Boruto: qual seria o maior problema do anime?

Por Eder Rodrigues em

Shueisha / Divulgação

Todos nós, estamos carecas de saber, o quanto Naruto, obra criada por Masashi Kishimoto, marcou uma geração, com uma história interessante sobre ninjas (porém, com grandes falhas, mas isso fica para uma próxima oportunidade para debatermos sobre isso), suas consequências,  as construções bem plausíveis e palpáveis dos personagens, e lutas bem coreografadas, em um mundo de ficção.

Kishimoto finalizou o mangá de Naruto em 2014, mas somente em março de 2017, que o anime foi finalizado, pelo estúdio Pierrot. Porém, na época, perto da finalização do anime de Naruto, foi anunciado uma animação para Boruto, que acompanha uma nova geração de ninjas, filhos dos personagens mais importantes do universo de Naruto, focado no filho do protagonista, com a Hinata, também animada pelo estúdio Pierrot. E isso, meus caros leitores, foi um grande erro, na minha opinião.

Antes de falar mais a respeito, vamos falar sobre o personagem e suas aparições. Boruto, nos foi apresentado, primeiramente, na cena pós-créditos do filme  The Last-Naruto o filme, lançado nos cinemas japoneses, em dezembro de 2014 e em maio de 2015 no Brasil, onde mostra, pela primeira vez, a próxima geração dos shinobis (ninjas), em particular Boruto Uzumaki (filho de Naruto com a Hinata) e Sarada Uchiha (filha de Sasuke com Sakura). Porém, foi no filme Boruto: Naruto the Movie, lançado em agosto de 2015 no Japão, que Boruto realmente teve seu destaque, onde basicamente, é o protagonista.

Pois bem, até aí não tem problema nenhum. O problema é que, como havia falado, Boruto recebeu uma “adaptação” para anime (eu coloquei adaptação entre aspas, pois tecnicamente falando, é uma obra original, apesar de ter um mangá de Boruto, publicado na  Weekly Shonen Jump, desde maio de 2016, porém, até o momento, as histórias estão indo por caminhos diferentes), feita também pelo grande estúdio Pierrot (só que não), em abril de 2017.

Mas aí você vai perguntar, “Mas qual é o problema de Boruto receber um anime, até agora você não explicou?” Bom, jovem, falando francamente, o grande problema de Boruto é a gana dos seus produtores por dinheiro, em detrimento a uma obra de qualidade. Se fazermos uma comparação bem rápida, do anime, com o mangá, notamos claramente, que o manga esta bem melhor que a adaptação para TV. O anime de Boruto, em grande número de episódios, é pura “encheção de linguiça”. É um slice of life, que não acontece nada, é monótono, não tem aquela famosa empatia, que geralmente temos com determinados personagens (no sentido de humanização). É um grande caça-níquel de Naruto, feito pela produtora, para ganhar mais e mais dinheiro.

Mas agora você deve esta se perguntando, “Ah, mais Naruto foi a mesma coisa. Boruto só está copiando o que fez sucesso“. Sim, realmente está, porém de maneira errada. Caros leitores, só para que vocês tenham noção, sabem quantos fillers (histórias que não tem no mangá original de uma obra, e que não acrescentam em nada a história principal) ao todo, teve o anime de Naruto? Vou te dar tempo para pensar…. pensou? Pois bem, Naruto tem, ao todo, 315 episódios, que são digamos inúteis (94 episódios de Naruto Clássico, e 221 episódios de Naruto Shippuden). Fazendo uns cálculos rápidos, temos exatos, 45% de toda obra animada de Naruto, são histórias que não acrescentam, em basicamente nada, a história principal de Naruto. É muita coisa pessoal. Vocês tem noção disso?

