Exclusivo: prévia dublada de Megalobox e comunicado da Lança Filmes

Por ANMTV em

TMS Entertainment / Divulgação

A estreia do anime Megalobox nos cinemas causou mais uma vez uma grande polêmica entre os fãs dos animes no Brasil por conta da dublagem, realizada num estúdio de Minas Gerais com atores desconhecidos. Tal fato é sempre motivo de polêmica, geralmente ignorado pelas empresas, que continuam enviando seus conteúdos para estúdios desconhecidos ou de fora do Brasil, como Miami e Argentina, e não se preocupam com os apelos do público.

A Lança Filmes, empresa responsável pela maratona de Megalobox nos cinemas, decidiu se pronunciar sobre o assunto. Confira abaixo a declaração da empresa enviada ao ANMTV a respeito do alvoroço causado pelo lançamento:

Nosso objetivo primordial com estre projeto é trazer para fãs de anime do Brasil conteúdos no cinema que muitas vezes são excluídos, pois acreditamos que todos mereçam ver um conteúdo de seu interesse na tela grande. Acreditamos que a série MEGALOBOX mereça ser homenageada com a maratona na tela grande, onde os fãs possam junto torcer e se emocionar novamente com a série. A sessão irá ocorrer nos dias 18 e 19 de fevereiro com exclusividade pela Rede Cinépolis. Esperamos poder contar com todos aqueles que ainda queiram compartilhar essa experiência única nos cinemas e que sigam acompanhando nosso trabalho!“.

A Lança Filmes também enviou com exclusividade para o ANMTV uma nova prévia dublada em português com cenas inéditas do anime. Assista:

E por questões contratuais, a maratona de Megalobox será realizada apenas com opção de dublagem em português na rede de cinemas Cinepólis nos dias 18 e 19. Na Netflix, a estreia do anime acontecerá em março.

Comentários
  • Elias AinsWorf

    Essa dublagem está Horrível, Péssima e totalmente podre !
    Já cancelei minha ida ao cinema com uma dublagem medíocre e podre dessas não dá para entender como optam por estúdios de 5 categoria com ótimos estúdios no Rio de Janeiro e São Paulo Capital

  • William Vaz

    Não esclareceu fezes nenhuma

    • Kira

      Olha só, os minerinho Dublando. Por essa não esperava.

  • pg

    como de costume nesse tipo de situação,não falaram nada sobre a dublagem nesse pronunciamento…

  • Blu3s

    APENAS com dublagem, e quem não gostar da dublagem que se dane né? Estão pedindo para terem prejuízo, ainda mais depois da polêmica que ela ocasionou.

  • Elias AinsWorf

    Dublagem Muito RUIM

  • Matheus Santos Xavier

    Falou, falou, falou, e não falou NADA sobre a dublagem.

    Resumindo: É essa merda mesmo, aceita e chora, me da seu dinheiro no cinema, caso contrário, vou simplesmente falar que animes no Brasil são um fiasco e tirar o meu da reta.

    • Ao

      Ta melhor do que o de Curitiba.

      • Matheus Santos Xavier

        Pra mim pau a pau kkkkkkk

    • eu mesmo não vou ver primeiro eu já vi legendado e segundo tou sem grana pra gastar com coisa que eu já vi então estou fora

    • Thomas Hankock

      Resumiu bem Matheus.

    • Captain Onigiri

      Reclamando o povo que nem iria se tivesse dublagem top de linha…. pois já viram tudo na Crunchyroll ou no Piratex.
      Essas empresas novas erram …. porque perdem bons dubladores fazendo isso, eles tem que aprender que a dublagem para agradar a todos, tem que colocar esse novatos no meio de dubladores consagrados…. ai o resto não fica de mimimi, tendo um bom diretor administrando eles….. se coloca tudo novato em uma só, recebe essa avalanche de critica na maioria com um só ”adjetivo de definição”, acaba desmotivando alguns que estão por la……ainda mais se as empresas são fora do ambiente acostumado do povo, como São Paulo e Rio de Janeiro. Claro que fica difícil o deslocamento dos grandes dubladores para esse locais….

      • SaintARMOR

        Os polos fora do eixo costumam pagar mais barato. Por isso é praticamente impossível o deslocamento de dubladores consagrados para tais lugares. Campinas e Miami são aparentes exceções à julgar por alguns acontecimentos recentes, mas Belo Horizonte, POA, Curitiba e cia parecem seguir esta regra.

