Coringa se torna a maior bilheteria de um filme para maiores

Por Matheus Sousa em

Warner Bros. / Divulgação

De acordo com o relatório divulgado pela Forbes, Coringa, do diretor Todd Phillips, acaba de quebrar o recorde que pertencia até então a Deadpool 2 (US$785 milhões) como a maior bilheteria da história de um filme para maiores (R).

Até o momento, o longa soma US$ 805 milhões em todo o mundo, devendo chegar a US$ 850 milhões na noite deste domingo. Cabe destacar ainda que a produção não deve ser lançada na China, o que tornaria possível a almejada marca do bilhão – embora, tal feito ainda possa ocorrer.

Coringa segue em cartaz nos cinemas.

Comentários
  • Eduardo Jose de Andrade

    Realmente não é um filme que c#munista deixaria passar pro povo ver, seja desde os canhotos lights como jornalistas que acharam o filme muito violento e mimimi (mas é sim violento, mas não faz alguém normal virar um psic$pata ou ass#ssino) que influenciaria jovens a fazerem mais “cancelamento de CPF” dos outros. O filme incomoda porque além do protagonista ser um desgraçado, espelha a realidade, simples assim.

    • Tiagoseiyapb

      juro que fui ver um filme desse tipo e sai decepcionado, a propaganda foi tão alta que eu tive raiva em vez de maravilhado sobre ele, é um filme ok, tecnicamente ele é maravilhoso, a atuação também mas avaliando a sua historia e narrativa arrastada e pela violência que diziam que tinha e não é nem metade achei bem fraco, não é nem metade da Coca-Cola que os fãs da DC hardcore fala do filme.

      • Eduardo Jose de Andrade

        Ter uma expectativa alta é ruim, no máximo o filme atenderá ela, mas aí você não terá uma felicidade grande igual seria se não tivesse hype, é isso que acho, mas pelo que lembro o Cavaleiro das trevas e watchmen foram melhores que esse filme.

    • Renata Porfirio

      Esse filme já é super cultuado nas rodas da esquerda, um clássico instantâneo, agora quem vem reclamando em geral é uma ala da direita, especificamente os bolsonaristas olavistas, até mesmo o assessor do presidente, visto como um dos homens mais cultos do meio, criticou o filme.
      O filme em si é um prato cheio para traçar interpretações tanto de esquerda quanto de direita, um filme que nasceu alternativo, estilo de filme que em geral é abraçado pela esquerda, mas rapidamente alcançou mainstream e novas interpretações, o que deixou os críticos do gênero (que gostam de se sentirem os únicos a assistirem) alvoroçados, alguns de esquerda logo traçaram críticas.
      Uma crítica pertinente que trás o filme para a ótica da esquerda – “Não tem Deus, mas também não tem assistência social, não tem inclusão, não tem política pública, não tem tratamento continuado, não tem coleta de lixo, não tem Estado sob nenhuma forma —a não ser a polícia”.

      • Eduardo Jose de Andrade

        Bom ponto, mas eu gostei do filme (deixei de ter pena do Coringa quando ele m%ta a mãe dele no hospital) e eu gosto do Jair Bolsonaro e do professor Olavo, o filme eu diria que penderia mais pro anarquismo, mas o próprio Coringa mostrou0se apolítico e só fazia as loucuras dele. Mas lembrou-me muito o termo bíblico: basta um dia ruim para tornar até um bom homem em louco.

  • Endo Torres

    A China é comunista no sentido de não permiti que as pessoas escolham os seus lideres e tenham a suas decisões sendo tomadas de maneira muito centralizada em um só órgão que é Partido Comunista Chinês, além de exercerem sobre a população um controle muito grande sobre as ações das pessoas. A ponto de restringir o uso de serviços e bens dependendo da pontuação que eles levam no sistema de credito social deles, que é parecidíssimo com o do episodio de Black Mirror protagonizada pela Brice Dallas Howard.

    É importante lembrar que o comunismo acima de tudo é uma cultura, e a China definitivamente não deixou isso de lado, a questão da abertura econômica do país só aconteceu porque eles sabiam que era impossível eles conseguirem conquistar hegemonia nos países do globo sendo pobres, portanto eles deram um passo pra trás e começaram a fazer parcerias econômicas. Mas isso não significa que eles tenham ambições ditatoriais, é só vê a intensificação dos protestos em Hong Kong e a treta velada dos lideres de direita do ocidente contra a influência chinesa no restante do mundo.

    Sobre o filme em si, eu acho que as únicas pessoas que vão se identificar e se inspirar no Coringa são pessoas que já te antemão possuem uma mentalidade revolucionaria de querer refundar o mundo através do caos, coisa muito mais tipicamente ligada a esquerda

    • Sr. WB

      OK, vamos lá! O Comunismo é um sistema democrático. O Socialismo, que é a fase de incubação do Comunismo, é um sistema que trabalha com o que chamamos de “ditadura do proletariado”, ou seja, não existe isso de um elite no poder, mas sim a classe trabalhadora, que nesse caso, é 99% da população de qualquer país, tomaria o controle através da tomada do Estado e da decisão através de líderes comunistas tal qual na democracia representativa. Nesse momento, haveria uma superexpansão do Estado e criação de várias estatais. A Economia seria mediada controlada pelo Estado. No Comunismo, não haveria mais estado, uma vez que esse tipo de superestrutura é opressiva e o sistema político seria substituído pelo que os soviéticos chamaram de Conselhos Operários (que foram destruídos pelos próprio Stalin). Segundo, não haveria mais propriedade privada dos meios de produção. Mas sim a propriedade social dos meios de produção e a autogestão. Algo parecido, mas não igual ao que chamamos hoje de cooperativismo e economia solidária. Terceiro, a sociedade iria abolir o sistema de classes, não haveria mais essa divisão e todos seriam iguais e livres perante os outros. Isso é comunismo! Qualquer outra interpretação é dubia e totalmente deturpada. Sendo assim, sua forma de enxergar a China está errada e a forma deles mesmos se enxergarem também está errada. A China é um país capitalista e neoliberal totalmente “fantasiado” de vermelho. Tal qual o Brasil do PT.

