Japoneses apontam o que é mais importante em um anime

Por Matheus Sousa em

Divulgação. © Katsura Hoshino / Square / TMS Entertainment

Divulgação. © Katsura Hoshino / Square / TMS Entertainment

A arte de chamar atenção para que o público acompanhe determinada série, assista a um lançamento nos cinemas ou adquira um livro, vai muito além de uma boa estratégia de marketing. O histórico de quem produz material “X” em questão e pequenos meios para convencer que aquilo realmente vale a pena também são importantes, mas e no final, o que é mais importante para que você passe a desejar determinado produto?

Foi o que o site Rocket News 24 [via Shoujo Café] perguntou a um grupo formado por 194 jovens universitários japoneses no que se refere aos animes: o que é mais importante em um anime?

A pesquisa não discrimina a quantidade de mulheres ou homens do grupo, destacando apenas o que torna um anime interessante de se ver. O resultado você confere abaixo:

1. História (49%)

2. Personagens (25.8%)

3. Música (5.7%)

4. Realismo (4.6%)

5. Animação (4.1%)

O resultado para muitos poderá ser surpreendente, no entanto, as primeiras posições refletem o que em parte o público espera, uma história bem amarrada com personagens cativantes.

E para você, o que é mais importante em um anime?

Comentários
  • ՟Shiroyashaˢᵃᵐᵃ՟

    A animação deveria ser a 3ª coisa mais importante em um anime, só acho.

  • Fernando Martins

    Para mim o mais importante são:A História,os Personagens,e a trilha sonora,e Saint Seiya para mim,é perfeito nos três aspectos,A história é ótima,os cinco personagens principais são cativantes,e a trilha sonora é de arrasar!

    • Tiago Sousa

      Saint Seiya é perfeito no aspecto personagem? A obra não soube explorar nenhum personagem.

      Vamos ao protagonista Seiya, ele é um órfão nascido no japão foi separado da irmã quando foi enviado para treinar na Grécia. Quando retornou ao japão como cavaleiro buscou o paradeiro da irmã. Sua irmã foi encontrada por Marin, sua mestra, no final do arco de Hades. Até hoje não houve encontro entre os irmãos mesmo no atual arco Next Dimension. FIM.

      Se para você isso é exploração perfeita, não faz a mínima ideia do que significa explorar.

      • Fernando Martins

        Certo ,você deu seu ponto de vista,agora vou expor o meu:Seiya foi separado de sua irmã Seika,e foi até a Grécia para ser treinado para ser um Cavaleiro;Antes de ir ele pergunta a Mitsumasa kido,se ele reencontrara a sua irmã caso volte com a Armadura,obtendo a resposta afirmativa,Seiya parte para a Grecia;Ao retornar depois de seis anos,e sagrado Cavaleiro,ele procura Mitsumasa,mas sua neta diz que ele faleceu,então Saori propõe a Seiya um acordo,de que sua fundação encontrará a sua irmã caso vença a Guerra Galactica,motivado por isso Seiya entra em combate,ele é quase derrotado por Geki,e depois por Shiryu,mas motivado pela vontade de reencontrar Seika,ele vence os dois;essa era a maior motivação de Seiya,para não ser derrotado:reencontrar a sua irmã,mas a partir do momento que ele toma conhecimento de que Saori é Atena,ele praticamente “esquece” Seika e passa a lutar com o objetivo de proteger Atena que é o dever de todo Cavaleiro;Ao deixar os seus motivos pessoais de lado,e passar a lutar tendo como objetivo,A proteger Atena e a Humanidade,já não é um desenvolvimento em si?agora,concordo com você em relação ao sumiço sem explicação da Seika,ela realmente foi encontrada por Marin no fim de Hades,e no Prólogo do Céu,não tem nenhuma menção a ela,essa lacuna,realmente ficou;OBS:eu iria escrever também sobre os outros Cavaleiros de Bronze,mas desisti,porque se não meu comentário iria ficar do tamanho de um livro…

        • heero

          Esquece nada, a saga Seiya vs Hades começa com ele indo procurar pistas sobre Seika.