Em Boruto, esta acontecendo, basicamente a mesma coisa, só que a diferença é que as histórias desses “fillers” que estão sendo colocadas no anime, são originais, ou seja, tecnicamente não são fillers, mas você vê características disso em grande parte dos episódios de Boruto, onde não acrescentam nada vezes nada, para a construção do personagem principal, e principalmente, não agregando valores minimamente interessantes para os personagens secundários na obra. São poucos os episódios, em que coisas interessantes acontecem e que possui uma profundidade legal, e que você pensa realmente, o anime poderia seguir por esse caminho, mas infelizmente, não será assim. Lembrando que Kishimoto, não escreve o mangá de Boruto (os responsáveis pelo mangá são Ukyo Kodachi, com a história e a ilustração é feita por Mikio Ikemoto. E esta sendo um mangá bastante interessante, mas falarei sobre o mangá numa próxima oportunidade, para não confundir muito a cabeça de vocês, caros leitores, já que aqui já tem informação demais). Ele atua mais como um supervisor, assim como Hiro Machima faz com a sequencia de Fairy Tail, onde outro autor escreve, e ele trabalha mais nos bastidores, supervisionando a sua obra.

Vou exemplificar, para que não seja algo vago, o que eu quero dizer. No início do anime, tivemos o arco da Sumire e do Nue. Quando estava acontecendo os roubos de chakra dos ninjas na Aldeia da Folha, os adultos basicamente deixados de lado, e deixando a investigação na mão de crianças. Eu vou repetir: NAS MÃOS DE CRIANÇAS. Nota-se o quanto bizarro isso pode ser? E ainda o Shino diz que deveria deixar nas mãos do Boruto para descobrir quem é que estava por trás dos ataques. Acha realmente isso racional por parte de um adulto?  Mas você deve argumentar “no Naruto clássico, aconteceu a mesma coisa”. Não, não aconteceu. E quando algo foi descoberto por Naruto e sua turma, sempre foi por um Jounin.

Outro exemplo, o arco atual do Mitsuki (a partir de agora, vem alguns spoilers, para quem não esta acompanhando Boruto nesta parte). O Mitsuki ele deixa a Aldeia da Folha, não sabe-se lá o porquê ele saiu, ao lado de dois ninjas da Aldeia da Pedra. Ai começa uma caçada, em busca de encontrar o Mitsuki. Até aí não tem problema nenhum. O problema vem no seguinte. Tanto Boruto, quanto Sarada, que ao lado do próprio Mitsuki, compõe o time 7 de Konoha, saem da Aldeia para irem atrás do seu amigo, sozinhos. Por enquanto está tranquilo, certo? Pois bem, agora vem a grande questão. Eles são encontrados pelo time 10, composta por Shikadai Nara, Chocho Akimichi e Inoji Yamanaka e a Jounin da equipe, a Moegi. Porém, Boruto e Sarada, conseguem se livrar do Time 10, e também da Moegi, uma Jounin descrita possuir o Mokuton (liberação de madeira), a mesma que Hashirama Senju (o primeiro Hokage) possuia, ou seja, é uma Kekkei Genkai extremamente poderosa, e mesmo assim eles conseguem passar por ela. Como pode? Muitos personagens em Boruto, estão sendo nerfados, e deixados em um nível muito abaixo de suas capacidades. Mas ainda não acabou.

Boruto, Sarada e o Time 10 (que resolveu ajudar a encontrar o Mitsuki), saem em busca de encontra-lo, para descobrir o porque ele desertou da vila oculta da folha. Percebe alguma semelhança com certo arco de Naruto Clássico? Se você notou a semelhança, depois de tudo que disse, eu vou te explicar: este arco do Mitsuki é muito semelhante ao arco do Sasuke, quando ele deixa Konoha, em busca de poder, junto ao Orochimaru. É basicamente uma cópia. Apesar de não sabermos o motivo, até agora, do porque Mitsuki saiu da Aldeia da Folha, é inegável, que pegaram o arco do Naruto Clássico do Sasuke, e reaproveitaram em Boruto. Para não dizer que o que estou falando é lorota, a abertura nova de Boruto, mostra o time da Vila da Areia, ajudando os ninjas de Konoha nesta batalha. Hum, onde eu vi isso? Ah lembrei, neste mesmo arco do Sasuke, Tsunade (a Hokage da época) pede ajuda ao time da Aldeia da Areia: Gaara ajuda Rock Lee, contra Kimimaro, Temari ajuda Shikamaru contra Tayuya e Kankuro ajuda Kiba e Akamaru contra Sakon e Ukon. Qualquer semelhança é mera coincidência certo? Não, meu caro leitor, não é.

