Divulgação. © DC Comics

A tentativa de criar um universo compartilhado de filmes dos heróis da DC dentro da Warner não parece ter dado certo. Depois de cinco filmes, e com somente um que se mostrou realmente interessante para todos, é questionável a existência de fato desta ideia por muito tempo. Até porque, tudo já começou errado.

A visão de Zack Snyder para o Superman é bastante particular, — saliento que, não errônea, mas, se você é um estúdio e deseja construiu um projeto que atinja todos os públicos, neste caso, é um erro — O Homem de Aço é um filme bastante particular, e que a Warner jamais devia ter permitido. E o mesmo se vale para Batman vs Superman. Retratar os dois maiores heróis da cultura pop daquela maneira, é de fato muita coragem por parte do estúdio, mas uma falha grave. E é fácil saber o motivo.

Divulgação. © Warner Bros.

No lançamento de O Homem de Aço, lá em 2013, ficou perceptível o método pelo qual o diretor Zack Snyder comanda os seus trabalhos, sendo em filmes de super-heróis ou não. E ele já havia deixado claro a sua marca em projetos como Watchmen e Sucker Punch. Entregar estes heróis de livre e espontânea vontade em suas mãos não é uma das melhores decisões. Um cara que tem um visão bastante peculiar do mundo, ficar à frente de projetos que, na teoria, devem agradar a todos, é mais errado ainda.

Com os primeiros resultados da crítica e até mesmo dos fãs em Batman vs Superman, a Warner percebeu de fato que naquele estilo, as coisas não podiam seguir. Porém, o desespero foi tão grande que até mesmo o “spin-off” deste Universo, Esquadrão Suicida, foi afetado. Este por sua vez podia ter sido deixado à parte, um filme com pegada própria, sem precisar se conectar necessariamente com os demais, pelo menos por um tempo. Um Guardiões da Galáxia dentro da DC. Mas não. Faça-se a bagunça. E o resultado é o que todos conhecem. Um filme sem identidade própria. Uma colcha de retalhos.

Divulgação. © Warner Bros.

Com Mulher-Maravilha as coisas pareciam ter tomado o rumo certo. O primeiro filme que de fato alavancou toda uma audiência para o Universo DC. E mais do que isso, levantando questões sociais importantíssimas nos tempos atuais. Um filme que, com críticas particulares à parte, deixou sua marca e seu legado nos cinemas. E o motivo foi simples: não houve intervenção nenhuma por parte do estúdio. Tudo correu conforme o esperado, como manda o figurino. As pessoas certas estavam envolvidas com o projeto certo, não houveram interferências externas. É um filme de identidade, funcional. Que não teve medo de fazer o que precisava ser feito.

Divulgação. © Warner Bros.

No entanto, com a Liga da Justiça isto não aconteceu. Um filme que sofreu ao longo dos anos para ser concebido, e no final se tornou algo sem identidade.

Não dá para saber o quanto Liga da Justiça é de Zack Snyder, Joss Whedon ou de terceiros, é um filme que se desvia totalmente da proposta original da DC nos cinemas, cujas movimentações lembram muito as de Esquadrão Suicida. A Liga está unida, mas não dá maneira como realmente queríamos ver.

É um filme que diverte, mas que deixa um gosto amargo na boca. Não é o filme que a Liga merecia, que nenhum de nós, que esperamos tanto por isso, merecíamos. Uma história genérica, um vilão ainda mais genérico, e um CGI que em alguns momentos.. É triste.

O reflexo disso junto a crítica já foi dado, e embora venha sendo elogiado pelo público, este por sua vez está bem menor. A previsão de arrecadação para o primeiro final de semana nos Estados Unidos caiu para assombrosos US$ 93 milhões, 44% a menos do que fez Batman vs Superman no ano passado, e se distanciando muito das previsões iniciais de US$ 120 milhões. Sem contar na enxurrada de cortes que o filme sofreu. Boa parte do que vimos nos trailers, pra variar, não está na versão final. Não está certo isso. Mas é reflexo justamente do que vinha sendo trabalhado, a ideia que a grande maioria não comprou. As atitudes impensadas por parte da Warner.

