Kakegurui XX: nova temporada já está disponível na Netflix

Por Matheus Chami em

Square Enix / Mappa / Divulgação

Chaga hoje (13) na Netflix, uma das sequencias mais aguardadas desde a sua chegada na plataforma, que mistura o cotidiano do ensino médio com a loucura dos casinos. Kakegurui XX começa logo após o jogo decisivo entre a presidente e Yumeko, quando tudo muda e o Clã Momobani chega para assumir a escola.

Assim como na primeira temporada, a dublagem do anime foi novamente feita no Rio de Janeiro pela MG Estúdios, mas os fãs vão perceber algumas pequenas mudanças na tradução, já que vários termos e palavrões foram retirados do texto e adaptados de outra maneira.

Kakegurui XX conta com 12 episódios, todos com dublagem e legendas em português. Em julho, a plataforma também disponibilizará a segunda temporada da adaptação em formato de dorama baseada no mangá de Homura Kawamoto.

Comentários
  • Petelguese

    Não entendi, por que tiraram os palavrões?

  • Jonathan Oliver

    Mas como seriam palavrões em japonês? Que eu saiba, mal tem palavras de baixo calão na língua japonesa..comparado à nossa

    • 村崎葵

      Isso porque as fansubs exageram ainda mais nesse meio.

      • Pedro H. Cruz

        Sério?

        • 村崎葵

          Lembro quando eu comecei a caçar fansubs de Bleach quando os episódios dublados na época do extinto Animax acabaram. Não lembro que fansub era, mas tinha uma específica que entupia de palavrões na legenda, e pra alguém que manjava pelo menos um pouco de língua japonesa, se deparar com isso é muito bizarro.
          Tem um artigo em um site gringo que fala muito sobre isso. Ao que parece os mangás são os que mais sofrem com essas “traduções” metidas a hardcore.
          https://tvtropes.org/pmwiki/pmwiki.php/Main/SpiceUpTheSubtitles

    • claudio

      Maioria dos fansubs e estudios de dublagens traduz do texto inglês.

    • Seto Kaiba

      É mano, isso é coisa de fansubber que gosta de colocar palavrões em meio de tudo.

      A única palavra mais pesada que o povo japa normalmente usa é “kuso” (糞 ou くそ) que significa algo ruim, desnecessário ou indesejado, usado popularmente e principalmente para fezes (de animais), mas o povo de fansub adora colocar mer** como tradução padrão para “kuso” sendo que a palavra é mais abrangente. Sendo que fezes em japonês é “unko” (うんこ).

      É igual o termo “droga” aqui no Brasil. Se a pessoa fala isso, não quer dizer que remeta a um narcótico, pode ser qualquer coisa indesejada. Mas os tradutores brazucas, sejam amadores ou profissionais, são sempre o huehue que a gente conhece bem.

      • S Y N T H W A V E + L O V E R

        Não concordo. Japonês em modo geral e em animes tem uma língua bem suja. Na verdade, todos os idiomas são assim. E no japonês tem várias, sendo seinen, shounen etc:

        onore, damare, kisama, baka, aho, shine, teme, kimoi. Alguns desses aí sai até da boca do Luffy. kk

        Dublar sendo fiel ao conteúdo original não é feio ao meu ver…

        Bem, mas o mais importante é levar o conteúdo a mais gente.

        E por isso eu fico com mangá no japonês mesmo e com o anime em áudio original.

        • Pedro H. Cruz

          Essas palavras saem da boca do Luffy, porque a cultura do Japão é diferente da ocidental em geral.

        • SaintARMOR

          Essas palavras que saem da boca do Luffy não são palavrões em seu sentido literal. Tudo depende do contexto. Palavras como “kisama” podem ser traduzidas como “desgraçado” ou como “filho da p*ta”. Numa série como One Piece, um “kisama” não seria traduzido como “filho da p*ta”, num Gantz, a história é outra.

    • Eduardo Jose de Andrade

      Não conheço muito da língua japonesa, mas não duvido que esteja anos luz na “arte” do mal palavreado.

  • Gedravinsk

    Gostaria que fosse o Briggs dublando a Yumeko, acho que a voz dele se encaixaria melhor na personagem.

    Eu curti muito a dublagem da primeira temporada, espero que ela continue boa. Estou indo assistir.

    • 村崎葵

      Eu entendi a referência… lol

    • Pedro H. Cruz

      Na verdade, ele vai mesmo dublar… é esquece, mas todo mundo sabe que é verdade.