        Nunca um Wendel Bezerra ou Guilherme Briggs da vida se deslocaria de Rio ou São Paulo para dublar em Belo Horizonte e ser pago com 80 reais à hora, quando em seus estados de trabalho de origem eles recebem mais um valor no mínimo mais de 50% maior do que este.

        • Matheus Santos Xavier

          Na verdade pode até acontecer se for um trabalho para a delart/unidub, visto que ambos são amigos.

          Mas teria que ser um caso muito absurdo pra acontecer kkkkkk

      • Matheus Santos Xavier

        Eu não iria mesmo, pois aqui não tem cinepolis, se tivesse, eu daria um jeito de ir a todo custo.

  • claudio

    Ouvi fala que dubs de sp e rj sempre pra cinema se paga 3 vezes cada hora dublada comparado a tv, stream e homevideo que é menos custo. Será que isso pesou pra o estudio do RJ contrata outro estado e escolhou novatos dubs em Minas que talvez sem drt e que seja pago menos de 1 vez pra cinema a maratona nos episodios do megalobox .

    • Eduardo Jose de Andrade

      Claro que quando não é dublado em SP (exceto Campinas) e RJ, é porque estão querendo economizar.

    • Yellow Hair

      Warner Bros games do Brasil costuma fazer isso com dublagens dos jogos da EA e Bethesda boa parte das vezes

    • SaintARMOR

      DRT eles tem. Outras coisas é que faltam.

      No mais, o salário de dublador em Minas Gerais é de cerca de 80 reais/hora. No Rio e em São Paulo é 125 reais/hora. É óbvio que houve economia.

      • claudio

        Esse valor e pra outras midias tv, stream, homevideo. Só Pra cinema seria triplicado 125 x 3 = 375 x 4 horas de 12 episodios de 20 minutos = 1.500 reais cada dublador protagonista e antogonista, e contando mais os figurantes, vozeiros recebe menos da metade acho seria 55 reais cada. Obs; se dublador coloca falas com pouco tempo menos de 1 hora tipo abaixo 59 minutos e considerado 60 minutos ou se for 61 minutos e considerado 2 horas pelo pagamento ao dub e isso vale em estudios serios conhecidos pelos muios dubs veteranos que dublam. Em outros lugares pouco conhecidos e quase desconhecidos os estudios e tem mais dubs novos já não sei como é a pratica do pagamento que deve ser menos custo a dublar.

        Então foi isso que a bravo estudio deve ter posto o elenco em outro estado pra não pagar três vezes mais com dubs mais tempo experientes em rj e sp , e acho se anime não fosse pra cinema e ficado só no netflix e talvez teria dubs cariocas conhecidos.

  • MeGaNiNjA

    Pra falar a verdade ta melhor que campinas e de muito estúdio de SP que a galera acha que é de “Qualidade”

    • Tadokato

      isso tá quase a mesma merda que a de Campinas, mas Campinas ainda tá muito superior, queria eu que isso fosse de Campinas, não de um estúdio literalmente desconhecido de Brasília ou Minas Gerais, Dubbing Campany pelo menos fez coisas como Violet Evergarden, La Casa de Papel, que pelo menos dá pra assistir

      • MeGaNiNjA

        como que tá a mesma merda? a mixagem ta melhor,as vozes foram bem escolhidas e conseguiram até colocar a musica original sem deixar aquele vazio de mixagem estranho que alguns estúdios tão fazendo hoje em dia, faz tempo que não via dublagem assim

        talvez (por influencia do meu pai) eu foque mais na mixagem das dublagens do que na atuação ou como a fala encaixa em si, mas nisso não pecou

        • Blu3s

          Tem uma explicação para essa mixagem. Ela foi feita pela Bravo Estúdios, do Rio de Janeiro, conforme uma notícia daqui mesmo. Esse mesmo estúdio que também trabalha com dublagens, PODERIA ter feito junto a dublagem, mas ao invés disso tinham que querer “baratear” o negócio jogando para Belo Horizonte.