Boruto, na minha opinião, veio na hora errada e no momento errado. Poderia ter esperado mais alguns anos, para poder fazer uma história mais interessante, mais diversificada, seguindo com um enredo parecido com o de Boku No Hero Academia, Hunter x Hunter, onde possuem histórias bem diversificadas, e explicações factíveis e mais humanizadas àquele mundo. Boruto está longe de ser uma obra péssima, porém, poderia ser bem melhor trabalhado, e principalmente, planejado.

Comentários
  • Caio Martins

    sua criação para aumentar ainda mais o numero de fillers chatos.

    • eder rodrigues da conceição

      O importante é ser rentável m detrimento a qualidade.

  • Mr.L

    Concordo em gênero, número e grau. Sem contar que, tirando o arco da Sarada(e uns mini arcos), tudo em boruto têm consequências gigantescas, o arco do momoshiki é o único até agora que merecia toda essa megalomania. Primeiro vem o arco da sumire e quase traz a destruição da vila, depois o do país das ondas em que eles se metem num “golpe de estado”,e tudo isso antes de virarem genins, agora vem o resgate do Sasu.. digo, mitsuki, em que no último ep um só cara derrotou meia dúzia ou mais de chunnin/jounin e que vai bater de frente com boruto e cia. Po***, podiam fazer que nem o mangá, que os arcos não têm consequências tão absurdas até agora,e o boruto só tá no meio disso tudo por ter dado o golpe no final no momoshiki. Só queria que o anime fizesse arco com consequências mais íntimas,por exemplo,um arco que explorasse a vinda da ceita do Hidan no país de fogo ia ser interessantíssimo

    • eder rodrigues da conceição

      O universo de Naruto é gigantesco, dá para explorar muitas coisas dentro da obra, até mesmo a antiga equipe do Minato, que ninguem sabe quem são e que destino foi feito a eles.

      • Jardel

        Concordo, esperei a obra inteira pra saber quem eram os 2 companheiros de equipe do Minato e se ajudariam no treinamento do Naruto, mas nada. ¬¬

    • Rock Lee

      Cara esse negócio da ceita do Hidan seria foda mesmo, é algo que nunca foi muito explicado (provavelmente por que o Kishimoto não pensou em nada mesmo, mas daria pra inventar algo foda ai).

  • Raiho Kuzunoha

    Oque eu acho zuado no Boruto é que os novos inimigos que vão aparecendo não parecem ser ameaçadores de verdade, parece tudo muito fraco, afinal no Naruto Shippuden todas as reais ameaças já foram resolvidas: A guerra ninja, Orochimaru, Pain,Sasuke, Madara, Akatsuki, etc…

    • Nan Nobrega

      Sim, não dá a minima sensação de perigo.

    • eder rodrigues da conceição

      Total Raiho, mas se você comparar Naruto/Naruto Shippuden com Boruto, você verá claramente uma diferença. Não há um personagem realmente ameaçador. O Orochimaru tinha um visual bem ameaçadora. Vê agora como esta em Boruto? Mais infantilizado.

  • João

    O problema é simples, Boruto simplesmente não deveria existir.

  • Zarchary Rabbido

    Existir

  • Leonardo Oliveira

    O problema de Boruto é a rápida adaptação pra anime que ele recebeu.
    Ele tinha que vir aqui uns 2/3 anos e seguir nos modelos de anime de temporada com 12/24 eps.

  • Guilherme SA

    Da nisso criar enredo que não foi planejado originalmente. Espero que One Piece acabe e pronto, já acho palhaçada lançar semanalmente em pleno 2018, soh pra lucrar mais…

    • Snøw #17

      One Piece é que dá mais receio quanto a isso. Como é o principal pilar da Jump (digo isso pelas vendas), fica a incerteza de que vão tentar prolongar mais ainda.

