Exclusivo: PlayTV comenta sobre a saída dos animes

Por Nielsen Souza em

PlayTV logo

Divulgação. © PlayTV

Na semana passada, a notícia que a PlayTV estará deixando de exibir Bleach e Yu-Gi-Oh! teve uma grande repercussão na rede, deixando os fãs desanimados e ao mesmo tempo revoltados com a decisão. No anúncio publicado através do Facebook, o canal explicou que faria uma exibição especial dos dois animes ao longo deste mês, por conta do fim do contrato, ocasionando automaticamente a saída de ambos da programação.

Desde que a PlayTV começou exibir animes, o ANMTV sempre esteve muito próximo da direção do canal afim de estar sempre por dentro das novidades nesses acordos. Novamente, nós fomos atrás de um posicionamento oficial do canal, e explicaremos tudo a seguir.

Os animes vão sair da programação?

Infelizmente isso vai mesmo acontecer. Conforme já dito anteriormente, e agora confirmado de forma oficial pela PlayTV, o contrato de Bleach e Yu-Gi-Oh estão chegando na reta final do contrato, mas por questões financeiras, não serão renovados por enquanto. Inclusive, novas aquisições estão em vista pelo canal, contudo, ainda não será possível comprar nada novo.

O canal explica que a crise financeira e a falta de patrocinadores foram os principais motivos que impactaram nesta decisão, algo que fez uma grande falta nesta fase complicada. Apesar do futuro incerto, a PlayTV explicou que tem tentado buscar por alternativas para mudar isso, e que irá continuar se reorganizando para poder trazer novos episódios e/ou outros animes. Um prazo não pode ser dado no momento, pois isso depende de uma série de fatores que ainda estão em andamento.

Mesmo com todo esse cenário negativo, a PlayTV afirma que não pretende deixar de investir em animes, e destaca que sabe da importância deles para o público que acompanha o canal.

Como podemos perceber, a PlayTV, que é considerada a “salvadora” da TV paga por se arriscar a investir em animação japonesa num período em que os demais canais deixaram isto mais, ou totalmente de lado, não planeja abandonar o filão.

O público vai precisar ter um pouco de paciência e aguardar o desenrolar dos próximos capítulos.

Comentários
  • Seto Kaiba

    Só o esperado, e esperando a PlayTV não quebrar.
    Se conseguir sobreviver, espero ver a PlayTV raiz, aquele do tempo da Rede 21, do Otacraze, com animes mais sérios (mesmo mais antigos), com exibição semanal.

    Me dá tristeza de lembrar da antiga Rede 21 que tinha belas programações (de coisas da geladeira da BAND) e agora é só uma seita pseudo-cristã que se acha a igreja da salvação que comanda tudo… Tsc, tsc…

    • marcos stasiaki

      Religião vende mais que anime, principalmente em tempos de crise.

      • Eduardo Jose de Andrade

        Pros que tem fé confusa é verdade, e até Cristo ficou furioso quando viu que o templo de Salomão virou lugar de comércio (cof cof as atuais ”igrejas” evangélicas da tv cof cof)

    • Maria Júlia Santana da Silva

      Enquanto isso na Band, tiraram as séries da Nick nos sábados de manhã (ainda se mantém, só apenas em São Paulo, com apenas duas séries), e tiraram Os Simpsons do horário das 09:50 (segunda á sexta), para botar aquele Superpoderosas no lugar, sei não, Superpoderosas vai ser cancelado bem rápido e Os Simpsons irá retornar

    • Não consigo entender como esse canal ainda tá vivo, como é que a Band não percebe o estrago de que há anos o canal deles virou inteiramente um tapa-buraco e nenhuma novidade chega ao canal desde então?
      Quando eu me lembrar do estado da PlayTV, agora me lembro que o antecessor deles está numa situação ainda pior, mesmo que administrado por uma empresa que rende mais que a própria PlayTV.

  • Caio Martins

    Ridículo q tira os animes do ar so pra aumentar o horário do medalhão persa ,top game ,jóias vip e kpop decepcionante a play tv morreu pra mim esse canal esta destinado ao fracasso e a falencia .