          • MeGaNiNjA

            pode ser isso, até por ser uma boa se esse estudo dublar a versão melhor que essa

        • SaintARMOR

          A mixagem foi feita na Bravo Estúdio no Rio. De fato está boa, mas este não é bem um mérito do estúdio mineiro.

          E sinceramente, eu não sei de estúdio nenhum hoje em dia que deixa “vazio de mixagem”. Coisas assim eram comuns até uns 20 anos atrás, mas não hoje.

          • MeGaNiNjA

            repara em algumas dublagens (originai vs dublada) como hi score girl por exemplo, tu vai ver que as vezes não tem barulho de fundo, não tem falas de personagem de fundo, não tem som de musica ou ambiente ou até mesmo algumas coias ficam incompletas nas falas

          • SaintARMOR

            Isso é invenção sua. No máximo, as vezes os vozerios são menos expressivos do que deveriam, mas hoje em dia não existe isto de retirar músicas de fundo e sons ambiente que já existem no M&E.

          • MeGaNiNjA

            será mesmo? já tou acostumado em ser mal entendido mesmo então se tu não acredita não posso fazer nada mesmo…

          • SaintARMOR

            Sim, é isso mesmo.

  • Carlos Neto

    Deveria ser crime anime bom ter dublagem fuleira como essa, e aliás quero ver quem vai assistir isso no cinema

  • Carlos Neto

    Que dublagem horrível

  • Carlos Neto

    Que isso não aconteça com Boku no hero

    • gfh

      Sato Company disse estar negociando com os melhores estúdios para o filme de Boku no Hero, então ruim como a dublagem desse anime não vai ser (espero).

      • Blu3s

        É esperar para ver o que essa empresa entende como “melhores estúdios do Brasil”, e torcer para o entendimento deles estar correto.

  • Bruno

    >textão autoexplicativo da empresa enchendo chouriça falando nada com nada achando que vai tapear os fãs

    >finalmente a empresa falou sobre o assunto

    O flop vem!

  • Gabriel Campos

    A nota não disse nada com nada, ela contradiz a nota da empresa no youtube que diz que tomariam providências e nessa nota nem a dublagem foi citada, dando a entender que só a tela grande basta para ter uma experiência boa. Lamentável que a TMS tenha se sabotado desse jeito, pior ainda é a Lança Filmes ter adquirido sem se preocupar com a qualidade do que ”comprou”!

    • Elias AinsWorf

      A lança nada devia ter usado o anmtv de consultoria de preferência com o nielsen no comando, tenho certeza que a dublagem estaria melhor

      • SaintARMOR

        Quem tomou as rédeas da dublagem foi a TMS. A Lança Filmes é só uma empresa independente que trabalha com distribuição de filmes em salas de cinema. Culpe a TMS e a Bravo Estúdios, que ao invés de dublar o anime no próprio estúdio no Rio, preferiu terceirizar para um estúdio mineiro baratinho.

        • Elias AinsWorf

          Deviam nem ter dublado o anime se era para fazer uma coisa horrível dessas ,espero que daqui para frente este tipo de erro não aconteça NUNCA Mais

        • Elias AinsWorf

          Na minha opinião a culpa foi da TMS mesmo

  • Eita. Eu esperava um esclarecimento de verdade e no fim eles acabaram falando nada com nada. Agora pode se dizer que eles têm sim uma parcela de culpa… desse jeito vai ser difícil criar expectativas de outra série encomendada diretamente pela TMS e sair algo duvidoso como esse novamente.

  • lucas guida

    A declaração foi o mesmo que um belo de um NADA, não falaram NADA a respeito da dublagem e pelo jeito o anime vai ser exibido no cinema do jeito que está. Eles ficam falando que escutam os fãs mas no fim é tudo papo furado, se eles escutassem mesmo já estariam redublando o anime em um estúdio competente, mas ao invés disso fazem uma declaração mixuruca que para mim foi o mesmo que “vamos exibi-lo nos cinemas do jeito que tá e PONTO FINAL” (é a mesma coisa que foi quando o Pablo Zuccarino respondeu as perguntas dos usuários, falo que estão “cientes em ralação aos animes” mas no fim TÃO CAGANDO E ANDANDO PARA NÓS).