    • eder rodrigues da conceição

      Vai ter um longo tempo ainda. Eu diria que no minimo uns 2 anos

  • Joao Carlos Loyola

    Sinceramente, a obra já está morta, foram longos 10 anos acompanhando, irei admitir, chorei o dia inteiro no último ep do Shippuden( vcs não fazem idieia o quanto isso foi importante em minha vida), e depois de me imergir ainda mais neste universo de animes/mangá, pude o quão vasto é este universo, de possibilidade narrativa, de construção de mundo, estúdio que poderia ter um braço a torcer para poder adaptar obras na maior fidelidade possível( quem dera se Wit Studio que faz parte da Production I.G. fizesse uma adaptação que finalmente fosse digna de Berserk); Então, focar em uma obra que já está desgastada e arrastada pelo tanto tempo em publicação (que consequentemente não teve um final satisfatório no quesito de bem elaborado) meio que quebra aquela magia que tinha-mos antes, seria ótimo que assim como ocorreu com Dragon Ball que voltou as telas do Japão 18 anos depois que acontecesse a Boruto!! ( São franquias que marcaram época, que mesmo sem matérial original produzido pelo o autor, continuariam vendendo e muito, afinal, já é de longe parte eterno da cultura pop mundial)!

  • Yellow Hair

    “BORUTO: QUAL SERIA O MAIOR PROBLEMA DO ANIME?”

    O maior problema é a existência em si!

    • eder rodrigues da conceição

      Poderia existir Yellow Hair, mas que esperasse alguns anos para poder existir, e não logo em seguida ao encerramento de Naruto Shippuden.

      • Rock Lee

        Sim, poderiam ter esperado alguns anos como fizeram com Dragon Ball Super.
        Ai as pessoas teriam mais saudades deste universo, e baixariam suas expectativas, curtindo simplesmente por nostalgia. Assim como Dragon Ball Super, eu gosto, mas não é nada genial, é só legal ter Dragon Ball de volta nas mãos do Toriyama, por mais que esteja longe de ser perfeito, ainda é Dragon Ball, diferente do GT, que era outra coisa.

  • Snøw #17

    Boruto me passa uma extrema sensação de vazio. Os personagens são chatos e a maioria é apenas uma cópia de seus pais. Os da geração passada são uma decepção equivalente; passam uma sensação de vazio ainda maior, principalmente porque alguns deles não tiveram tanto destaque no Shippuden. Os inimigos também são muito fracos. Em síntese, Boruto em si dá a entender que foi feito por puro apelo comercial pra se aproveitar do sucesso que foi Naruto.

    • eder rodrigues da conceição

      O problema é o “nerf” que os personagens da geração antiga esta tendo, para poder equilibrar as forças com a geração atual. Isso é um erro crasso da obra.

    • Rock Lee

      Não acho que é uma decepção equivalente. Concordo plrnamplen que personagens muito legais como Neji e Rock Lee foram deixados completamente de lado, mas eles continuam tendo um minimo de carisma, e você ainda se importa por gostar dos personagens desdo clássico.
      Em Boruto os personagens são completamente sem alma desde o começo, a única que eu acho minimamente interessante é a Sarada, mas também não é ela que vai fazer eu me importar com a obra como um todo.

  • Carol

    Eu tive paciência pra ver até o episódio 66, que foi um arco que adaptaram o filme de Boruto e eu achei bom, mas depois disso vieram mais fillers aí eu deixei pra lá. Esse anime é muito ruim, e tinha certo potencial se esperasse alguns anos e seguisse o mangá como um anime de temporada, ao invés de algo contínuo e repleto de fillers. Eu pessoalmente acho o Boruto do carismático, diferente de como era no filme. Mas tá infantil demais, sem pé nem cabeça, não vale a pena acompanhar.

    • Rock Lee

      Demorou 66 episódios pra chegar no final do filme? Que lixo, é pior do que eu pensava então.

      • Carol

        É mas não começou com o filme não, o começo era eles na academia ninja. Só entrou pro filme lá pro episódio 50, por aí.

        • Rock Lee

          Sim, eu sei. Mas é que o filme era pra ser a primeira história do Boruto, não era pra demorar 66 episódios pra terminar de adapta-lo, deveria ser só meia temporada.

  • Kaio Honorato Rodrigues

    Só a Pierrot mesmo para fazer essa bagunça!
    Estúdio ganancioso!