    • Musculoso

      Isso seria verdade se saint Seiya não tivesse mais furos do que uma peneira e um mal desenvolvimento de personagens(principalmente o seiya).
      Eu amo Saint Seiya , mas ele está longe de ser uma historia perfeita

    • Olha, eu sou apaixonado por Saint Seiya, mas eu sei muito bem que a obra tem erros (Ainda mais o anime, a Toei soube estragar e ainda criar até furos por conta dos fillers).
      Saint Seiya tem um ótima premissa sim, sobre os deuses, mitologia grega, ótimas mensagens sobre amizade… Mas ele não executa muito bem isso, seu primeiro arco é o melhor e eu gosto da execução dele, mas o de Poseidon é bem desanimador (Não considero muito o de Asgard), o de Hades começa muito bem mesmo, adoro a primeira parte, mas a execução da fase inferno e elísios são péssimos…
      Os personagens em si são interessantes e tem personalidade bem distintas dos outros, isso eu gosto, mas não muito mal explorados, até tem desenvolvimento de alguns sim, mas não são tão bem trabalhados assim, e o Seiya com o poder do protagonismo me irrita, odeio isso em qualquer obra… Sem falar que temos um tanto de personagem que não são explorados, por exemplo Jabu e os outros bronzes que só apareceram no início da obra e no finalzinho da saga de hades, kurumada ignorou estes personagens, até mesmo os Golds, DeathMask e Afrodite são personagens que eu gosto mas por conta do pequeno desenvolvimento eles são rasos demais e por isso o povo odeia eles…
      A trilha sonora eu devo concordar, é fantástica.

      • heero

        O que irrita é a maior parte dos otakus brasileiros dizerem que quando Seiya vence, é poder do protagonismo, depois de ele ter sido extremamente inteligente nas lutas contra Dragão, Urso, Lagarto, Touro e Cavalo Marinho, e não entendo porque odeiam o Máscara da Morte da série; se ainda fosse o do sexto filme…

        • Mas o Seiya tem protagonismo, ele é o personagem principal, ele está sempre presente, a série gira em torno dele, se para você o termo sobre ele apanhar muito e sempre levantar e vencer no final não é protagonismo? E o Seiya é o queridinho de Atena e ainda sempre tem uma mãozinha da armadura de sagitário para ajudar ele a venceu batalhas impossíveis. Temos também o fato de ele ser o único capaz de conseguir derrotar o hades, se isso não é protagonismo então eu não sei o que é…. Tantos cavaleiros de bronze/prata e ouro para lutar com os vilões e no fim sobra apenas para o Seiya resolver a bagunça (Ao menos em ND eles deixaram ele de lado, finalmente, mas ainda é forçado ele estar vivo como sempre).

          Legend of sanctuary?? Bom, mas o Máscara da morte é assim mesmo, essa ideia dele cantar veio do mangá mesmo, no mangá ele usa gírias de uma cantora idols, ele é fã delas, claro que no mangá é bem mais sútil. Eu gosto do MDM, ele tem uns ideias bem bacana, seu modo de agir e pensar, sua personalidade é bem interessante e diferente dos outros personagens, mas eu dou motivos para odiar ele, além de ter um desenvolvimento raso é sempre humilhado.

          • Tulius Alves

            Mas o Seiya não mata o Hades…MAS é o fator principal para que comece a desencadear certas coisas ali.
            O problema é que o Seiya só enfrenta os Bosses de cada arco:
            Ikki-Saga-Poseidon-Hades(ele não matou, mas…sozinho abriu uma brecha que quatro humanos e uma deusa não fizeram até então).Isso é extremamente previsível.

