E3 2018: resumo da conferência Microsoft / Xbox

Por Matheus Chami em

ANMTV / Divulgação

Chegando com o pé na porta, a Microsoft juntamente a 343 Industries, anunciou Halo Infinity. O próximo título da franquia que contará com uma nova engine exclusiva, aparentemente. Após o chefe da groselha toda, Lord Phil Spencer, fazer sua calorosa abertura, tivemos o primeiro trailer de gameplay de Ori and the Will of the Wisps, sequência do jogo de 2015, que nem precisamos entrar em detalhes porque é simplesmente belíssimo. Sekiro: Shadows Die Twice, que foi revelado na The Game Awards, ganhou seu 1° trailer cheio de ação, sangue e violência. 

Todd Howard, da Bethesda, veio antes mesmo de sua própria conferência, anunciar que o catalogo de jogos da franquia Fallout estará disponível no Xbox Game Pass e um olhar antecipado ao Fallout 76, que será uma prequel de todos os Fallout e será 4 vezes maior do que Fallout 4 (assim você mata o papai aqui).

Dentro do universo de Life In Strange, The Awesome Adventures of Captain Spirit foi apresentado e estará disponível a partir do de 26 de Junho gratuitamente para quem utilizar a Xbox Live. E o aguardado Crackdown 3, que foi anunciado juntamente ao lançamento do próprio Xbox One, ganhou mais um trailer com direito até arma atiradora de patinhos de borracha, me corrigindo, por essa ninguém esperava. E o jogo foi prometido para fevereiro de 2019, agora é só aguardar para ver se dessa vez eles irão cumprir. 

O até então exclusivo para os sonistas e da PC Master Race, Nier: Automata ganhou uma versão para o pessoal da caixa e com direito a todos os DLC´S, programada para o dia 26 de Junho.

Em seguida, tivemos Pateta, Donald e Sora no mundo de Frozen e Enrolados, mostrando um pouco mais de gameplay do aguardado Kingdom Hearts 3, que tem previsão de lançamento para 2019. Sea of Thieves, o exclusivo de piratas da caixa, ganhou um trailer de suas primeiras DLC’s, intituladas de Cursed Sails (Julho) e Forsaken Shores (Setembro).

Confirmando o vazamento do Walmart, Forza Horizon 4, foi anunciado e desta vez terá a Grã-Bretanha e toda sua beleza exuberante dentro do jogo, juntamente com um mundo aberto onde todos os jogadores online poderão se encontrar e disputar uma corrida. Sua data de lançamento é para o dia 2 de Outubro e ele também estará disponível no Xbox Game Pass a partir deste dia.

A Microsoft Studios ganhou novos estúdios dentro de seu leque: The Initiative, Unders Labs, Playground Games, Ninja Theory e a Compulsion Games!

*Disney fica esperta que a Microsoft tá on-fire!

We Happy Few ganhou um novo trailer mostrando locações e detalhes sobre sua história, seu lançamento está agendado para 10 de agosto deste ano. E o meu, o seu, o nosso PUBG ganhou uma data para chegar a caixa. Ele estará disponível a partir do último trimestre de 2018.

Para os fãs de Tales of Vesperia, Ele ganhará uma edição definitiva totalmente remasterizada para a nova geração, com novos personagens e chegará em algum momento no inverno deste ano.

The Division 2 foi revelado na conferência com um teaser conceitual e deverá ter mais detalhes revelados na conferência da Ubisoft… Isso era o que todos achavam até que em seguida começou um gameplay do próprio durante alguns minutos apresentando mais sua jogabilidade e ambientação. Chegando às prateleiras no dia 15 de Março de 2019.

Entrando na parte do ID@Xbox teremos vários novos jogos chegando para a plataforma, mostrando a força que a empresa fornece aos desenvolvedores menores. E chegando nas lojas no dia 14 de Setembro, Shadow of Tomb Raider ganhou um trailer trailer ressaltando todos os bons pontos que a franquia tem a oferecer. Trollando da melhor forma se passando de Skate 4, Sessions foi anunciado. (Fica a dica EA, só precisava disso).