  • Tadokato

    cês tão sentindo esse cheiro, gente? esse cheirozinho de flop? pq aqui tá forte

    “decidiu se pronunciar”, p#rr@ ANMTV, nunca vi matéria tão enganosa como essa, me fez ler um texto pra merda nenhuma, não tem pronunciamento de nada aí, pelamor

    • Matheus Chami

      Este é o pronunciamento oficial da empresa, estamos apenas informando a declaração deles.

      • >”grande polêmica (…) por conta da dublagem”
        >”(…) decidiu se pronunciar sobre o assunto”
        >A distribuidora sequer mencionou a palavra “dublagem” no texto

        De fato, isso tá muito errado.

      • Tadokato

        basicamente eles estão so dizendo que eles querem trazer animes pro Brasil, pá, só, eles não se pronunciaram sobre a dublagem como diz na matéria
        “causou mais uma vez uma grande polêmica […] no Brasil por conta da dublagem, realizada num estúdio de Minas Gerais”, “A Lança Filmes,
        […] decidiu se pronunciar sobre o assunto.”
        eu diria pra passarem menos pano nessa coisas, mas né, tendo privilégios de coisas inéditas, fica difícil, não julgo.

      • concordo com a galerinha ai tá tomando aulas de texto com o omelete parceiro?

  • Tori

    A dublagem tá sem vida, vozes nada condizentes com os personagens e parece estar lendo um texto.
    É, eu esperava algo melhor.

  • Gustavo

    Foi o Pablo Zuccarino que escreveu esse comunicado?

  • José GOS

    Antes eles tivessem mandado pra Campinas, que faria um trabalho bem mais competente.

    • Blu3s

      OU não.

  • João Paulo Matos

    Acho que eu entendi, a Lança Filmes que providenciou o filme para o CINEMA, providenciou a dublagem em Minas Gerais. Já a Netflix vai fazer outra dublagem no Rio, pq já tá confirmado que a Netflix tá fazendo a Dublagem na Bravo desde novembro. Não precisam ficar com a bunda dando bute, que em Março nós vamos ter uma dublagem excelente na Netflix #apreciemaboadublagem

    • MeGaNiNjA

      tomara que a dublagem da neflix seja bem mixada como essa

    • Yellow Hair

      Eu só acredito vendo

    • Blu3s

      Até onde eu vi por aqui, a Bravo só foi responsável por essa mixagem, por isso que ela está boa. Duvido que a Netflix encomende outra dublagem para essa série mesmo vendo o prejuízo iminente que isso vai dar.

    • Gedravinsk

      Já corrigiram esta informação várias vezes aqui no site… a Bravo vai fazer apenas a remasterização e mixagem.

    • SaintARMOR

      A Lança Filmes não providenciou a dublagem. Quem de fato comissionou e investiu nesta dublagem foram a TMS em parceria com a Bravo Estúdios, que ao invés de gravar no próprio estúdio no Rio, resolveu terceirizar para uma casa mineira.

      E outra, de onde você tirou que a Netflix vai redublar este anime? Ela comprou a série com a TMS. A mesma dublagem que está indo aos cinemas será veiculada lá também se as coisas seguirem o curso natural. Netflix não vai redublar nada, amigo.

    • >dublagem excelente
      >Netflix
      Se você estiver falando em um a cada três animes…

  • Yellow Hair

    O estúdio que dublou parece que se chama BSB

  • João vitor

    eu nao vou falar mais nada…..
    só observo

  • Tales

    vou falar a verdade agora doa a quem doer não é porque uma obra foi dublado dentro do eixo rio e sp q quer dizer q vai ficar bom basta lembrar da segunda temporada de nanatsu no taizai q teve varias trocas na dublagem personagens mexendo a boca sem sair nem um som e vários outros erros na dublagem e também Net-juu no Susume q teve varias cenas cortadas na versão dublada e Demi-chan wa Kataritai q também teve varias cenas cortadas

    • Comparar as gafes dessas dublagens com as de Megalo Box é um tiro no pé daqueles…

    • Tadokato

      Net-Juu no Susume não teve nada cortado até onde eu sei, só se teve na versão pra TV.
      E mesmo que dentro do eixo nao significa que fique bem, pelo menos significa que vamos ter uma pequena noção de que tem grandes chances de ter ótimas atuações, ótima mixagem (como a da Bravo Studios), e fora do eixo é basicamente insegurança, não ter certeza se vai ficar bom ou não, tendo que estar preparado para o pior.