            E LOS não é o pior filme de CDZ….mas é uma historinha rasa e sem noção mesmo. Tatsumi diz: “-oi Saori,seu avó mandou te dizer que você é a athena,uma deusa, tcharam!!!” e ai começa o filme….porque seiya e cia protegem a suposta traidora?”- porque o vovó Mitsumasa disse para agente proteger uma princesa.”

            Quer dizer……é raso….raso demais…e isso é ponto de vista do modo reboot…pois tem os dois lados de ver o filme.Existem níveis de expressão…até em filmes famosos como velozes e furiosos você vê coisas bem rasas,gosto mas se você pensar direito tem muita coisa mas expressiva que aquilo.

          • Uh Tem razão, já nem me lembrava direito de como Hades foi derrotado (Se bem que no anime foi bem ruim com aquele monte de quadros estáticos).

            Hum, não acho LOS um filme ruim, na verdade os filmes de saint seiya são sempre bem fracos, só Abel e prolongo do céu que eu gosto de alguma forma…

          • heero

            A maioria dos protagonistas apanha, ruim seria se apanhasse e nem vencesse (Naruto). Nem sempre Seiya apanha, tem algumas lutas em que ele não se fere.
            Shiryu é o querido da Shun-Rei, Ikki, da Esmeralda e Shun, da June. Pégaso é o símbolo da imortalidade e no mangá Seiya sobreviveu quando Faraó tirou o coração dele, imagine se não sobreviveria a uma perfurada de Hades.
            Continuo sem entender porque o MDM da série é considerado ruim. Sempre humilhado não, deu trabalho para Shiryu 3 vezes contando com o terceiro filme, sendo que na casa de Câncer, Shiryu precisou da ajuda de Atena e Shun-Rei para vencer.

          • Sim apanha, mas o Seiya é um exagero extremo! Ou vai me dizer que é normal o Seiya sobreviver tanto nas 12 casas?? Ele apanhou muito do Saga e ainda conseguia se levantar e lembrando que o Saga retirou os 5 sentidos do Seiya, e pela lógica a pessoa estaria em um modo vegetativo sem se movimentar, mesmo assim ele consegue executar um monte de coisa, como caminhar, escutar a voz dos seus amigos, nem sei como ele conseguiu chegar na estátua de athena e levantar um escudo pesado. E Lembrando que ele fez isso após passar por inúmeras batalhas das 12 casas, ele deve ter perdido muito sangue por conta disso, ele lutou com o Aldebaran, apanhou muito do Aioria, apanha também para o Shaka, Milo usa agulha escarlate contra Seiya e lembrando também que ele estava se recuperando do veneno das rosas de Afrodite.

            Eu disse mais sobre Seiya e Athena porque ela é uma Deusa… Shiryu e Shunrei é o casal que mais aparece/ Ikki e Esmeralda foi no passado ele apenas fica lamentando ainda a perda dela/ Shun e June nem dá para considerar, não exploraram nada, ela apareceu em 1 episódio e o Kurumada sumiu com a garota. Viu acabou de dizer mais um fator para confirmar o protagonismo do Seiya.
            MDM não é ruim, ele apenas não é desenvolvido assim como todos cavaleiros de prata e ouro que foram mortos (Essa questão do humilhado é porque o povo fala que é humilhante ver MDM e Afrodite implorando para viver na saga de Hades). Não conte os filmes, acho aquelas ideias horríveis de utilizar o MDM daquela forma, faz parecer que realmente ele é maligno vendendo sua alma para um deus ruim, não cite os filmes horríveis.