Os fãs do Dante podem comemorar, Devil May Cry 5 foi anunciado com um baita trailer em slow motion, dubstep, K-pop e vindo desde vez para a caixa, algo inédito para a franquia. Cuphead irá ganhar uma nova personagem, fases e outros conteúdos em 2019. Tunic, o jogo criado por um único desenvolvedor, foi anunciado na conferência e conta com um trailer super fofo.

A Bandai Namco não deixou barato para a Capcom e anunciou Jump Force, que reunirá os heróis e vilões da Jump em um único título mega explosivo.

Dyling Light 2 foi anunciado e tem a premissa que suas ações influenciam dentro do mundo apresentado do jogo. E para os carentes das antigas franquias da Rare, Battletoalds irá retornar em 2019 com um novo jogo! Mais detalhes não foram revelados.

Just Cause 2 foi oficialmente oficializado depois do vazamento que teve e conta com trailer explosivo e ritmado para colocar todos no clima do título novamente.

Retiro minhas palavras, o anúncio mais inusitados foi que Gears Pop. Chegará em algum momento de 2019, a franquia de FPS da caixa ganhará uma versão mobile estilizada para os funkos cabeçudinhos que todos amamos. Gears Tatics foi anunciado para móbile e Gears 5 também foi anunciado, dando três vertentes para os fãs da franquia aproveitarem.

Chegando após “glitar” toda a conferência da Microsoft, Cyberpunk 2077 ganhou finalmente seu 1° sensacional trailer.

Mostrando como se faz uma conferência da E3, a Microsoft veio e deixou todos de queixo caído, desde os mais velhos da casa até os mais novos. Mostrando que sabe ouvir sua comunidade e trazendo títulos novos e relevantes para o console, sem deixar de lado os próprios dela. Desejo meu boa sorte a Sony para fazer melhor na segunda-feira. Lembrando que você pode conferir a conferência completa no vídeo abaixo:

O que você achou da apresentação? Diga nos comentários. E não se esqueça de conferir vídeo com resumo de todas as conferências que vamos trazer para vocês em breve.

Comentários
  • Deckard Cain

    Do Rock ‘n’ Roll a modinhas que doem os ouvidos, Devil May Cry 5 já começou bem mal, decepcionante. Kingdom Hearts 3 <3 depois de tantos anos eu já quase tinha perdido as Esperanças de ver algo novo da franquia, quem diria que um jogo com personagens da Disney seria tão amado e respeitado na comunidade gamer (que costuma ser bem chata e exigente), a Disney dominou o mercado cinematográfico, não duvido que KH 3 seja um de seus passos para dominar o mercado dos games também (não posso negar que adoraria um battle royale onde pudesse ser um mickey com uma arma :v) brincadeiras e teorias conspiratórias a parte, espero que com essas novas parcerias da microsoft com produtoras gere jogos mais diversificados e com histórias mais originais, pois assim como os filmes de heróis estão começando a ficar enjoativos com as mesmas fórmulas sempre (um ou outro foge do padrão), os games estão indo na mesma direção, lança 1 jogo bom que bomba, e vem mais 10 iguais a ele com pequenas diferenças (como os battle royales) e as pessoas se sentem obrigadas a ficarem trocando para cada um desses genéricos até enjoarem e vão direto para a próxima moda, sinto que se jogos e roupas fizessem um teste de DNA, descobririam que são parentes, por que nesse momento os comportamentos da sociedade perante os dois, diz que sim. Apenas minha opinião, nada mais que isso, e bom dia ^^.

  • Eduardo Jose de Andrade

    Então o novo Devil May Cry vai ser exclusivo do Xbox?

    • Matheus Chami

      Assistindo a conferência me pareceu que ele será só para a família Xbox.

      • ՟Shiroyashaˢᵃᵐᵃ՟

        Todos os exclusivos recebiam a certa frase antes dos trailers: “Exclusive” ou “Launch Exclusive”, que quer dizer, obviamente, exclusivo e exclusivo temporário. Já os multi-plataformas como o DMC 5, tinha a certa frase antes dos trailers: “World Premiere”.

        • Erivelton Freitas

          Não teve nenhum jogo lá anunciado como ‘Exclusivo Temporário’. O que o painel mostrou foi EXCLUSIVE (Ou seja, das plataformas Microsoft, que seriam o Windows 10 e Xbox) e CONSOLE LAUNCH EXCLUSIVE (que seria o lançamento de um jogo exclusivo para o console Xbox, ou seja, que não teria para Windows 10).