      • Gedravinsk

        Não era a melhor opção, mas fazer o que né… agora já foi.

        • Pedro H. Cruz

          Concordo, pior é o trabalho que vai dar uma possível vinda da série para cá, mas, felizmente, ele poderia dublar da SDVC, ruim seria a distribuidora dizer: só dublem em um estúdio.

        • Anthoni Vedovato

          Ainda bem,já que ninguém aguenta palavrões e termos pesados…..isso só tinha na primeira temporada,mas agora n terão isso….aff….essa linguagem suja foi influencia do South Park,aquele desenho americanos tem q ser banido do brasil para sempre.

          • 村崎葵

            Querendo ou não, essa série foi feita pra ser ofensiva. Se não fosse isso seria exibido na Nickelodeon, amigo.

          • SaintARMOR

            “aquele desenho americanos tem q ser banido do brasil para sempre.”

            Outro que está no mundo da lua.

          • 村崎葵

            É pessoas como ele que fazem o Adult Swim não passar mais no CN e Festa da Salsicha ser “banido” da HBO.

    • Petelguese

      Prefiro que os mestres Guilherme Briggs , Mauro Horta e Garcia Junior dublando o All Might , Josef JoelStar ou o protagonista de Space Dandy.

    • Petelguese

      A Yumeko Jabami já tem uma dublabora Oficial que é querida Bruna Laynes a voz do Briggs se encaixaria em fututos personagens de possíveis 3 e 4 temporadas de Kakegurui.

      • 村崎葵

        Deu pra notar que você não entende sarcasmos com esse comentário.

        • SaintARMOR

          Pior ainda quando um dos alvos do sarcasmo em questão é justamente ele.

          • Pedro H. Cruz

            Eu tenho duas teorias sobre esse cara, por que… Santo Deus, o que ele solta é impressionante.

    • Blu3s

      Seria engraçado se não fosse ao mesmo tempo trágico. -_-‘

  • Seto Kaiba

    ISSO SIM É UM MILAGRE!!! A MGE Studios TIRANDO PALAVRÕES! NOSSA!!!

    Devem ter tomado um apito na orelha. Apesar de Kakegurui ser um seinen, se passa no ensino médio e usar palavrões não é interessante em dublagens juvenis.

    Bem que a CR também poderia evitar palavrões nos seus shounens dublados. Usar palavrões em Black Clover não foi legal.

    PS: Acho que a grafia agora é “MGE Studios”, por que será que mudaram?

    • Queen J Soyeon

      Demograficamente falando, é Shonen e não seinen

    • Pedro H. Cruz

      Acho que isso foi mais culpa da SDVC, ou, pelo menos, do Leo Santhos, ele aparentou estar gostando de poder usar o que quiser na dublagem, pelo menos naquele vídeo que ele fez para a CR, deu a entender isso. Quanto as legendas, aí sim é culpa deles.

      • Petelguese

        Não acredito que o Leonardo Santhos tenha feito isso, acredito que tenham sido erro nas legendas mesma coisa com o Americano de Joker Game e os honoríficos chatos de Miss Kobayshi Maid Dragon e Recovery MMO Junkie …..

    • Zarchary Rabbido

      Eu pessoalmente gosto quando tem um ou outro, todo mundo ficar falando de maneira “formal” e não poder soltar um palavrão em hora de raiva eu acho bem besta

  • Pedro H. Cruz

    A Toei não é uma distribuidora.

    • Petelguese

      Eu sei mas deixei a sugestão pois faz tempo depois de Glitter Force Doki Doki que não temos nada de anime da Toei Animation dublado no Rio de Janeiro, um que eu gostaria seria Toriko

    • 村崎葵

      A Toei tem uma subsidiária nos EUA que atua na distribuição e encomenda da dublagem de algumas séries por aqui. Infelizmente chega a ser tão lerda quanto a PlayArte na maioria das vezes.

      • Pedro H. Cruz

        Ah, obrigado; tinha até uma leve suspeita que tinha uma área de distribuição do estúdio.

  • Léwow

    Até que estreou rápido essa nova temporada a anterior demorou bastante depois de ter estreado no Japão

  • Gabriel Hérisson

    Não entendo porque o pessoal comenta tanto dos palavrões da dublagem desse anime. Lembro de ter ouvido no máximo umas duas ou três vezes

    • Eduardo Jose de Andrade

      Eu acho uma frescura e hipocrisia da netflix ou distribuidora fazer isso, olha só back street gokudolls, tem palavrão pra c#ralho e fate zero e´considerado +18 na netflix, eu acho que deviam traduzir normal até os palavrões mas querem censurar ou alterar…….