          • heero

            Claro, ele queima o cosmo, que pode aumentar cada vez mais. Shaka tira os cinco sentidos do Ikki e ele se movimenta; Miro tira os do Hyoga e ele se move. Ikki ainda é o querido da Pandora; Hyoga, o da Eiri e da Freya.
            Se eu não contar os filmes, ainda tem duas lutas em que Câncer dá trabalho para Shiryu. Mas MDM é maligno, o sexto filme é que retratou ele como dançarino de boate. Se matar crianças e ostentar rostos das vítimas na casa não é ser maligno na série, não sei o que considera maligno. O Goku apanha tanto que nem abre o olho direito, de tanto que incha, mas não pegam no pé dele. O Seiya precisou menos da armadura de Sagitário do que o Ikki da armadura de Fênix que se regenera sozinha, o Shun da armadura de Andrômeda com corrente; e o Afrodite, das rosas.
            Saori é uma deusa que só fica sendo salva pelo Seiya e os outros, a maior parte do tempo, mesmo sendo uma personagem guerreira.

          • Não defenda o poder do protagonismo!! É exagero sim.
            Errado!! Quando o Shaka tira os 5 sentidos o ikki fica imóvel por muito tempo, sem se mexer e todo contorcido, depois fica caído no chão, depois do nada ele aparece atrás do shaka como se tivesse teleportado de suas chamas. Milo não tira os sentidos do Hyoga, a agulha escarlate ferroá o adversário e causa uma ferida superficial, mas a dor interna é extremamente imaginável, e ela ainda causa hemorragia, e isso tudo vai causar a morte física ou mental, e só com o último ataque que ele perderia a consciência e seus sentidos.(Deveria saber disso, o milo sempre narra tudo isso…)
            Ikki não é o querido de Pandora, nunca foi desenvolvido um romance entre eles, é outra personagem que teve um tempo muito curto, depois que os 5 bronzes batalharam ela confessou para o ikki que eles fizeram ela abrir os olhos sobre o calor de uma vida, ela ajuda o ikki para ir aos elísios e pede para o ikki vingá-la, isso não é ser querido da pandora. Sério mesmo que você vai usar Éris e Freiya que são duas personagens Fillers, não cara, para mim elas nem existem, ainda mais coisa vinda de filme…

            Mas o DeathMask não é maligno, ele só não tem um bom caráter, e não acho errado as ideia dele, tipo em uma guerra pessoas inocentes também são mortas nas batalhas, e ele matou as pessoas por acidente em suas batalhas (Mas é desnecessário colocar até as pessoas inocentes como troféu), se ele fosse mesmo maligno a armadura jamais teria aceitado ele (Só na batalha de shiryu que ele colocou seus ideias na frente da justiça, por isso ela o abandonou, até então a armadura o considerava). E pela Saga de Hades dá para perceber que ele se redimiu por este erro e ainda era um fiel cavaleiro de Athena (Isso é até mesmo confirmado na enciclopédia de saint seiya). E não dá para julgar muito, como eu digo, o personagem não é explorado, seu passado não é explorado, tipo como ele se tornou um cavaleiro, quando ele matou acidentalmente as pessoas e se ele se arrependeu por conta disso, ou foi ficando mais frio a medida que batalhava, são questões que não sabemos porque o personagem não foi desenvolvido e explorado.

            Eu pego no pé do Goku também, ele tem o extremo poder do protagonismo também, e só ele resolve as coisas (Tirando uma saga ou outra, como a do Cell), era para ele ser morto e passar o manto para o Gohan, mas o editor não permitiu isso.
            Comparação nada a ver essa de sagitários e fênix, são armaduras bem diferentes, todos precisam de uma armadura a do Ikki é bronze é fraca a única vantagem dela é que ela revive das cinzas, A armadura de sagitários é de ouro e mais forte e ela salva o Seiya contra o Aioria e na saga de Poseidon (Nos filmes é quase sempre hehehe).
            Não estou entendo sua comparações e porque está citando outros cavaleiros, todos tem uma armadura e um tipo de ataque (Shun inclusive é tão poderoso que nem necessita da armadura, ele é um dos bronze mais forte).
            Kurumada me desapontou muito nessa parte, era para Athena ser uma guerreira, na Saga de Hades ela só fica lá parada com a armadura (Em TLC eles mostram uma athena do passado lutando contra Hypnos e Thanatos e em Omega até mostra ela lutando com a Pallas, nesse quesito foi melhor que o do Kurumada).

