Classificação Indicativa: Governo Federal estuda imposição no YouTube

Por Matheus Sousa em

Divulgação. © YouTube

De acordo com nota publicada pelo jornal O Globo (via Infomoney), o Governo Federal está estudando aplicar a conhecida Classificação indicativa, já em vigor no Brasil por meio do cinema, TV e streaming há algum tempo, também no YouTube.

A possibilidade partiu após uma reunião entre representantes do Ministério da Justiça e Ministério Público que visam proteger crianças de conteúdos nocivos, pelo fator principal de alguns YouTubers terem seu público formado por crianças e adolescentes.

Não se sabe como está avaliação e classificação indicativa seria feita em uma plataforma como o YouTube, onde o upload de vídeos é feito a praticamente a cada minuto.

O assunto será novamente levado em discussão não oficial na Universidade Federal de Brasília, ainda sem data marcada.

 

Comentários
  • Anderson S.

    Já não basta o family friendly que o próprio YT impõe, ainda vem o governo querendo se meter nisso?
    https://uploads.disquscdn.com/images/8a50edd25cba1bf2b657c0174d587443106e775f9a75fb194135e5f096469341.png

  • Falta do quê fazer??

    • Saki

      Com certeza

  • Endo Torres

    Quem tem que monitorar o que guri vê na internet são os pais e não o país.

    • Seto Kaiba

      Era o ideal, porém, em tecnologia: Pirralhada 7 x 1 Pais.

      • De fato, minha sobrinha de 9 anos vê tudo na internet. E não adianta mais barrar neste estágio…

    • Camilo Lelis Ferreira da Silva

      Agora só Falta o Teste de DNA entre os Pais da Criança e o Governo…

    • SasukeUC

      Mesmo se os pais monitorar ou ativa o modo restrito, no msm possui vídeos ensinando farias maneira de desbloquear, aí ficar difícil até por pais kkkk.

    • pablo souza

      Esse é o problema,não adianta nada a classificação indicativa se os pais não olham o que os filhos veem. Pior que tem muito pai que reclama do que passa na tv e na internet, mas depois tá lá vendo coisa pior

  • Anubiz

    Isso não vai adiantar em nada pois qualquer um pode fazer uma conta no youtube dizendo que é maior de idade… a não ser que eles voltem com aquela ideia doida pra usar o cpf pra poder usar a internet…

  • toygame lan

    nada mais que censura kkkkkk

  • Nero ZeroX

    Não sei porque mas isso não vai rolar…Off.:Porque o Governo não fiscaliza essa gente que faz apologia ao crime,drogas e afins como certos cantores, artistas,novelas, emissoras e outros…Off.: Quem tem que se preocupar com o bem estar dessa molecada, não é o Governo, ONGs pseudo-protecionistas e afins e sim os pais…

  • Seto Kaiba

    Primeiramente, classificação indicativa são é censura. É só uma advertência que para assistir um conteúdo é preciso ter certo nível de maturidade para não ficar chocado.

    E acho uma ideia boa classificação indicativa no Youtube, porém é impraticável! No final, acho que deveriam fazer uma lei para que os próprios youtubbers coloquem uma classificação indicativa nos seus vídeos, ou nos seus canais. Afinal, o que não paro de ver é pirralho vendo coisa indevida na internet.

    E claro que nesses casos os pais são inúteis, pois os pirralhos manjam muito mais dos paranauê de tecnologia do que os pais.

    Fora que hoje até os pirralhos novinhos tem smartphones para fazerem o que quiserem na net, o que me dá medo.

    • Raimundo Guedes

      1) Quem tem que prestar atenção nisso são os pais, não o governo.
      2) Isso iria demandar gastos, que quem paga é a população.
      3) Os pirralhos com telefone é culpa do pais, mas o governo tbm não tem nada a ver.
      4) É mais gasto

    • Juniorbf41

      Mas e os vídeos estrangeiros, o governo brasileiro vai obrigar pessoas de outros países a seguirem essa lei ? Ou por acaso vão apelar pra Onu tentar forçar isso em todos os países ?

  • Segundo

    O Youtube já censura vídeos com palavrões ou com imagens para menores de 18 anos. Acontece que a criançada tá bem espertinha e se os pais não fizeram o papel de cuidar e monitorar o que assistem, aí fica difícil.