    • Caio Martins e suas teorias conspiratórias… rsrs

    • Como se algum canal precisasse de animes para se manter.

      • Da forma que o Caio falou, não mesmo, mas o que tá atrapalhando mesmo é o fato do canal só tentar investir em nicho, isto é, animes que na sua maioria o pessoal só vê em fansubs ou animes que os canais compram usando o “fator nostalgia”, como é o caso de Yu-Gi-Oh. Sinceramente, não sei de onde eles tiraram a ideia de exibir um anime desses num canal daquele. Se a 4K Media ao menos tentasse trabalhar com uma versão sem censura do anime em vez daquela versão que a PlayTV e a Netflix exibiu, até faria mais sentido a aquisição.
        Agora acho que eles deveriam focar em algum título com menos episódios, pois do jeito que o canal tá não acho que ele vai sobreviver por tanto tempo apenas exibindo séries shonen de trocentos episódios.

    • Os animes vão sair porque o contrato expirou e o canal não conseguiu renovar ou adquirir novos animes. Será que isso não entra na sua cabeça dura?

      • Alguém tem que botar um megafone na cara dele pra ele finalmente entender o que a gente tá tentando em vão falar pra ele, só dizendo rs

  • Clelson Medeiros

    tirou animes pra colocar um programa de venda de joias, quem vai ver aquilo, jogou os animes tudo pra de manhã no domingo, não levo mais fé de animes na tv aberta ou tv a cabo.

    • Tirou os animes por contratos expirados. Nada mais que isso.
      Não são eles que decidem quando o anime vai sair, e sim o contrato. Se pudessem, continuavam deixando o anime lá, pois sabem que isso é o que grande parte dos telespectadores querem, mas não é assim que a banda toca. Os contratos não são vitalícios pra poderem exibir sempre que quiserem.

  • É incrível ver que o canal está quase desabando mas ainda não desistem. Porém, acho que deveriam dar uma pausa pra esses animes que compraram antes e tentar ir atrás de algum anime diferente, com menos episódios. A Televix por exemplo, possui diversos títulos nesse nível. Acho que um dos mais recentes deles, como Chain Chronicle, poderia ter um espaço lá.

  • Blu3s

    Não entendo é como outros canais voltados ao público jovem/adulto que concorrem de alguma maneira com a Play TV, como a nova MTV, VH1 ou mesmo o Multi Show não tentaram investir nem ao menos o mínimo também nesse tipo de atração durante esse intervalo de tempo que a Play TV exibiu Death Note, Naruto Shippu Den, Yu-Gi-Oh e Bleach. Tendo inclusive a primeira e o terceiro algum histórico de investimentos em atrações assim no passado. São canais voltados a cultura pop, e animes ainda tem lá seu espaço (mesmo que mínimo hoje).

    • Incrível é ver como a Globo exibia animes nos anos 90 e 2000. Além da TV Globinho, a Globo chegou a passar uns animes no Multishow nos anos 90. É incrível como eles não tentam investir mais no tema em nenhum canal deles (fora uns filmes que passam no Telecine), e pro Gloob usam desculpa de “violência”, mas se for “violência” de desenho ocidental [*cof cof* Ladybug *cof cof*], aí pode…

      • Era a época onde o pessoal estava mais preocupado em assistir do que em criticar ou dar palpite.
        Atualmente, além de já interessar apenas um nicho (em parte, por culpa delas mesmas, que acabaram com o costume de se ver esse tipo de conteúdo na TV), é meio arriscado exibir qualquer coisa, porque a patrulha do politicamente correto está mais efusiva e intolerante do que nunca.
        Os próprios otakus não ajudam muito sendo incomodamente e demasiadamente exigentes.

    • João Carlos

      MTV chegou a passar anime, mas foram bem poucos

      • Se comparar com o que a MTV italiana exibiu, são bem poucos mesmo.

        • João Carlos

          MTV alemã exibiu ate InuYasha

    • Eduardo Oliveira

      O público de jovens para adultos hoje em dia não se interessa tanto por esse tipo conteúdo, lembro que nos áureos tempos da MTV eles passavam South Park em rede aberta algo que hoje em dia é impossível, o público jovem hoje em dia quer sentar na frente tv e ver qualquer porcaria de Reality Show com alguma treta para acompanhar, não se preocupam em ver qualquer conteúdo informativo e ácido por puro preconceito e ignorância e por considerar apelativo sem ao menos tentar entender seu conceito, South Park faz sucesso mas até hoje sofre com a prepotências de um público que não entende sua mensagem, com os animes acontece algo parecido mas mais por conta da “violência” que “todos” os animes tem.

