Esquadrão Suicida em setembro na HBO

Por Matheus Sousa em

Divulgação. © Warner Bros / DC Comics

No mês de setembro, a HBO estreia em sua programação um dos mais conturbados filmes provenientes das histórias em quadrinhos, Esquadrão Suicida (Suicide Squad), terceira produção no Universo Estendido da DC.

Amanda Waller (Viola Davis) está convencida que o governo americano precisa ter sua própria equipe de metahumanos. Para isso, ela cria o projeto do Esquadrão Suicida, onde criminosos são colocados para cumprir missões impossíveis. Se bem-sucedidos, as penas diminuem e recebem privilégios. Se falharem.. morrem. No momento em que Magia (Cara Delevingne), uma das “convocadas” por Waller se volta contra ela, caberá ao Pistoleiro (Will Smith), Arlequina (Margot Robbie), Capitão Bumerangue (Jai Courtney), Crocodilo (Adewale Akinnuoye-Agbaje), El Diablo (Jay Hernandez) e Amarra (Adam Beach) finalizem a missão de destruí-la e a suas ameaças.

Esquadrão Suicida estreia em 30 de setembro, às 22h, na HBO.

Comentários
  • Erivelton Freitas

    Nossa, muito tarde… Essa história da HBO Brasil priorizar sempre a Sony e deixar a Warner de lado por não ter ‘medo de perder’ esse estúdio em particular, está acabando com a seriedade da rede. As estreias estão desorganizadas demais. O Contador foi lançado nos cinemas cerca de 2 meses depois de Esquadrão Suicida e vai estrear na HBO cerca de 2 meses antes. É uma bagunça só essa distribuição da WB na HBO. Com os filmes da Sony não, são todos bem organizados, com claro, algumas raras exceções.

  • Davi

    Acabaram com o excelente filme do Ayer. Parabéns Warner, ficou com medo de se mater séria e apelou pra comédia como a Marvel.
    DEU CERTO, o que apenas condiz com o mercado atual. Qualquer coisinha que precisa pensar criticam, como os filmes do Snyder, e filmes simples com uma história divertida como Wonder Woman é sucesso. No caso de WW o filme é bom.
    Ainda espero versão do diretor pra Esquadrão. Quem sabe se o Gotham Sirens do Ayer for um sucesso eles deem esse agrado a ele e para nós também.