O estrago já foi feito, e ele é enorme. Liga dificilmente chegará ao almejado bilhão, é certo dizer isso na verdade. E será vergonhoso. Só é difícil saber por quanto tempo permanecerá assim. Haverá poucos que se importem no final.

  • Davi

    O problema não é a visão do Snyder, e sim dos produtores de já no segundo filme quererem que o filme ultrapassasse os bilhões de arrecadação. Atiraram muito longe. E isso prejudicou tudo.
    Ainda sonho em ver a versão do David de Esquadrão e do Snyder em Liga.
    O estilo do Snyder não é pra todos, mas é marcante. Seja negativamente ou positivamente.

    • Just_an_Asian_guy

      Se ele tem uma visão particular do mundo, o correto era terem dado o universo da DC para alguém que tivesse uma visão mais próxima do que o público geral espera desses personagens. Afinal de contas, as pessoas estão indo ver os personagens que elas conhecem, não algo diferente disso. Pior ainda se o que for entregue também não é bom.
      O Snyder realmente tem um estilo bem marcante, mas é isso o que me preocupa. Ele vive no mundinho dele fazendo filmes para ele. Tanto que boa parte da filmografia do cara pode ser jogada no lixo. Ele da uma importância exagerada pra a aparência em detrimento de algum “recheio” pra o que ele entrega.
      No fim, acredito que primeiramente a culpa do que ta rolando recai na Warner por ter contratado o cara, e recai sobre ela de novo por ainda piorar o trabalho ruim dele enchendo os filmes de cortes.

  • Kaio

    Foram muito cedo ao pote com BvS e Liga da justiça. Poderiam ter feito como a marvel e construído melhor o universo com mais filmes solos antes.

    • Leonardo

      Exato, mas a DC aprendeu bastante e liga da justiça está melhor do Bvs

    • Just_an_Asian_guy

      Sim. Até pq ela iria ir aprendendo com os erros dela nos filmes menores.

    • Pedro Nobrega

      Na minha opinião achei Homem de Aço um filme bom. Porém demoraram 3 ANOS pra fazer um segundo filme. Só nesse tempo poderiam ter apresentado o Batman, Flash e Ciborgue cada um em seu filme solo. Mas quiseram logo pular pra filme em conjunto :/
      Isso sem falar no market todo que fizeram em cima da briga do Batman e Superman como “a luta dos maiores gladiadores de todos os tempos”, só pra no final a luta ser menos de 10 minutos e todos serem manipulados por um vilão bem mau feito por sinal.
      A Warner tá cometendo o mesmo erro da Sony com o Homem-aranha. Se importaram demais com crítica e lucro ao invés da aceitação do público, que resultou na falta de experiência da produção.

  • Rafael Nogueira

    Vocês deviam fazer uma postagem assim dos filmes da Marvel também, gostei bastante ^^

  • Luana Lordelo

    Alguns filmes, principalmente os de heróis, não são mais dirigidos por alguém, e sim pela própria empresa que realiza cortes, muda cenas e às vezes até diz ao diretor qual final o filme deve seguir. No caso da Mulher-Maravilha, a diretora conseguiu uma liberdade maior para produzir o filme (mas sempre com a Warner auxiliando).
    Não sei ao certo se foi o fato do Zack Snyder ter ou não mais liberdade, ou então algo que não tenha sido bem dirigido, mas é sempre bom assistir o filme e tirar as suas próprias conclusões (Mas sinceramente, o meu ânimo para o filme já não era um dos melhores).

  • Lionel Dayne

    Ótimo filme com boa retratação de todos os personagens. Principalmente mulher mravilha, superman e Aquaman. Batman ficou Ok, eu gostei. Flash descaracterizado, mas continuou sendo o piadista em prol da dinamica do grupo até exageradamente. O Ciborg, foi excelente sua introdução, mas o drama do personagem nao deu espaço para sua parte cômica, espero que essa venha a existir.