          • heero

            Não defenda a birra contra o Seiya, do público otaku brasileiro. Seiya, Hyoga e Ikki alcançam o sétimo sentido, isso é dito no roteiro. Ou seja, está admitindo que o Ikki aparece do nada. Ou seja, no fim, Hyoga perdeu os sentidos, inclusive dá para ver pelo desenho do mangá que os olhos dele ficam afetados. Pandora acaricia as costas do Ikki e encosta a cabeça dela nas costas dele; romance entre eles não teve mesmo, só amor não correspondido por parte dela. Afrodite e Shura eram malignos e foram aceitos pelas armaduras. A cena em que Máscara da Morte se arrepende é meio forçada, ele nunca se importou com Atena e resolve que morrerá por ela. Falei do Goku porque a maior parte do público brasileiro o trata como sendo acima de críticas. Tudo a ver, armadura de Fênix que se regenera sozinha desde sempre é uma vantagem, armadura com corrente é uma vantagem, rosas são vantagem; e uma de ouro pode ser mais forte que de bronze, mas ter de ouro que não se regenera…

          • Então você não sabe a definição de protagonismo, melhor nem continuar essa discussão então.
            Ah pelo que lembro sim ele aparece do nada, surge chamas do teto atrás do Shaka e o ikki aparece lá junto com as chamas.. Hyoga perde sim o 5 sentidos quando o Milo perfura com a última agulha, mas ele caí no chão e fica lá, Milo reconhece seus esforços e para a hemorragia.
            WTF amor não correspondido? Eles mal se encontram, agora toda mulher que colocar a mão nas costas ou no cabelo de um homem quer dizer que sente amor por essa pessoa?? Nunca foi desenvolvido ou demonstrado que ela gostava do ikki, ainda mais nesse curto tempo que se encontraram, essas coisa de casal não passa de coisa de fãs que shippam casal que nem se desenvolve como ShunxJune, AioriaxMarin, IkkixPandora… Ao menos quando a pandora está morrendo perto do ikki ela não fala nada de amar ele e nem pensa algo assim na sua morte, pela lógica ela deveria pensar algo assim, ela só fala para o ikki vingá-la.
            Shura maligno? Não acho, no anime ele era um adorador de Athena, no mangá não tinha isso, mas mesmo assim ele reconhece Athena, ele era egoísta e achava que para conseguir as coisas tinha que usar a força bruta, mas quando Shiryu usa o último dragão ele reconhece Athena e salva o shiryu, não sei se dá para considerar ele sendo uma má pessoa, tá mais para caráter mesmo, ele acreditava que poderia transformar o mal em justiça (Grande mestre).
            Afrofite também, ele inclusive disse que reconhecia o mestre do Shun, mas como ele desconfiava do santuário ele foi ordenado a matar ele, e o Dite era orgulhoso demais para admitir seu erro. E tanto shura, quanto MDM e Afrodite se pronunciaram que não era malignos, eles apenas acreditavam que os ideais da força bruta e justiça do grande mestre era a coisa correta a se fazer, mas no fim eles sabem que erraram.
            Goku é insuportável, até que no início eu gostava do seu desenvolvimento, mas hoje virou uma coisa absurda de exageros e protagonismo…
            Se for para parar para pensar assim toda armadura tem uma utilidade diferente, do dohko tem as 12 armas para os cavaleiros, sagitários tem o arco e flecha e asas… Entre outras armaduras. Agora não me recordo mas acho que a armadura de fênix não se regenera Instantaneamente, se fosse assim ela sempre se recuperaria já que tem batalhas do ikki que ela não volta na mesma hora, como a do shaka ou em hades, e também não é como se fosse grande vantagem, a armadura de fênix deixa o abdomen desprotegido, ou as partes baixas, e se ela é fraca ela vai quebrar novamente, como na luta contra seiya que ela regenera mas seiya quebra ela novamente com um simples meteoro de pegasus e perfura seu peito ou no mangá quando ele consegue a armadura de fênix e o shaka surge perante ele na ilha da rainha da morte e em um simples ataque destrói a armadura. Bom, ouro não é tão fácil assim de se quebrar e elas tem mais proteção, e todas as armaduras podem ser recuperadas com o sangue, a vantagem da de fênix é que pode se recuperar no meio de uma batalha, como na do seiya, mas mesmo assim, ela é fraca e pode quebrar novamente, e ela não se recuperaria no mesmo momento então daria para o adversário machucá-lo antes da armadura reviver.

