver, o anime em si é uma as branquelas versao japa, cdz e outros 500, culpa do produtor querendo ser “progressista” e ate irritou os fãs de esquerda de cdz kkkkkk

    • Lucky One

      Cara, você só sabe reclamar, tem q ter mt paciência para ler seus comentários

    • Você tá viajando legal… deve até estar achando que vão botar o Pabllo Vittar no elenco do anime.

    • King César

      Eu até poderia concordar contigo, mas ai seria duas pessoas falando merda

  • Infelizmente mesmo com essas dublagens boas recentes a Netflix ainda não quebrou a cara e continua mandando coisas para estúdios meia-boca. Aí fica difícil apoiar.

    • SaintARMOR

      cof-cof-Curitiba-cof-cof

  • Léwow

    Anime bom pena q termina com final em aberto e na real o último episódio nem parece q e o último tanto é q eu fiquei esperando sair o próximo e não saiu quando vi já tinha acabado KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

  • Léwow

    CARAI ABEETURA DUBLADA??? É SERIO MESMO????

  • Eggberto

    A dublagem desse anime está de altíssimo nível! Acabei de assistir 3 episódios e meus parabéns aos envolvidos, ficou excelente, tanto as atuações quanto as adaptações de texto e da pra rir bastante. Sei que nem todo mundo curte esse tipo de humor cheio de palavrão e situações de vergonha alheia, mas eu gostei.