  • Nero ZeroX

    È triste ver um canal interessante como a PlayTv desabando….mas a meu ver é no geral, tanto o canal e fechado vem perdendo espaço junto a web e aos games, talvez por falta de investimentos, dedicação a um público específico, leis anti-propagandas (absurda Lei Anti Propaganda Infantil, cuja as opiniões se divergem se foi ou não abolida), o apoio a certos partidos políticos, enfim…Off.:Na minha casa, vamos desativar a tv a cabo, porém o que vou sentir falta na Play Tv é o Game Over, o BunkaPop, o Bleach…só não vou sentir falta do Glitch porque achei ele um pouco fraco em relação ao saudoso G4 e outro que o Luciano Amaral apresentava antes dele…

  • Fabricio Freire Ribeiro

    pra mim nem vale mais a pena ter tv paga, cancelei a minha em 2016 e nao sinto falta

  • Gabriel Hérisson

    eu estava imaginando que os animes da CR q iam pra tv iam ir pra esse canal, mas pelo visto, nao vai ser o caso

  • Marcelo Kirito

    É realmente uma pena.
    Espero que a Play Tv consiga sair dessa e recuperar os animes logo logo.

  • Não querendo entrar na paranoia política, mas isso é caso de policia… pro dono é claro! E está refletido negativamente no orçamento do canal.

    Ou paga os advogados ou investe em novos conteúdos; sem falar que o canal é pouco atrativo para os patrocinadores.

    • Evitemos política sim? Demais comentários relativos a isso não serão moderados.

      • Geo Hikari

        Em outras matérias daqui,vi até comentários citando políticos. Caso realmente não seja autorizado,peço desculpas para os moderadores.

  • Zen Ryo

    Juro que eu não quero parecer o sujeito sem fê que sempre aparece nas discussões,mas eu só quero lembrar que tanto a Locomotion quanto o Animax acabaram sumindo aqui no Brasil praticamente pelas mesmas razoes.
    Por favor,não pensem errado, claro que eu quero que o Play TV volte com os animes e que eles tragam novos,eu só estou comentando que caso as coisas não se resolvam ate junho desse ano,teremos que esperar pelo pior.
    De novo,eu peço desculpas por esse comentário negativo.

    • Temos que admitir que animes e desenhos não atraem mais o publico como antigamente. Dublagem é cara e demorada, eles não vão investir em material novo se ele não dá lucro o suficiente, resta passar reprises de desenhos e animes que todos já viram ou não se importam mais…
      Não creio que a gente vai voltar a ver esse tipo de programação como os dias de ouro nos anos 80/90 :/

      • pablo souza

        Discordo,o problema dos animes aqui é a forma de tratamento deles (na minha opinião). O Brasil é um dos países que mais assiste eles e conheço muitas pessoas que gostam, mas eles estão meio que presos a tv fechada, onde ou é todo censurado ou a emissora coloca num horário aleatório e mal divulga eles. Se uma rede de tv aberta grande passasse animes,eles renderiam muito mais, já que o público é enorme

        • W-chan

          concordo inteiramente. não é o conteudo, mas sim a forma como o mesmo é tratado. creio que quem gosta de anime vai assistir se o canal for organizado, fizer uma exibição decente e fiel e em horarios viaves, tendo outras opções, como horario pela manha, tarde e noite, algo totalmente possivel quando se trata de canal fechado, mas nao, fazem exibição porca, mal planejada e sem divulgação e querem audiencia e fidelidade dos espectadores. difícil………. bons tempos dos inicios dos anos 2000 com o toonami no CN……………. pena que nao volta mais………….