          • Gabriel

            não é bem verdade. O próprio Toriyama que acreditava que o Gohan não
            tinha potencial suficiente para ser o protagonista e resolveu voltar com Goku

            Toriyama pretendia fazer do Gohan o protagonista mas mudou de ideia. Não
            foi por influência do público que ele deixou o Goku como protagonista.

          • heero

            Estou falando de poder de ação e tenta usar romance, como exemplo de protagonismo… Aliás, se June aparece pouco, Mino na saga em que Seiya enfrenta Hades, no mangá, aparece menos; na saga Seiya vs Poseidon, Mino nem aparece.
            A lógica é que o protagonista tenha mais destaque que os outros, não que vire coadjuvante da própria história, como é o caso de alguns, como o Naruto. Ainda por cima, o nome da série é Saint SEIYA, claro que gira em torno dele. Ele nem aparece durante dois volumes inteiros do mangá, mas ele está sempre presente? Releia a saga Seiya vs Hades, volumes 20 e 21.

    • Arle Janso Kurogane

      A história é muito repetitiva, se salva o início da saga de Hades, o tema é bom, mas depois das 12 casas o Kurumada não soube direcionar a história.

  • Luiz Guilherme

    Para mim importa esses:

    1. História

    2. Personagens

    3. Música

    5. Animação

  • ChrysNeoMonkeyQuest

    História definitivamente é um fator chave, uma trama bem feita, é uma trama que chama atenção.
    Só acho que animação e música são o segundo e terceiro lugar. Sem uma boa animação e trilha sonora fica sem gosto assistir.

    • Scar

      Já eu penso que animacao é de menos (a não ser que o anime seja um traço feito com lapis no qu) tem tantos animes que curti pra caramba mas a animação é razoavel.

  • Eu concordo com eles.

  • Quem votou em “personagens” provavelmente pensou em Fairy Tail UHAEAHUEAHUAEHAHUEUHAUHEHAUEUAHUAEUHHUAUHAEU

    • joão vitor lima

      Fairy Tail são “shipps” não personagens heheheheh

  • Tulius Alves

    Acredito que o “realismo” deve estar na frente dos personagens. Mesmo nas historias fantasiosas demais há um jeito de por realismo…se isso não for encaixado de forma até razoável se identificar com os personagens fica difícil…..serão apenas sujeitos “overpower” ou “brincalhões” mas que não se encaixam na historia.

    É por causa dessa falta de realismo que echiis e harem da vida estão em alta. Um monte de personagem nada haver….são poucos animes desse gênero que tem algo a mais para contar.
    E animação deveria estar em 4ª) ao meu ver, e a música em ultimo.

    • Foxtrot

      Boa observation. Realismo é bem importante mesmo. Como vc mencionou até em histórias fantasiosas se o autor souber encaixar o tal do realismo acho que agrega muito a obra talvez seja por isso que eu sinto afinidade mais com Hunter x Hunter que outros shounens já que nesse,mesmo tendo toda aquela fantasia,o mundo da obra em si,podemos ver que o perigo é mais eminente do que em outras obras destinado ao mesmo publico alvo. As personagens tbm pensam duas vezes antes de “peitar” um adversário,sentem medo (parece bobo essa observação) e sabem a hora de recuar,as vezes,até mesmo sem começar uma luta. Outa obra que eu acho que segue uma trilha parecida é Full metal Alchemist!