    • eder rodrigues da conceição

      E pensar que a Pierrot foi responsável por um dos animes que mais curto: Yu Yu Hakusho, ali era uma obra com uma qualidade muito boa, e numa época que ela não era tão gananciosa por grana.

  • accident of birth

    alguem sabe por que a animação da pierrot ficou tão ruim nos ultimos anos ? tem q ter um motivo

  • Gabrielo

    Eu não gosto nem do mangá nem do anime, acho ambos “sem alma” e sem carisma, eu só leio o mangá mesmo pelo prólogo, tanto que se não fosse por ele, acho que 90% estaria cagando pra existência do Kawaki. Mas o mangá dá pra suportar, o anime não.

    É foda de ter empatia por personagens que parecem não passar por nenhuma situação que dê pra se conectar à eles, como se estivessemos vendo um slice of life. “Ah, mas são tempos de paz, não dava mesmo”, o mangá até que é esperto e deixa claro que o mundo não é um mar de rosas, ainda tem muita bosta por aí, e isso é uma base pra criar qualquer plot menor e mais contido (que pra mim foi o maior problema do Shippuden, ter extrapolado no final). E outra, os personagens podem superar/lidar com dificuldades sem precisar ser assassinato, campos de batalha, etc, é só ver BNHA, não tem nada pesadasso ali pelo menos até um certo ponto.

    • Diego Paz Silva

      É um erro por parte de Boku no Hero não ter as mortes ali, uma galera já tinha que ter morrido, pq além disso dar peso na obra a ausência disso causa justamente o oposto…

      OBS: Falo apenas pelo que vi no anime, ñ sei se já ocorreu no mangá…

      E sobre Naruto não, era mais que natural o conflito envolver o mundo todo no fim da série e nesse sentido ñ estrapolaram nada, ñ ia e nem tinha como ficar tudo contido pra sempre, uma hora teriam que resolver os problemas do mundo…

  • Mônica Azevedo

    O problema de Boruto e que ele existe.

    • C’

      Cliquei na notícia só pra dar like em quem comentasse isso.

  • Alisa

    No shade, mas a equipe de figurantes (Time 25 e 40) me chama mais atenção que o novo time 7. Naruto trabalhou tão bem todos personagens, que os fãs gostavam de tantos protagonistas quanto vilões/figurantes.

  • Rafael Vieira de Oliveira

    Dependendo de como essa série se desenvolver não iria duvidar se acontecer o mesmo que com Dragon Ball GT em alguns anos e Kishimoto fazer um novo arco canon mas mantendo a canonicidade dos arcos de Shin e Momoshiki que o próprio criador da franquia fez. E vendo essa matéria estou lembrando agora de um certo CDZ Omega mas ao menos os personagens principais daquela série não eram totais copias do quinteto de bronze…

  • toygame lan

    Bruto não deveria existir,é uma sequência desnecessário

  • Dyego Maximiano Silva

    Concordo, manga é infinitamente melhor

  • Seto Kaiba

    O maior “problema” do anime Boruto é a faixa etária!!! Boruto foi feito pra criançada japonesa, e quando digo criançada entenda abaixo de 10 anos, logo, obviamente não iria agradar os otakus velhos de além mar!!!
    Lembro que o fandom de Precure também falava a mesma coisa, que as personagens novas eram rasas, o desenvolvimento era péssimo, etc. Quem reclamava eram otakus de vinte e poucos anos; mas Precure visa meninas japonesas abaixo de 10 anos…

    O anime de Boruto é uma obra original, e não deve ser comparada ao mangá (pelo fato da Shueisha ter se aproveitado da ideia da Pierrot, o anime de Boruto estava encaminhado desde 2015 e a Shueisha criou o mangá para ganhar uma grana); e comparar com BnH e HxH foi exagerado… No máximo o anime Boruto pode ser comparado com Pokémon Sun & Moon, com quem divide o horário ou com Duel Masters…
    Este anime visa ser leve e ensinar coisas básicas, coisas que nossa geração já viu com Naruto. E Naruto também nunca foi o suprassumo dos shounes. É só diversão, desencanem!