    • Blu3s

      Uma produção ser dublada no eixo Rio-São Paulo, ao contrário do que um certo usuário propaga em comentários flodados por aqui e em outros lugares, pode não ter a garantia de “dublagem de QUALIDADE”. Mas ao menos as chances de decepcionarem o público fã de produções dubladas é muito menor. Pode ser que essa dublagem de Megalo Box nem esteja tão ruim quanto as prévias estão dando a entender que está (ou pode até mesmo estar ainda pior), mas é inadmissível que tenham escolhido justo ESSE anime para correr esse risco. O público que é fã de animes e tem esperado há anos para ter mais acesso a produções de maneiras oficiais e dubladas, não aguenta mais ver as obras que esperam ou com potencial de virarem uma de suas favoritas, servirem de “laboratório” para um bando de profissionais semicapacitados brincarem de fazer um trabalho sério, enquanto se blindam de críticas sinceras e quase que ferozes do público manifestadas por meio da internet em espaços como esse daqui e outros.

    • SaintARMOR

      Cortes na versão dublada quase nunca são responsabilidade do estúdio. Eu não sei de onde você tirou que as versões dubladas de Demi-chan wa Kataritai e Net-Juu no Susume são cortadas.

    • uma boa dublagem faz toda a diferença colega manda pra unidab pra ver se num vai ter mil vezes mais competência tanto na escalação de vozes ou de qualidade técnica que essa piada ai

    • Yellow Hair

      Que cortes?

    • Pedro Santos

      Creio que você deva está falando da versão bluray né? Net juu no susume teve cenas extras na versão bluray e não “cortadas”, a culpa não é da dublagem e sim do diretor que resolveu fazer uma versão “final” nos blurays.

  • Pablo Soares

    Não achei ruim a dublagem, mas realmente faz falta uns fubladorss conhecidos

  • Maruseru Play

    O que eu queria ouvir:

    “Pedimos desculpas, pela dublagem que escolhemos, erramos e sentimos muito, porem vamos redublar ela no Rio de Janeiro, antes da estreia oficial na Netflix”

    O que eu ouvi

    “Vejam esse filme no cinema”

    Meu Lança Filmes vocês deram muita mancada, veja a Crunchyroll, mandou 3 animes pra Campinas, foi massacrada por criticas e sabem o que ela fez, mandou os proximos animes do lote dela para Rio de Janeiro e São Paulo Capital e rendeu elogios. APRENDAM!!!

  • Eu assisti os 7 primeiros episódios na cabine de imprensa para o ParsaGeeks que fizeram do evento na última quarta-feira, ainda vou fazer a matéria de como ficou, mas já adianto que a dublagem não está ruim não, além de ser uma boa iniciativa e diferente para os cinemas.

    • SaintARMOR

      Não dá para confiar que a dublagem esteja boa com essas vozes horríveis no técnico e no Sachio. Sem contar o resto do elenco que não é grande coisa.

      • Elias AinsWorf

        Queria o Mauro Ramos no técnico e o Enzo Dannemann no Sachio….

  • Rei Salah returns

    Tem muito mimi da galera, a distribuidora faz o favor de trazer esse tipo de conteúdo para o Brasil e ficam só criticando, a mesma maioria que nem vai no cinema assistir, vão ver copias piratas baixadas da net.
    A moda agora dessa geração é tudo pedir dublagem do Rio, como se a dublagem do rio fosse espetacular atualmente, vejo muito conteúdo com dublagem ruim dublado no rio, São Paulo por exemplo tem tradição maior em dublagem de animes e tokusatsu, a dublagem de Cavaleiros do Zodíaco, Jaspion, jiraya, pokemon e Dragon Ball Z são verdadeiros clássicos, unica dublagem marcante do rio para animes é yu yu hakusho. Mesmo miami tem algumas dublagem boas com a dublagem de South park, por que não dar uma chance para os profissionais de minas.

    • Sempre aparece alguém pra passar pano pra esse tipo de coisa com o mesmo argumento de sempre. Ou é “eles estão se esforçando”, ou é “as mesmas vozes de sempre” ou é “dar oportunidade pra outros dubladores”.