    • Rafhael Victor

      Acho que uma escolha melhor teria sido o termo “verossimilhança”.

      • Tulius Alves

        Também pode ser.

  • Rafhael Victor

    O engraçado é que o novo anime de Dragon Ball erra em tudo isso.

  • Thiago gonçalves

    A história, o desenvolvimento dos personagens e uma trilha sonora que embale bem isso, não é pedir demais, a animação eu até faço vista grossa em alguns casos.

  • Alexandre Skywalker

    Para mim
    – História
    -Desenvolvimento
    -Design
    – Realismo e opening

  • Scar

    Concordo totalmente com o top. Essa é a minha regra pra dropar um anime.

    Se a historia for meh ja dropo, depois vejos os personagens se for mais do mesmo ou insulportaveis nem vejo. Eu não preso muito a animação ou realismo tem estudios ruins nisso mas a história compensa. Ja OST é algo que não pode faltar dependo eu ate baixo pra ficar escultando.

  • Kaio Honorato Rodrigues

    Tudo, principalmente, a História, a Animação, Música e Personagens. A única coisa que eu não entendi foi: O que o realismo tem haver com o Animê?

    • Tulius Alves

      Realismo tem haver com qualquer coisa que o homem faça. Mesmo o pato donald possuí características realistas. Na verdade uma das possibilidades ou “conceitos” da fantasia é que as vezes ela conta o realismo de um jeito que não conseguimos expressa de maneira mais concreta.
      Na teoria, qualquer autor faz personagens ou historias baseados em coisas que ele viu,ouviu ou viveu…..claro, que ele vai viajar na maionese…mas há algo de concreto ali e que pode ser aplicado no cotidiano (CLARO…não 100% hehe) mas existe.

  • GustavoH

    Concordo com a lista so mudaria a palavra Realidade para Universo Coerente

    Uma boa historia com personagens chamativos é o principal, com uma abertura que convida o publico a assistir é primordial

    Ai depois entra o universo. A historia pode ser de ficçao mas precisa que seu universo proprio seja coerente e bem explorado. Digimon faz esse ultimo com maestria por exemplo

  • Feike do luiz

    Diversão

  • Rafhael Victor

    Sinceramente, não sei pra qual dou mais valor, animação ou trilha sonora. Ambos, ao meu ver, são quesitos essenciais em um anime. Se a animação não for, no mínimo, “ok”, sequer consigo assistir.

  • Luciano Lima

    pode ser a pior animação que for, mas se contar uma ótima história sim, em primeiro lugar. O caso de ONe Piece por exemplo tem uma péssima animação, mas tem personagens cativantes e uma história pra lá de interessante.

  • Os escritores eu entendo, eles sim tentam fazer uma boa história, mas o público? Geralmente japoneses parece não se importar muito com o enredo, e parecem que assistem qualquer coisa que os divertem.