  • Endo Torres

    Afinal de contas quem fala em mata empresários, banqueiros ou burgueses historicamente não costuma ser a direita

    • Sr. WB

      Autodefesa! Pergunte-se não sobre o discurso, mas o que acontece de fato. Quem ta morrendo de verdade no Brasil? A elite ou pessoas pobres?

      E quem são os mandantes dessas mortes e a quem eles servem? São as elites ou os pobres?

      • Endo Torres

        Mas se pessoas pobres morrem no Brasil é por causa de um preconceito da elite vermelha com porte de armas. O Paraguai é o país com os menores índices de violência e é o mais armado da América Latina

        • Sr. WB

          As pessoas pobres morrem porque causa de vários fatores:

          1. PRECONCEITO RACIAL INSTITUCIONAL: Policiais sempre taxam negros de bandidos, mesmo sem provas. Para a Polícia, cor da pele é indício de crime. Pessoas negras são a maioria entre os pobres e as que mais morrem.

          2. TREINAMENTO INADEQUADO DAS FORCAS DE SEGURANÇA: A Polícia Brasileira é oito ou oitenta, ou você ama ou você odeia. Contudo, eles são ensinados a serem agressivos, a terem alto nível de letalidade, a atirar primeiro e perguntar depois. Devo lembrar das crianças mortas na favela por policiais ou do caso menino e do guarda-chuva? Policiais são instruídos a serem fascistas. Armas da Elite para exterminar os pobres. Uma política velada de embranquecimento e extermínio da população negra. Então aqueles que deveriam nos proteger acabam se tornando alvo de nossa frustração.

          O ÓDIO DAS ELITES E DA DIREITA POR DISTRIBUIÇÃO DE RENDA E IGUALDADE: Quando o Lula começou a implementar suas políticas assistencialistas em 2004, a oposição o acusou de radical. Mas não, nunca foi. Era apenas distribuição de renda, talvez da forma errada, sim. Mas um tipo sim de distribuição de renda. Coisa que aqueles 1% nunca fizeram. Chamam os R$ 90,00 de esmola, de compra de votos da Esquerda, mas se não fisse essa “esmola”, o número de pessoas morrendo de fome, que vem desde os governos de direita dos anos 90, seria apenas mais um indicador de mortalidade no Brasil.

          A FALÁCIA DA MERITOCRACIA: Meritocracia não existe, porque mesmo no mercado de trabalho, você consegue emprego não porque é bom, mas porque tem amizades, contatos e alguém te indicou. Aliado a isso está o fato de que as elites tem condições de pagar boas escolas, enquanto o ensino público é sucateado para favorecer essas mesmas escolas particulares. As escolas particulares precisam ser melhores pafa justificar o fato de serem particulares, e ajudaria muito se as escolas públicas fossem ruim. Aí vem a desvalorização dos professores e o baixo investimento. O pobre só tem acesso ao ensino público, não tem uma boa base e sendo assim, não alcança bons resultados e não entra no ensino superior. As elites entram, reproduzem sua riqueza, enquanto os pobres ficam em trabalhos de base. Muitos deles descobrem formas alternativas de subir na vida, uma vez que o direito básico deles, de acordo com a meritocracia, foi negado. E muitos encontram essa resposta no crime. E o crime só leva a cadeia ou a morte.

          Agora vejamos a sua teoria. Vamos dar a armas aos pobres: primeiro, POBRE NÃO TEM DINHEIRO PRA COMPRAR ARMA. A Arma mais barata da Taurus tá na faixa dos R$ 4000. Pobre se preocupa em ter o que comer e não em ter arma. Segundo, um cara vem armado te roubar, você saca sua arma, ele atira em você e você nele, os dois morrem. Resultado? Mais morte de dois pobres!

          Não dá certo! E não é com violência que se resolve mais violência!

  • Léwow

    Merecidíssimo

    Carai tudo isso sem a China pqp

  • Matheus Sousa

    Espere, isso está aguardando ser aprovado por ANMTV Brasil.
    Então né.. você também apostava alto em Godzilla II e.. xD
    Mas sim, eu acreditava que IT teria mais força e Coringa não chegaria a tanto. A vida é assim né. Fico feliz e entusiasmado com o sucesso de Coringa e as possibilidades que podemos ter de agora em diante.

  • Matheus Sousa

    Então né.. você também apostava alto em Godzilla II e.. xD
    Mas sim, eu acreditava que IT teria mais força e Coringa não chegaria a tanto. A vida é assim né. Fico feliz e entusiasmado com o sucesso de Coringa e as possibilidades que podemos ter de agora em diante.

  • Cuecabox

    Fico admirado quem achou que o Coringa não faria dinheiro, é o Coringa, só pelo nome já estava obvio.