      • Anthoni Vedovato

        Prefiro q censurem pois isso não é aceitável e é coisa feia….

        • Eduardo Jose de Andrade

          Bem depende do anime né, eu entendo se censuram cenas de tar#dice do mestre Kame hoje em dia em DBS, porque DBS é pra criança, mas Kakegurui já é pra adolescentes de 14 anos pra cima, e vi dublado e não notei frescura não, tinha palavrões quando devia ter.

  • Rafinha

    Hã ??? Fui!!!

  • eu assisti no *cof cof* piratex *cof cof* porque não dei conta de esperar sair pela Netflix

  • Eduardo Jose de Andrade

    “mas os fãs vão perceber algumas pequenas mudanças na tradução, já que vários termos e palavrões foram retirados do texto e adaptados de outra maneira.” eu li como: Netflix ou a distribuidora mandaram o tradutor suavizar mesmo na plataforma tendo back street gokudolls que tem mais palavrões em um episódio que south park na média geral dele, fora fate zero que por algum motivo é mais de 18 lá sendo que nem tem cenas de s$xo e tem mais animes mais violentos que fate zero, hipocrisia mas na duvida eu imaginarei eles falando palavrões mais pesados.

  • Pedro H. Cruz

    Tinha esquecido da Eclipse.
    Concordo com você, sobre tudo, essas distribuidoras não deviam escolher quem dubla, não deviam controlar nada em dublagens, Briggs é o mais passável dessa dublagem. Agora, só dá para pedirmos para a Sato nunca mais meter o dedão nas dublagens dos títulos dela, eles até já escolheram a Unidub quando tinham estúdios bons e mais baratos.

  • Sakeh

    A diminuição dos palavrões já tinham acontecido na primeira temporada que era bem boca suja, mas a partir do ep 7/8 eles basicamente cessaram e eu fiquei mega confuso na época

    A segunda até aonde eu vi não os abandonou 100%, mas estão beeeeeem mais raros, acho que só ouvi um POR×× e alguns MER××, mas sinceramente? Algumas escolhas de vozes me incomodaram mais, com foco na Rei, que perdeu o tom mais sério, contido e andrógino da voz

    E como assim o execrável Guilherme Briggs vai fazer o All Might!? Tinham opções melhores e menos trabalhosas :/

    • Pedro H. Cruz

      A Sato que pediu, simples assim… ai, esses estúdios quase nunca questionam o que distribuidora pede, só a Delart mesmo.

      • SaintARMOR

        Questionar por questionar a UniDub até deve ter questionado, já que não só o Briggs como a filha do Nelson Sato, e ao que tudo indica, youtubers, aparentemente estão no elenco de My Hero Academia. Mas tem hora que o dinheiro fala mais alto.

        • Pedro H. Cruz

          É, acho que você tem razão, o Wendel não deve ter gostado das ideias do Sato não.

        • Petelguese

          A Sato Company já fez isso com o filme do Mortadelo e Salamin onde chamou star talents e isso ainda por cima e acho uma pena se for verdade este lance dos YouTubers…

        • José GOS

          Guilherme Briggs tá maravilhoso, mas a filha do Nelson Sato e Youtubers não pelo amor de Deus.

          • SaintARMOR

            O problema da escalação do Briggs não é ela em si. De fato o Briggs é um dublador excelente. O problema foram os porquês de ele ter sido escalado. Ele não dubla o All Might por ser o mais adequado ao personagem, ou por ter ganhado numa concorrência justa contra outros dubladores, com testes, não. Ele ganhou o papel apenas por ser um dublador famoso que interage com fãs, tendo sido exigido pela Sato Company por conta disto, somente.

            Provavelmente o All Might seria dublado pelo Cassius Romero ou pelo Affonso Amajones, num cenário justo com o filme sendo dublado em São Paulo. E honestamente, seriam duas vozes melhores para o personagem que a do Guilherme Briggs.

          • Pedro H. Cruz

            Resumiu o que eu penso; e, continuando o assunto, tô achando que a dublagem do filme, no geral, vai ser um grande fã-service: Robson Kumode no Todoroki e Fábio Lucindo no Bakugou, foram nomes bem pedidos pelos fãs (principalmente, os leigos em dublagem) da série nas redes sociais; o Felipe Zilse, a Fernanda Bullara e o Lipe Volpato nem tanto, mas eu vi algumas daquelas “montagens de dublagem” com eles nos personagens também.

