Cardcaptor Sakura – Clear Card Arc: JBC divulga capa e detalhes

Por Nielsen Souza em

Kodansha / CLAMP / Divulgação

Foram divulgados pela editora JBC os detalhes da publicação e a capa do mangá Cardcaptor Sakura: Clear Card Arc, que dá sequência a conhecida obra criada pelo grupo CLAMP que fez um enorme sucesso no Brasil e em outros países. O mangá será editado no formato 13,2 cm x 20 cm, 160 páginas em papel luxcream, sobrecapa, custando R$26,90. Confira a capa do primeiro volume:

Reprodução.

Cardcaptor Sakura: Clear Card Arc ainda segue em publicação no Japão, onde conta com sete volumes publicados até o momento. O lançamento no Brasil acontece em outubro nas livrarias e lojas especializadas.

Vale lembrar que adaptação para o anime está disponível no Brasil através da Crunchyroll.

Comentários
  • Dark Leon

    Agora só falta Sakura Clear Card Arc ser dublado pela Cruncyroll na próxima leva

    • Xemnas

      Seria muito bom, assim eu teria mais ânimo de acompanhar.
      Eu parei logo nos primeiros eps assistindo legendado, as vzs fico sem paciência pra ficar lendo legenda de certos animes.

      • Zen Ryo

        Eu também.
        Essa uma das 6 razões que me fazem apoiar a dublagem brasileira.

    • Zen Ryo

      Eu realmente quero muito ver isso acontecendo.
      Sakura c.c é um ótimo anime e eu quero muito que essa nova temporada seja dublada, como foi com DBS.
      É por isso que eu quero tanto que o Crunchryoll ganhe cada vez mais fama e destaque,pois quanto mais assinantes, mais lucro vem pro canal e como consequência disso, as chances de Sakura c.c.a, My hero academia (o anime) e ate mesmo os últimos longas de Digimon serem dublados em pt br vão se tornando cada vez menos impossíveis.

    • Gabriel Arruda

      Seria uma Maravilha.

  • Kaeus

    Está bonita, semelhante à versão em tankobon de Sakura que a JBC lançou há alguns anos atrás. Ainda tenho a primeira versão brasileira do mangá aqui em meio-tankobon. O que mais me chama atenção, embora, é que o mangá custava R$ 2,90 na época XD.

    • Eduardo Jose de Andrade

      Mas na época o salário mínimo devia ser nem 100 reais kkkkkkkkk.

    • Eduardo Jose de Andrade

      Nessa época o kinder ovo também custava entre 2 e 2,5 R$ eu lembro, hoje custa no mínimo uns5 ou até 7 Bolsos!!!!!!

    • Gabriel Arruda

      Eu tenho a coleção completa da primeira publicação de Sakura.Ainda lembro do dia que comprei a edição que fechou a coleção;Foi uma Linda Sexta-Feira.

  • Blu3s

    A edição está bem mais cara que a republicação feita pela JBC há alguns anos atrás, o papel é outro tipo ao invés do mesmo offset usado nessa edição relançada, esse volume terá menos páginas, não há sequer uma previsão de quando essa continuação vai terminar, e segundo o que soube dessa continuação de acordo com o anime exibido ano passado, ela mais parece um “DLC de jogos” físico e animado, apenas com a Sakura fazendo “coisas fofas” e sem praticamente nenhum grande conflito. Não acho mesmo que valha à pena, mas boa sorte a quem for tentar colecionar (o logo da capa ao menos está mais bonito do que o daquele relançamento de 2013, com aquela fonte Comic Sans horrorosa e aquela borda rosa cobrindo quase toda a arte das capas.)

    • Lucas Pasion

      O anime tem 22 episódios, e destes apenas 5 contam uma história mais ou menos decente. Não que seja ruim, mas pelo nível das histórias do Clamp, eu esperava algo muito melhor.
      Mas Sakura nunca foi um primor de originalidade. É o formatão monstro da semana, só q com cartas.

  • Eduardo Jose de Andrade

    O mangá clássico terminou com 16 volumes, será que esse vai terminar com número parecido de volumes?

    • Blu3s

      12 na verdade

    • Gabriel Arruda

      Foram 12.

      • Eduardo Jose de Andrade

        Então espero que o clear card hen acabe com número de volumes parecidos.

  • Gabriel Arruda

    Barato para os padrões de preço atuais.

  • Lucas Pasion

    27 reais pra um mangá de formato comum. É sério, JBC??

    • Blu3s

      Lost Canvas tem ao menos a desculpa da “capa metalizada” e ainda é um pouquinho mais barato, preferia um papel offset mais durável, parecido com os que a Panini usa do que aquelas capas.