      Amigo, o problema não é e nunca foi “dubladores novos”. O problema é o estúdio que está comandando a bagaça toda. A tal de BSB Studios que mencionaram num vídeo é de origem desconhecida, dizem ser um estúdio brasiliense, tem cara de estúdio mineiro, e sequer deram informações sobre o elenco. A mixagem apesar de estar boa não se pode dizer o mesmo da atuação (os dubladores em geral recebem bem menos que os do eixo carioca). E quando não dão mais detalhes sobre o paradeiro não significa que coisa boa virá.

      Defender ou ignorar esse tipo de situação não é algo bom a se fazer. E não adianta falar que eles estão “se esforçando” se nem foi eles que pagaram a dublagem e sim a produtora do anime.

      • Elias AinsWorf

        Realmente este caso foi lamentável e já cancelar maratona para ontem, pois com uma dublagem porca dessas não dá

    • SaintARMOR

      Belo Horizonte ainda é um polo menos ruim do que Curitiba por exemplo, mas continua aquém do que é feito no Rio ou em São Paulo. Nisto de dar chance, surgem trabalhos como Fate/Apocrypha, vide o que aconteceu em Campinas poucos anos atrás.

  • Rafinha

    Queria dizer algo sobre essa dublagem que é feitas em casas não tradicionais só que cada vez mais vejo que é inevitável reverter situações como estas.

    O Poder do dinheiro esta corrompendo a alma dos dubladores. estes dubladores de campinas, Minas Gerais e Curitiba deve baixar a crista e serem humildes, buscar melhorarem em ir em um cursos ou coisa do tipo pra buscar elementos importantes como interpretação, saber articular bem o som de cada silabas das palavras e focar em ter um sotaque neutro assim como os jornalistas de jornais importantes nos horários nobre da TV.

    Mas parece que os dubladores novos do mercado só querem fazer uma dublagem, ganha sua merreca e tchau!! Dana-se a repercussão que isso causará. eles poder liderar o mercado passando até as casas de dublagens da argentina ou de Miami. mas essa gente não tem garra e nunca farão uma dublagem de vitrine para atrair clientes por indicações de fãs que consome o material áudio visual de tal casa.

    • SaintARMOR

      Em Campinas ainda tem gente que pelo menos trabalha em São Paulo capital. O mesmo vale para Miami se considerarmos que alguns dubladores daqui se mudaram para lá nos últimos anos. Mas BH, Curitiba e etc são uma lamentação mesmo.

  • Blu3s

    Parece que é na verdade de Brasília, e há inclusive um aeroporto com esse mesmo nome.

    • SaintARMOR

      Parece que a Lança Filmes creditou um estúdio errado. A dublagem é claramente mineira.

      • Blu3s

        Com a avalanche de críticas que estão acontecendo em torno desse investimento, duvido que qualquer envolvido, assuma os devidos créditos e responsabilidades por essa dublagem porca.

  • Vinicius Berger

    Po, ficou MUITO legal essa fandub…
    …mas a dublagem de verdade sai quando?

  • Thomas

    Às vezes não dá pra entender porque essas empresas querem passar a impressão de estarem fazendo “um favor” para nós trazendo ao Brasil, com um trabalho porco como é feito.

    É por isso que quando o pessoal fala “ veja o oficial para ajudar a indústria” e coisas similares, eu fico com receio até sair o resultado final. Não fazemos caridade, pagamos por um serviço e queremos bem feito e quem fez um trabalho ruim com o intuito de economizar e lucrar mais que fique com o prejuízo.

  • Nero ZeroX

    Este problema em relação a qualidade da dublagem, não exclusividade nossa, já li em sites estrangeiros,em especial os norte-americanos que muitos reclamaram da dublagem de vários desenhos,animes e afins como Gundam e outros, em que um estado dubla melhor que outro, a troca de dubladores de uma temporada pra outra e afins…Off.: Toda vez que vejo um artigo assim lembro da polêmica envolvendo a troca do David Hayter (Solid Snake, Big Boss) por Kiefer Sutherland (Jack Bauer) em MGSV:GZ/PP…ou da troca do dublador do Leon em RE em um dos games da franquia…pouca gente sabe que o trocaram o dublador do Megaman X (várias vezes, em X4,X7 e MCVI), do Zero em MVCI (dublado atualmente por Johnny Young Bosch/o Adam de PWR)…

    • SaintARMOR

      A diferença gritante é que na América do Norte, esses estados que costumam dublar Gundam por exemplo, já possuem no mínimo duas décadas de tradição em dublagem.