    • eder rodrigues da conceição

      Está sendo destinado a um novo tipo de público. Aliás, quantas vezes foi mostrado sangue, com clareza, em Boruto? Poucas vezes, bem esporádicas. Não tem como comparar com Naruto.

  • Zen Ryo

    Eu gosto de Boruto.
    Mas se for pra dublar um novo anime, entre o My hero academia, eu sou mais o anime do Midoryia.

  • Eduardo Jose de Andrade

    O grande problema mesmo é que fazem fillers e depois pegam o mangá, mas Boruto já é chamado de Naruto Super (não é Naruto GT pois desde que DBS estreou como anime, vimos a “maravilha” que foi, pelo menos o começo foi um lixo).

  • Pablo Soares

    Um exemplo de obra que se extendeu foi DBZ que devo a ter acabo após o Freeza, pois ali edplica tudo, simplesmente. Bleach devia ter acabado apos a derrota do Aizen, mas no fim é tudo sobre dinheiro…

    • eder rodrigues da conceição

      Money, money, money

  • eder rodrigues da conceição

    Pierrot é especialista em fazer animes infinitos. Um exemplo disso atualmente além de Boruto, é Black Clover.

  • RPG Humanelfo – Youtube

    Eu acompanho tanto o anime quanto o mangá. Inclusive a audiência de hoje 28-10 levou o programa em primeiro lugar. Concordo com algumas coisas que o autor dessa publicação citou. E uma delas é as semelhanças do Naruto Clássico, começando pelo arco da excursão escolar no país da água e o arco do Mitsuki. Pensando pelo lado positivo além dessa cópia, podemos ver claramente a exploração da vila da névoa, algo que não vimos muito em Naruto Já o arco do Mitsuki, acho que está faltando mais informações sobre os motivos de sua saída de Konoha, no episódio de hoje vimos que ele nocauteou o Boruto e na cena seguinte ele apareceu sem mostrar o rosto, como se tivesse usando uma máscara para seus amigos. Muito estranho.. O estúdio Pierrot está guardando o triunfo desse arco para mais episódios à frente. Algo que me desconfortável, seria a importância do vilão Urashiki que desapareceu e nem no mangá foi mencionado. Falando no mangá que está muito melhor que o anime (CONCORDO) podemos ver claramente uma ameaça que é o Kashin Kouji. E MESMO não sabendo quais são os verdadeiros motivos da organização KARA, podemos ver que eles não estão para brincadeiras e o perigo está por vir. Falando em audiência, o anime está em alta, então para a TV Tokyo está tranquilo, mas a qualidade está duvidosa. Voltando a bater na mesma tecla: Uma solução plausível seria publicação semanal ou até mesmo quinzenal do mangá para que agilizasse a adaptação para o anime. Portanto, se continuar nesse mesmo ritmo, o anime com certeza vai ultrapassar o mangá. E resultando isso não sei o que a obra pode se transformar além desse ponto.

  • Jonathan Oliver

    Ele existir é o maior problema

  • Joseph Joestar

    O mesmo de Dragon Ball Super: Ser uma continuação ruim que não respeita a obra original e seus personagens.

    • toygame lan

      O dragon ball super é feito pelo próprio Akira ainda por cima kkk
      É a versão mangá que é feita por outro autor é até melhor

      • Joseph Joestar

        Pra você ver. Hoje em dia, qualquer fã, entende mais de Dragon Ball que o próprio Toriyama. O velho sofre forte com alzhaimer.

    • Rock Lee

      Discordo, o Super é uma continuação digna, até por que o mangá clássico também era algo extremamente simples, não era nenhuma obra divina.
      As pessoas parecem exigir uma qualidade de DBS como se ele fosse uma continuação de FMA.

      • Joseph Joestar

        Minha exigência é apenas respeito ao Universo criado. Dragon Ball Super não respeita as regras do mundo e nem as caracteristicas dos personagens.