    Claro que história tem que ser o principal , é fundamental para se ter um ótimo anime, a coisa mais satisfatória é ter um enredo linear bem estruturado e amarrado que saiba trabalhar bem os personagens e as questões levantas e por favor neh sem enrolação, história tem início, meio e fim.
    Hum, é personagens são importante sim, ninguém vai sentir empatia por um personagem ruim ou genérico, mas acho que tudo depende do enredo para gostar de um personagem, tudo depende de seu desenvolvimento (E claro seu design).
    Música, sim é extremamente importante para uma animação, todos estão cientes que a trilha sonora ajuda na construção do clima que o anime tenta construir entre os personagens, a OST é importante para passar o sentimento da cena, seja de emoção, fúria, medo, tensão, alegria, etc….
    Hum, realismo, é de certa forma é importante explorar coisas da realidade sim, e acho importante usar as leis da física e a gravidade, porque tem animes que mostra humanos comuns pulando em um altura absurda ou fazendo coisas impossíveis para se mostrar o badas da obra. Acho que também gosto de animes que retratam realismo, tipo de esporte, tem animes que exageram e tem poderes como inazuma eleven, mas eu prefiro um que seja mais realista como Haikyuu, sem poderes ou passos absurdos!
    Bom, animação eu não pego muito no pé não, é muito difícil manter a consistência ou ter uma animação como a ufotable ou kyoto, é extremamente caro e trabalhoso chegar neste nível desses estúdios, mas ao menos um anime deveria ter uma animação mediana ou boa, porque tem animes com animações horríveis, com traços tortos, inconsistência todo momento, péssima fotografia, entre outras coisas.
    Ah só para acrescentar eu acho que a direção é fundamental também, um diretor pode fazer cenas bem melhores que no mangá, empolgar mais, como por exemplo cenas de ação (Grande exemplo é SNK, cenas de ação com uma câmera bem dinâmica e ângulos bem estruturados e a trilha sonora que é escolhida pelo diretor) ou melhorar o enredo e tornar menos cansativo ou pode simplesmente destruir o enredo e as cenas hehehe, por isso acho que ele é importante também já que ele pode fazer uma boa adaptação ou destruir ela (E claro não tem diretor que arrume um enredo ruim).

    Em si acho que não tem uma ordem ou o mais importante, para mim todo o conjunto faz um ótimo anime, tudo tem a mesma importância para executar bem um anime, talvez só a animação que não tem necessidade ser nível ufotable ou kyoto sempre.

  • jv bcb

    animação é muito mais importante do que música, mas história e personagens de fato são o essencial em qualquer anime.

  • joão vitor lima

    Pra mim tendo uma boa história e personagens, e uma animação pelo menos aceitável( levando em conta quanto de orçamento o tal anime tem pra ser feito)

    PS: se não tiver aqueles casalzinho besta, pra alimentar “shippers” o anime sobe de nível pra mim hehe.

  • Jabbas Gonçalves

    o q me chama atenção:

    1. Historia

    2. Personagens

  • Dan Vicente

    Engraçado é colocar como banner o pobre do Hallow, que ficou bem mais ‘caricata’ do que seu antecessor, o que não ME agrada (opinião).

  • Junior Oliveira

    Por isso continuo assistindo o anime de Berserk, Historia e Trilha sonora de tirar o folego.

  • Carol

    O mais importante pros japoneses tá mais pra moe e personagens bonitinhos, porque nas listinhas sempre tem SAO em primeiro lugar.

  • dfmatos

    realismo acho que nao ‘-‘ ja o resto é tudo possível atingir se quiser fazer direito… atualmente Tales of Zestiria tem uma puta animação com todo o resto no pacote

  • Angel-chan

    pra mim:
    1-personagens
    2-história
    3-música
    4-animação
    5-realismo

  • Acaccio Palestrino

    A primeira coisa que observo num anime é se o protagonista é masoquista que gosta de apanhar de mulher, parece uma tara japonesa da qual todo anime as meninas tem que bater e nunca recebem um soco na boca. Dezenas de animes eu deixei de assistir já nos primeiros minutos apenas por isso, Sora Otoshimono é um exemplo simples no qual tenho o anime baixado tem alguns anos e nao consegui nunca assistir o primeiro episodio inteiro, logo no começo a mina entra no quarto do cara, acorda ele, ve o cara de pau duro e bate nele. Faz sentido ?
    E se fosse ao contrario ?
    Eu poderia passar o dia citando animes em que a tara japonesa reina sendo espancado por mulheres.
    Deve ser algo histórico um povo que aprendeu a levar porrada, vai continuar levando porrada em todas as idades.

    Se alguem souber algum anime em que do mesmo jeito que se a mina bate leva agradeceria muito.