    • Anthoni Vedovato

      Pelo menos terem tirado esse incomodo já o bastante,pois incomoda até mesmo os Otakus mais sensiveis

      • Zarchary Rabbido

        Otaku de internet é o que mais gosta de pagar de COOL, falar de sensibilidade chega ser cômico

    • Anthoni Vedovato

      Poderiam abandoná-los,já essa inguagem suja é meio feia e imprópria

      • 村崎葵

        Eu também não tenho muito gosto pra dublagens com palavrões, mas classificação indicativa existe pra isso.

  • 村崎葵

    E sempre teremos um Leonzinho da vida pra tentar refutar isso.

    • Pedro H. Cruz

      Agora vamos ver a “defesa” dele, desse seu comentário. Pelamor, parece um daqueles caras que tem algum tipo de histeria, ele é assim com dublagem.

  • Pedro H. Cruz

    Falei “pior” pro caso específico do Briggs.

  • 村崎葵

    É, respondeu da forma mais ignorante possível: mordendo a isca.

  • 村崎葵

    Esse teu papo de “monopólio” já deu no saco.
    Por que você não tenta pôr na cabeça que dublagens paulistas existem e não irão deixar de existir? Um simples produto indo pra São Paulo não irá impedir o fato de muuuuuitas outras produções continuarem indo pro RJ.

  • Pedro H. Cruz

    Pois é, nós temos que pedir para a Sato para que ela deixe os estúdios escolherem os dubladores, em suas futuras dublagens, ainda mais se ela virar mesmo a “subsidiária da Funi na América Latina”.

  • 村崎葵

    Só porque você baba ovo dos cariocas não quer dizer que ele faz o mesmo com paulistas.
    E tua estupidez tá passando dos limites. Tu chega até a comentar isso em comentário nada a ver com o assunto.

    • Pedro H. Cruz

      O que eu falei sobre histeria mesmo?

      • SaintARMOR

        Só um complemento ao que eu falei antes: ainda que o filme tivesse ido para o Rio, essa pressão absoluta que o fandom do Briggs faz seria problemática também. Dubladores cariocas mais adequados ao personagem que ele, como Garcia Júnior, Gutemberg Barros ou Maurício Berger também sairiam prejudicados numa eventual concorrência. Como falei antes, isso desnivela o mercado e abre um precedente perigoso até para a própria dublagem brasileira como um todo. E com o filme estando em São Paulo, é pior ainda que tenha acontecido isso.

        • Pedro H. Cruz

          Concordo com você, tinha até me esquecido antes, o Briggs deveria ter percebido (se não percebeu) que tava tirando trabalho de outras pessoas; o fandom então, eu nem preciso falar; eu achava que os leigos que só conhecem uns 5 dubladores eram apenas isso mesmo, leigos, mas agora eu vi que eles empobrecem a dublagem.

    • SaintARMOR

      Não tem porque eu responder esse comentário dele., nem vale apena agora. Aliás, não faz muito sentido ele falar o que falou, já que My Hero Academia foi para São Paulo de qualquer forma.

      • Petelguese

        Depois isolar a franquia em sp por e ficar reclamando do outro fandom nem vale apena mesmo , mas se fosse teu querido de Sampa você com Certeza não estaria falando isso!!!!

        • SaintARMOR

          Você ainda não entendeu que o problema maior em si, não é nem o Briggs ter ganhado o papel (embora tivesse gente mais apropriada que ele), mas os porquês de ele ter ganhado o papel.

          Enfim, agora já deu. Não tem porque insistir com isto aqui.

      • Petelguese

        Lógico que foi para sampa já que não quiseram por nenhum estúdio do RJ e isso não entendi até agora !

  • Pedro H. Cruz

    É, eu lembro do post do Briggs (vi pelo Dublanet, mas eu sei o que foi); bom, eu não tenho problema dele aceitar fazer um papel que foi chamado para fazer o teste em outra cidade, mas ele devia recusar, nesse caso, porque ele sabe que só iria fazer esse papel pela campanha dos fãs, que ele disse não querer que fizessem para ele, e porque ele ser escolhido dificultaria a dublagem dos episódios da série, já que ela iria para São Paulo também.

    • Petelguese

      NADA VER ISSO como se ele não pudesse dublar a parte dele do RJ