          Em nenhum momento houve menção a Exclusivo Temporário, e tão pouco, Launch Exclusive (Lançamento Exclusivo) deu a ideia de que seria temporário.

          • ՟Shiroyashaˢᵃᵐᵃ՟

            A própria MS já disse que “launch exclusive” é sim, sinônimo de exclusivo temporário.

          • Erivelton Freitas

            A Microsoft nunca disse isso

          • ՟Shiroyashaˢᵃᵐᵃ՟

            Meu Jesus Cristo, disse sim, meu amigo. Todos que assistem as conferências da Microsoft já deveria saber disso. Foi assim com Rise of the Tomb Raider, Black Desert e outros que não me lembro. A mãe Sony que nem separa os exclusivos dos exclusivos temporários, assim como o Crash, que eles já sabiam que iam sair para outras plataformas, mas não deixou explicito quando apresentou o mesmo na E3.

          • Erivelton Freitas

            Nós fóruns de Games por aí, muito se discutiu sobre isso, e a conclusão foi que os jogos intitulados CONSOLE LAUNCH EXCLUSIVE são jogos exclusivo do console, que não chegarão ao Windows 10 (PC). Sendo assim, vou seguir naquilo que acredito!

          • ՟Shiroyashaˢᵃᵐᵃ՟

            Bem, isso tem até sentido. Porém, desde de 2016 a Microsoft anunciou que todos os seus EXCLUSIVOS para a plataforma Xbox, também chegaria ao Windows 10. Tanto que na E3, os jogos que são apresentados como EXCLUSIVOS são grifados com “Xbox + Windows 10”, lembrando que é só os EXCLUSIVES, e não os Launch Exclusives.

          • Erivelton Freitas

            Sim, mas essa postura da Microsoft sobre CONSOLE LAUNCH EXCLUSIVE aconteceu pela primeira vez na E3 2018, porque na do ano passado não teve isso. Isso pode significar uma mudança de postura muito grande na empresa. Até porque, a Microsoft tem controle sobre as franquias da Microsoft Studios, e não necessariamente sobre jogos de terceiros que são lançados apenas para o Xbox. Ela não pode obrigar uma desenvolvedora a lançar algo para PC se ela não quiser.

        • Li Syaoranpoa

          Microsoft e suas mentiras…

    • V-Summer

      Não é exclusivo. Já foi revelado até a capa do jogo, na versão do PS4.

      Seria suicídio da parte da Capcom (que é japonesa) lançar o ele como exclusivo de Xbox.

  • ՟Shiroyashaˢᵃᵐᵃ՟

    Também queria ver o Scalebound nessa E3, juntamente com um novo Fable ou Sunset 2, porém a MS só revelou as mesmices de sempre.

    • Eduardo Oliveira

      Sunset era muito difícil vir já que a desenvolvedora dele tá envolvida no jogo do Spider pra PS4.

      • ՟Shiroyashaˢᵃᵐᵃ՟

        Sim, a insomniac tá totalmente focada no Spider. Talvez eles já tenham em mente uma Sunset 2 para ano que vem ou para outra geração.

  • Erivelton Freitas

    Foi uma boa conferência e só!

    Conseguiu desmistificar a ideia de que Devil May Cry 5 seria exclusivo do Playstation 4. No mais, faltou Fable 4 e o novo Perfect Dark. 18 Exclusivos dos quais a maioria eram DLCs de jogos já lançados e alguns outros menos empolgantes. Pior de tudo, além de Gears 5, Forza Horizon 4 e Halo: Infinite, a Microsoft ficou devendo Exclusivos 3A. Além do mais, o rumor da compra da EA (e dinheiro pra isso a Microsoft tem de sobra) não se concretizou. Em vez disso, ela comprou empresas que já eram parceiras dela há tempos, e que nem fazia diferença ou não. Nem a Bluehole que produz PUBG ela passou a mão. Tava ansioso para ver o Project 7 da Remedy, ou até mesmo um Quantum Break 2/Alan Wake 2, mas nem sombra. Se continuar desse jeito, próxima geração eu vou pro Playstation.

  • Pablo Soares

    quero uma nintendo que faça algo mais que mario e pokémon já que tocaram no assunto diversificação hehe