        • Rock Lee

          Tudo bem, isso é a sua opinião, respeito. Eu não acho que ele desrespeita a obra como um todo, afinal é do próprio Toriyama. E também não acho que os personagens agem fora de suas personalidades clássicas, o que eu vejo é um desenvolvimento de personagem por exemplo no Vegeta, que está muito mais sensato e preocupado com sua família, o que eu acho positivo para a história.
          O Gohan virou um cientista e parou de treinar pra valer, não gosto disso, prefiro o Gohan guerreiro, mas condiz com a personalidade do personagem, já que sempre foi o sonho dele se tornar cientista, e ele agiu da mesma forma depois de derrotar o Cell no mangá original.

          • Joseph Joestar

            Ser do Toriyama e não respeitar o universo só torna as coisas muito piores.
            É só você notar a quantidade de retcons que eles fizeram, a inconsistencia nos niveis de poder de luta e todas as incoerencias do roteiro.
            Não é pecado gostar de coisas ruins, mas ao menos admita os problemas da obra.

          • Rock Lee

            Onde eu disse que não tem problemas? Só digo que DBS supre as minhas expectativas, Dragon Ball também não era nenhuma obra divina, era extremamente simplória, e muito enrolada em muitas partes. Então pelo menos isso foi corrigido em DBS, que é bem mais objetivo.

            Não disse que é perfeito, nem que é bom, mas pra termos de Dragon Ball, pra mim está de bom tamanho.

  • Jardel

    Não querem largar o osso, é nisso que dá. Era melhor fazer um remake de Naruto sem os fillers, aí quando terminasse já teria bastante material para adaptar Boruto, mas os caras só pensam em extrair mais dinheiro da franquia até a ultima gota. :-/

  • Jardel

    Já que citaram Fairy Tail… o autor que está fazendo o spin-off no lugar do Mashima, está desenvolvendo a obra muito bem (muito melhor que o autor original). Segundo o Hiro, se obra vender bem vão adaptar esse ultimo arco.

  • Arthur

    É, eu não assisti Boruto justamente por acreditar na encheção de linguiça e na mesmice que eu já vi em Naruto. E também, por achar que a história de Naruto já estava completa, sendo desnecessário acrescentar algo, a não ser que fizessem melhor, trouxessem novidades que valessem a pena, mas isso é a minha opinião. Agora, criticar os fillers dos animes, também não gosto muito principalmente em grandes quantidades, mas isso dá tempo aos autores para desenvolverem mais histórias com qualidade criativa, já que o mangá segue a frente do anime. Só que o filler, também não pode ser uma boa porcaria, chato, sem sal e tedioso, igual a muitos no Naruto Shippuden.

  • Thiago Gabriel de Melo

    O anime de boruto até tem algumas histórias do mangá como o da sarada e do momoshiki, e é justamente essas histórias que são mais interessantes, as histórias originais não tanto, na minha opinião o anime de boruto tinha que esperar alguns anos mesmo pra estrear seguindo o mangá que é bem mais interessante.

  • Rock Lee

    Bem feito, quem prefere perder seu tempo com anime cheio de filler não sabe oque é bom mesmo.
    Prefiro o mangá, não é nenhuma maravilha também, mas melhor que essa chatice.

  • Rock Lee

    E só corrigindo: o Boruto foi apresentado no capítulo 700 do mangá, só artes conceituais do filme mostrando a família Uzumaki da cena pós-creditos tinham vazado pouco antes do lançamento dos dois últimos capítulos, que foram lançados juntos.

  • Hola

    Sempre comparei Boruto com GT. Não é exatamente igual, ainda assim acho que ambos com um pouco mais de tempo e planejamento podem/poderiam ter rendido bem mais do que o que se tem até agora.

  • Roberta Rocha

    É TUDO RUIM. É RUIMRUTO.

  • Alice

    Hayato Date – diretor de Naruto Shippuuden.

  • Eric Culler

    Boruto é decepcionante, quando você acha que vai empolgar acontecem coisas impossíveis, nem mesmo se fosse um anime totalmente novo, sem a sombra de Naruto (que na minha opinião, tirando os fillers, foi o melhor de todos os tempos), nem assim seria uma obra empolgante. Na verdade, eu só estou assistindo e me decepcionando por conta da minha paixão por Naruto… se não fosse isso nem estaria acompanhando.