  • Tori

    Juntando a impopularidade (digo…muitas poucas pessoas sabem da existência do playTV), é meio difícil ter um futuro ali.
    Comparado ao Japão, que as pessoas ainda assistem televisão, Brasil só curte uma “plim plim” da vida e olhe lá.
    Se eles apostassem em largar de ser um canal “teen/ter pegada teen” e se jogar num modelo TV Tokyo da vida, eles podem ter futuro nisso, e fazer bastante parceria e marketing das parceiras.

    • Carlos Dimitrís

      mesmo a globo ta com crise de audiencia e ate ela ta se redendado a cultura otaku, vide um dos programas g+ do thiago leifet que ficou monstrando game play do canal do davy jones e falando de tokusatsu ou seja ate a globo ta dando espaço youtubers e otakus e etc… a tv no geral ta atirando pra todos os lados. enfim nao tem muito futuro. ; jovem quer saber hj de lol, youtube, cultura otkau tokusatsu, anime , action figures e etc..

  • Geo Hikari

    Parei de ver a PlayTV em 2016 e não me dá tristezas em ser noticiado sobre a saída destas duas series na sua grade sem nexo algum. Obviamente são devido aos contratos,que foram da Viz Media e que ha um tempo foram transferidos para a Televix,arruinando os custos de manutenção.

    A PlayTV pertence á Gamecorp,de aval do filho do já preso ex-presidente Luis Inácio Lula,e esta tal corporação é mais fraca que qualquer grupo de entretenimento terceirizado. Pensava que o canal teria sobrevida com a Sato Company ou com a Angelloti Licensing(o que garantiria Saint Seiya Omega na grade). Resta apenas uma nova companhia assumir a direção do canal,de forma que realmente passe a respeitar seu público nem que seja a mesma coisa existente na grade normal(cultura nerd,K-Pop,J-Pop e programas apresentados por ex-cantores de bandas de Rock indie),e que haja um anime novo que dê sucesso.

  • Eduardo Jose de Andrade

    A play tv tem que sair dessa pegada teen/malhação, e se tiver vendendo horário pra alguma igreja (Evang#lic@) tem que parar, reformulação total, não estou pedindo pra play tv virar um animax ou tv Tokyo da vida, mas um canal sustentável.

    • Alice

      O trabalho Cristão dos Evangélicos é incrível. Se o horário é vendido, então faz mais sentido, falar mal somente da emissora. Na verdade, os verdadeiros culpados são as distribuidoras e empresas base (TV Tokyo, Fuji TV e seus estúdios), que comercializam os animes com extrema burocracia e preço elevado. Além do preconceito de empresários desinformados. A PlayTV se esforçou, por isso ela merece respeito de todos nós.

      • Eduardo Jose de Andrade

        O ponto que eu critiquei das igrejas evangélicas é que no meio do culto eles pausam pra vender toalha santificada, livro santificado, até travesseiro santificado! e eu creio 102% se Jesus voltasse à terra e visse isso diria que é errado, tanto que ele ficou com raiva quando o templo de Salomão/igreja virou comércio (veja o vídeo do Nando Moura ”filme do Edir Macedo é um sucesso” e do tio Lu sobre o filme do Edir Macedo também, e eu conheço evangélicos que não são fanáticos e são contra o modo de pregar que esses pastores famosos fazem que é por $$$), e a play tv não tenta estudar ou achar outros meios de se manter financeiramente, e por isso prefere o modo mais fácil que é vender pra uma igreja evangélica, o canal devia era se reformular e criar uma identidade própria (e ter por exemplo informeciais da polishop ou horário pra igreja pra sustentar o canal não ajudaria na imagem) e assim investir em animes ou programas que atraiam os jovens.

  • Igor Lucas

    Quem vai sentir falta? Kkk

    • Quem assiste e acompanha o canal vai com certeza. Não é só porque é um dos canais menos assistidos da TV paga que ninguém o assiste.