      No Canadá em Calgary e Vancouver, e nos EUA em Nova York, Califórnia e Texas já existe tradição de relativa longa data em dublagem, no mínimo 20 anos.

      Aqui no Brasil, apenas Rio e São Paulo possuem tal tradição. Nenhum dos outros polos possui. Em Curitiba se dubla há 3 anos, em Belo Horizonte há 12, em Campinas há 8, e assim por diante. Não dá para pôr em plena competição com profissionais de mais de 30 anos de mercado no Rio e em Sampa.

  • C’

    Por que eles investiriam em dublagem cara, se o anime sem fama no Brasil é uma jogada arriscada e pode não trazer retorno suficiente?

    Como vamos ter mais polos com experiência em dublagem se todo trabalho for enviado pra Rj ?

    Críticas são boas, pra que esses estúdios de dublagem sejam pressionados a melhorar.
    Mas sejamos racionais, dinheiro é o que decide essas coisas.

    Não iam gastar dinheiro com estúdio consagrado, na dublagem de um anime que não é famoso no Brasil.

    • SaintARMOR

      “Como vamos ter mais polos com experiência em dublagem se todo trabalho for enviado pra Rj ?”

      Dublando documentários e reality shows da TV Paga. É o melhor caminho.

      • Elias AinsWorf

        Exato Saint Armor isso que você falou define tudo estes polos ruins deveriam ficar restritos apenas a dublagem de documentários e reality shows e deixar os Animes somente com Rio e São Paulo Capital em casas decentes

      • C’

        A premissa não está errada.

        Mandaram para dublar em estúdio renomado? (não é por ser em rj que é bom)
        Se sim, isso só quer dizer que eles resolveram arriscar. Valeu a pena?

        Não sei, pra saber é só observar se eles continuam investindo em estúdios renomados para animes desconhecidos.

        Não é toda empresa que está disposta a arriscar. É um risco a mais.

        • SaintARMOR

          Já houveram duas levas de animes em maioria dublados na Som de Vera Cruz e na Wan Marc. São estúdios renomados.

          Duas levas. Significa que deu certo na primeira, e continua dando até o presente momento.
          Valeu a pena. Sua premissa ESTÁ errada.

          Animes de pequeno alcance se comparados com Megalobox, como In Another World with My Smartphone e Interview with Monster Girls foram para Som de Vera Cruz e Wan Marc, e isto depois de já terem dublado Kobayashi-san Chi no Maid Dragon, Youjo Senki, Black Clover e outros títulos nestas casas.

          O problema da TMS para dublar Megalobox não é falta de dinheiro, definitivamente. Eles poderiam ter mandado dublar no Rio ou em São Paulo sem dificuldades.

          • C’

            Interessante, quer dizer que deu certo para eles.

            Minha premissa não está errada, pois ela não é:
            “é impossível lucrar investindo em animes não tão famosos”,

            minha premissa é:
            “dado que existem estúdios mais baratos, investir em um mais caro é um risco a mais.” e ponto.

            Que não é relacionado com falta de dinheiro, e sim com risco.

    • C’

      A premissa não está errada.

      Mandaram para dublar em estúdio renomado? (não é por ser em rj que é bom)
      Se sim, isso só quer dizer que eles resolveram arriscar. Valeu a pena?

      Não sei, pra saber é só observar se eles continuam investindo em estúdios renomados para animes desconhecidos.

      Não é toda empresa que está disposta a arriscar. É um risco a mais.

    • C’

      Se manterem sempre os outros estúdios em trabalhos nos quais não se exige qualidade, o que eles vão fazer?

      1- Investir na melhora de qualidade;

      2- Continuar no mesmo nível, já que eles já tem um nicho definido e o nome deles está associado a esse nicho, nunca sendo bem recebido nos outros.

      Pode acontecer, mas muito dificilmente o 1.

      Tem-se que entender, que ter mais estúdios de qualidade é melhor para os fãs.

      Quanto mais estúdios de qualidade existirem no Brasil, mais vale a pena para empresas investirem em dublagem de qualidade, Pois o preço diminui.