  • GustavoH

    Isso tinh de ser algo próprio e exigido do youtube, eles são ridiculos para monetizar tal conteúdo, bloqueiam tal palavra etc…

    Se deixassem os youtubers a cada upload escolhessem por si suas classificações indicativas seria bem melhor, tanto pro público quanto pra quem quer monetizar e é cortado por palavras simples (Enquanto outros fazem “trollei meu etc e olha no que deu” ficam ali de boas…)

    A questão é que o YouTube não tem critério

  • João Carlos

    WTF? E como acham que vão mandar na internet inteira? O;O

  • Gustavo

    Obrigado, Felipe Neto!

    • Eduardo Jose de Andrade

      O irmão nutella dele também, pagavam de revolucionários revoltados no começo dos canais dele e deram uma volta de 360 pra conteúdo infantil

  • Bem, esse caso de “conteúdo” no YouTube tá muuuuito controverso hoje em dia, e não acho de forma alguma que tal “classificação indicativa” vai mudar tal situação. Apesar do site ter começado a apelar pra “family-friendly” pra canais que querem monetizar, alguns canais estão conseguindo pular a cerca com vídeos como aqueles de “curiosidades”, com thumbnails que NÃO DEVERIAM estar no site, ainda mais na página do Em Alta e “direcionado ao público infantil”, como é no caso do vídeo “CHIQUITITAS ANTES E DEPOIS 2013 – 2017 “ELENCO””. Já tentei denunciar tal vídeo justamente por causa da sua thumbnail exagerada e completamente NSFW (que não postarei aqui por motivos óbvios), mas ele ainda tá lá, ileso.

  • Andre TR

    Isso seria inútil, mesmo com classificação etária algumas crianças acessam, se o objetivo é manter as crianças afastadas de conteudos inadequados, isso deveria começar é dos pais. Quantas vezes eu ja vi crianças ouvindo e cantando aquelas merd@s de Anita e outros funkeiros, esses lixos são péssimas influencias e parece que tem gente que não se importa que as crianças ouvem isso

  • Léwow

    Tem gente upando coisa no YouTube a cada segundo mano como q vai classificar isso

  • Yuri Luiz

    Seria no mínimo bem interessante ver youtubers debatendo isso, defendendo a ideia ou não.

  • Caio Martins

    Esse YouTube maldito está proibindo monetizar os vídeos

  • Kaio Honorato Rodrigues

    Era só o que me faltava!
    Parece que o governo quer controlar a nossa vida! Faça mil favor! }:-[
    Os pais é quem deveriam monitorar o que os filhos andam vendo na Internet, e não esse governo idiota! ]:-[

  • Red X

    Era só o que faltava, aliás isso é culpa desses Pais da geração T/N, quem é que mandou eles darem um smartphone, tablet pra essa piralhada (que já são pessimamente influênciadas) ao invés de bolas de futebol,bonecas etc? Depois elas são pegas vendo o que não deviam e eles vão e culpam quem não teve culpa.

  • Eduardo Jose de Andrade

    Tá mas não vai mudar p#rra nenhuma, 1- se a criança quiser, ela vai ver sim conteúdo +12,+18 ou até p#rnô sim (experiência própria), 2- os pais é que deviam cuidar e monitorar o que os filhos vêem, e não o estado/governantes ditar como educar, mas também aqui no Brasil não se vive pra trabalhar, trabalha pra sobreviver e olha lá, os pais ralam o dia todo e não tem saco ou conhecimento com a tecnologia e monitorar 100% seus filhos, logo os youtubers infantis e ”infantis” (cof cof felipe malakoi neto e lucas nutella neto) deviam maneirar nos palavrões, e não só no youtube, twitter e etc também se não a culpa da criança ter aprendido a xingar vai ter sido por seguir o youtuber dela no twitter.

  • Geo Hikari

    Seria melhor fizerem proibições de vídeos de funk,nem que seja de coreografia de “”grupos de dança bombadões”. Claro que no brasil de hoje não tem como ver com segurança alguma coisa que você gosta e que os trouxas acham que é maluquice na internet.

    Em todo o mundo,fazem vídeos com palavras de baixa natureza e ganham milhões de likes ignorando seus estados. O problema maior mesmo são as crianças,não apenas as brasileiras doutrinadas.

  • Sonaje Rock

    O criadores de conteúdos grandes fazem cagadas e no final, sobra tudo no rabo dos criadores de, menores…

  • Raimundo Guedes

    O Governo quer é arrumar uma desculpa pra gastar mais. Quem tem que controlar o conteúdo que a criança vê são os pais, não o governo.

  • Diego Miyabi

    Papai estado protegendo nossas crianças de todo o mal do mundo.

  • moratsu babidi

    Governo já pensastes na iniciativa vai doa o teu orifício !!!!!!

  • eu diria 1080 graus XD
    mas piadas a parte, concordo com seu comentario