  • Léwow

    Ja ouvi essa conversinha varias vezes por muitos outros canais eu não acredito e mais em nada rs

  • Caio Martins

    isso no q da fica reprisando 2 semanas seguidas o mesmo episodio 6x por semana

  • Segundo

    Esse canal ainda tá respira com ajuda de aparelhos… vão tirar os animes, e o que vai restar? programas de videoclipes? Deveriam aproveitar ainda o pouco público que resta e que ainda acompanha animes pela tv para aproveitar e investir nisso, claro que o canal precisará de patrocinadores para isso dá certo. Mas me diga, como um canal desse com a imagem granulada e com uma programação cheia de reprises vai conseguir algo? Dificilmente. O destino dele? Todos conhecem, olha só o Animax, Locomotion, entre tantos outros…

  • Alexandre da silva

    e uma pena, queria como era antigamente quando conseguiam investir mais

  • King César

    Foi a PlayTV ou a Claro que pagou pela dublagem de Naruto Shippuden?

    • A Viz Media costuma ela mesma mandar dublar e revende por um preço maior.

      • King César

        Ata

  • Kevin de Paula

    Levando em consideração os últimos acontecimentos, não é de se espantar que eles não tenham mais dinheiro pra bancar os animes.

  • yeux

    Alguém, por favor, inventem algo que substitua a palavra “ingrato”. Porque estou achando até elogio, para os que estão detonando a PlayTV.

    A PlayTV não tem obrigação de passar animes ou qualquer outra coisa. Muito menos perder todo o seu dinheiro na compra e renovação de animes, que são caros, inclusive em emissoras maiores, que, aliás, não dão a mínima para nós.

    Vamos crescer? Já está na hora.

  • Antifascista

    A PLAY TV TA PRECISANDO URGENTEMENTE DE LANÇAR UMA VERSÃO HD DO CANAL

  • Aleksandro

    Pelo menos podiam falar essa programação especial dos animes, hoje fui ver Yu-Gi-Oh! e estava uns 5 episódios adiantados, assim também fica difícil né….

  • Rafael Nicácio

    Compreensível o lado da PlayTV, é triste ver que quando os animes vão ao intervalo não há propagandas de patrocinadores, apenas anúncios de programações, isso já era esperado, depois de deixar Naruto Shippuden e ver constantes repetições de Yu-Gi-Oh e Bleach, sendo Bleach e Naruto sem suas dublagens finalizadas.
    É nítido que a PlayTV não está bem, até me surpreende ainda se manter de pé.
    Eu agradeço pois pude ver Bleach, Naruto Shippuden e Death Note através do canal, vms torcer que as coisas melhorem e que no fim os animes voltem a programação.

  • Alice

    Você não pode generalizar. Porque quando você diz “evangélicos” ou “igrejas evangélicas”, tu acabas passando a ideia de que todos os grupos Cristãos Evangélicos são iguais. Assim como nem todos os “católicos” representam o Catolicismo, nem todos os “evangélicos” representam o Protestantismo. E esse raciocínio se estende a qualquer ramo. A venda desse tipo de coisa, não é apenas condenada por Jesus, mas também por 99% dos evangélicos.

    PlayTV
    Infelizmente toda TV depende de patrocínio. Mas seria preciso conhecer todos os problemas internos da emissora, para poder criticá-la negativamente.

    • Eduardo Jose de Andrade

      Realmente me pareceu que generalizei mesmo, erro meu, mas a play TV tem o fator político que atrapalhou ela…..

      • Alice

        Pode ser apenas uma fase. Vamos torcer por notícias boas futuramente!

  • O mercado publicitário ainda tem um certo estigma com animes.
    E o próprio canal já não ajuda, não sendo relevante e atrativo para eventuais interessados em anunciar na programação dela.

    É por isso que não consigo confiar na Rede Brasil, já que ela também não está numa situação tão melhor assim do que a PlayTV em audiência e faturamento, pra ficar investindo nesse nicho.
    Ela também dá a impressão de que a qualquer momento vai puxar o freio.

  • Luciano Gilgamesh

    A PlayTV está assim não é de hoje,canal virou um lixo!Não tem dinheiro e não tem patrocínio porque o Socio do canal o Lulinha pegou toda a grana do canal pra pagar o advogado pro Papai preso!!!!Ahhh vai a merda esse canal!Devia chamar PlayPT isso sim!E agora esse lixo só tem programa do TopGame e de vender Joias pra as véias que ficam comprando essas porras pela tv.Espero que quebre logo esse canal petista!

  • W-chan

    Ainda me pergunto pra que pagamos uma fortuna todo mês de TV a cabo…………….