      • SaintARMOR

        A melhora de qualidade na dublagem brasileira fora do eixo RJ-SP é um processo lento que demorará ainda muitos e muitos anos. Quem sabe daqui à 10 ou 15 anos Curitiba venha à se tornar um bom polo.

        BH existe como polo de dublagem há 12 anos, mas eles nunca tiveram trabalhos muitos relevantes, ficando restritos à redublagens obscuras da TV à cabo e coisas do tipo.
        O problema é arriscar com um anime – que sim, é famoso e fez sucesso quando foi lançado – como Megalobox e dublar lá.
        Não é momento para se dublar algo desse calibre lá.

        A “lógica” que você propõe é errada, à partir do momento que, como eu citei anteriormente, a Crunchyroll, que é menor que a TMS, dubla seus títulos em estúdios de renome no Rio e em São Paulo.

        • C’

          Em nenhum momento eu digo que é impossível, digo que é um risco a mais.

          Ser um risco a mais independe de ter muito ou pouco dinheiro.

          Então, a dublagem da Crunchyroll não é um contraexemplo.

          Não sei o que você deve ter entendido, para achar que desbanca com um simples contraexemplo.

          “”BH existe como polo de dublagem há 12 anos, mas eles nunca tiveram trabalhos muitos relevantes, ficando restritos à redublagens obscuras da TV à cabo e coisas do tipo.
          O problema é arriscar com um anime – que sim, é famoso e fez sucesso quando foi lançado – como Megalobox e dublar lá.
          Não é momento para se dublar algo desse calibre lá.””

          Sim, concordei.

      • claudio

        Pra começa os estudios de minas, campinas , curitiba e novos tem que investir em mais elenco mesmo que seja gente novato e veterano que dá impressão que chama quem tem QI , e indicados por parente dos diretores e donos do estudio e acaba pessimamente em escala gente com voz de mais ou menos 20 anos em dublar personagens com mais de 40, 50, 60, 70, 80 anos de idade que tá acontecendo nessas dublagens desconhecidas faz tempo e faz com que não tem dubs idosos e muito idade de adultos.

    • C’

      Eu também queria que todo anime fosse dublado com a melhor qualidade possível.
      Mas isso é paixão, temos que ver o assunto com lógica.

  • Lucas Orlando Vasques

    Resumindo ela mandou um grande de um dane se

  • Eduardo Silva

    Eu não vou assisti e pronto prefiro ver legendado msm no conforto da minha casa e essa dublagem é um LIXO!!!

  • Lucas

    Até Minas Gerais tá dublando?? Esse pessoal quer dublar mesmo…

    Até meados de 2013, eu achava que dublagem era só em SP e RJ

    • SaintARMOR

      Fora do eixo RJ-SP, BH é o polo mais antigo do Brasil. Existe dublagem lá desde 2007.

      Mesmo em animes eles já tiveram alguns trabalhos antes, como Shin Mazinger Shogeki Z-Hen em 2015, e um pacote de filmes de anime que foram exibidos na HBO em 2013, entre eles Crianças Lobo.

  • Arturo Dukiewicz

    A dublagem em espanhol latino da Megalobox teve o mesmo destino que o brasileiro: uma empresa com práticas muito questionáveis (Kora International) foi contratada e, como resultado, temos um produto vergonhoso.

    • SaintARMOR

      Ao menos a Kora trabalha com atores conhecidos e de renome do México. Mesmo que tenha práticas ruins de mercado, as vozes ainda são conhecidas do grande público e possuem alguma bagagem.
      Um equivalente próximo em espanhol latino à dublagem brasileira de Megalobox seria se tivesse sido feita no Chile, na Colômbia, ou em Córdoba na Argentina.

      • Arturo Dukiewicz

        Sim, eles são atores reconhecidos, mas isso não funciona se Kora traduz e adapta o roteiro usando o Google Translator e com um pseudo-ator dirigindo a dublagem fazendo as vozes soarem horríveis e desiguais. A dublagem colombiana e chilena tem um certo peso e trajetória. Córdoba é o desconhecido que se aplicaria a este caso. Embora muitos não gostem da dublagem colombiana.

  • Ryukendo

    Podia ser pior, pelo menos esse pessoal parece ser muito mais competente que a galera de Yamada.

  • RX

    Ei dublagem fraca, sem sal, sem carisma, sem nada.