    Filme Nota 8! conseguiu introduzir e mostrar a dinamica de 6 personagens muito bem! Só Perde pra vingadores I no vilão! Se não seria perfeito. Muito melhor que vingadores 2 por exemplo.

    Não tem porque parar! Quero mais de Liga da Justiça e universo DC

  • Erivelton Freitas

    Tem dois pontos aí…

    1 – Sempre se importar demais com o que a Crítica diz. O DCEU é longe de ser ruim, ele é apenas afetado demais por um público que é naturalmente é incapaz de pensar por si próprio e antes de ver qualquer coisa tem que ir obrigatoriamente em algum site ver o que os benditos críticos estão dizendo. É quase uma Regra isso! Os críticos devem dizer o que as pessoas devem ver e etc… Absurdo total e sem tamanho! Mas isso é um problema de caráter do público, e não é algo controlável pelo estúdio.

    2 – Grana… Falar que o DCEU fracassou Ideologicamente é fácil, contudo, difícil será falar que ele fracassou Financeiramente. Todos os filmes, até mesmo Batman VS Superman conseguiram se pagar e gerar lucros ao estúdio, ainda que pequenos, mas geraram. O Homem de Aço se pagou e gerou lucros medianos a Warner, BVS se pagou e gerou pouco lucro, mas gerou mesmo assim. ES e WW se pagaram e geraram bastante lucro. No final das contas, será somente o $$$$$ e não as idéias que farão a Warner continuar o DCEU.

    Mas concordo, esse filme deveria fazer mais de 92% de aprovação pela crítica (aprovação de Vingadores)

    Deveria abrir com mais de US$ 208 milhões (abertura de Vingadores)

    Deveria fazer mais de US$ 895 milhões somente fora do USA (Bilheteria internacional de Vingadores)

    Deveria fazer mais de US$ 623 milhões somente no USA (bilheteria doméstica de vingadores)

    E por fim, deveria fazer mais de US$ 1,519 Bi (bilheteria total de Vingadores).

    Dessa forma, ele iria merecer o título de ‘maior filme de heróis de todos os tempos’, mas como foi feito, não é! Não digo que a Warner Bros irá desistir do DCEU, mas digo que agora é aprender ou simplesmente perder dinheiro!

    • Eduardo Jose de Andrade

      Realmente,em questão de grana o DCU começou bem melhor que o UCM,mas se tivessem lançado antes os filmes solos de Flash e Aquaman (a história do Cyborg ficou até bem encaixada na liga, não precisaria de um filme solo) o público teria mais expectativa e a Liga da justiça seria um verdadeiro sucesso, agora só esperar é ver se a bilheteria da liga será tão abaixa do esperado.

    • Just_an_Asian_guy

      Será que geraram lucro mesmo? Pra se fazer um filme, outros filmes foram deixados de lado. Só pq o filme não ficou no negativo, não quer dizer que a Warner não teria lucrado mais se tivesse seguido outro caminho.

  • Eduardo Oliveira

    Detesto lhe informar mas se o filme da Batgirl sair será ele o diretor já foi confirmado.

    • Mirai trunks

      uma pena
      aquela cena do flash caindo em cima da ww(uma copia barata de uma cena parecida em era de ultron)ja fez eu nao querer esse cara no filme da batgirl

  • Muito triste.

  • Deathstroke – O mito

    Olha não concordo em nada com essa matéria, por mais que tenha sido triste o Liga não ter feito o esperado na abertura, o filme nem estreou direito, então não vou cantar o fracasso do filme só para gerar raiva e polêmica sem motivo.

  • Camilo Lelis Ferreira da Silva

    Com o Fracasso da Liga nos Cinemas, a Warner vai usar o filme “FLASHPOINT” (de 2020) como um Ponto Final a seu “DC Films”, ficando de Molho até 2024, quando fizerem um novo universo cinematográfico, sem as amarras dos filmes anteriores?
    Eu sugeriria um olhar nos quadrinhos para poderem moldar esse novo Universo…