Neon Genesis Evangelion: anime e filmes chegam na Netflix

Por Matheus Chami em

Studio Khara / Netflix / Divulgação

Anunciado no final do ano passado, a Netflix pegou todos de surpresa quando anunciou que Neon Genesis Evangelion chegaria ao seu catalogo. E depois de alguns meses de espera, o anime e seus dois respectivos filmes chegaram na plataforma.

Após meses de especulação, e diferente dos outros títulos que o serviço adiciona em seu catalogo que não se tornam originais, Eva ganhou uma nova dublagem, se tornando a terceira da série (uma na época da Locomotion, outra no Animax e agora da Netflix). Com direção de Fábio Lucindo e tradução de Marcelo Del Greco, os filmes e a episódios foram dublados na Vox Mundi e foram feitas sobre um alto sigilo para fazer surpresa aos fãs. Confira o elenco:

  • Asuka Langley Soryu: Fernanda Bullara
  • Shinji Ikari: Fábio Lucindo
  • Rei Ayamani: Priscilla Concéption
  • Kaworu Nagisa: Yuri Chesmam
  • Misato Katsuragi: Priscila Franco
  • Gendo Ikari: Fabio Moura
  • Ritsuko Akagi: Silvia Suzy
  • Ryoji Kaji: Fabio Azevedo
  • Kozo Fuyutsuki: Carlos Campanille
  • Toji Suzuhara: Vagner Fagundes
  • Kensuke Aida: Rafael Meira
  • Hikari Horaki: Tatiane Keplmair

Quem acompanhou Evangelion ao longo dos anos irá perceber que as vozes de alguns personagens foram alteradas para manter mais próximo a versão japonesa, já que na maioria das ocasiões as dublagens anteriores da franquia eram feitas em cima do material lançado nos EUA.

Mas agora, todos podem maratonar e aproveitar já que Neon Genesis Evangelion, Evangelion: Death (True)² e The End of Evangelion já estão disponíveis no catalogo brasileiro da Netflix.

Comentários
  • Milton

    Quais vozes foram trocadas?

    • Ainda não reassisti todos episódios, mas seguem algumas vozes novas:

      Carlos Campanile : Fuyutsuki
      Priscila Franco : Misato
      Fábio Azevedo : Kaji
      Isa Cavalcante : Asuka criança
      Marli Bortoletto : Yui

  • ricardo falcor

    AHHHHHH!!! Tema de batalha desse anime e muito fod@!!!!

  • Endo Torres

    Dublagem muito bem feita alias, de todas, essa é a melhor, até se comparada com a da Animax que é a que eu mais gostava.

    • SaintARMOR

      A dublagem da Álamo/Animax era bem ruim, um dos piores trabalhos que o estúdio fez até hoje, com inúmeras reações sem dublagem da versão americana e certos termos que pareciam traduzidos pelo Google Tradutor. Mas esta da Netflix está muito boa.

      • Dark Force

        Mas eu concordo neste quesito só pontuei isso mesmo, e já notei que em todas dublagens de animes as pronúncias serão assim SAkura, Sãske , Sáotome etc .

        Apenas estava acostumado a forma como estes nomes eram pronunciados da dublagem espanhola de animes como SasUke , Sakúra etc etc etc …

    • Sério?

  • King César

    Esta franquia ta completa pra assistir entao?

    • Justiceiro

      Não, falta dublar o último filme. Inclusive os 2 dublados de 2007 e 2009 cada um tem um elenco de dublagem diferente

      • SaintARMOR

        Não faz muita diferença falar dos Rebuilds agora. Eles não estão disponíveis na Netflix. Os filmes disponíveis são The End of Evangelion e Death (True)².

        • Raul R.

          Estou assistindo pela primeira vez. Qual a diferença do Death and True para o Death (True)²?

    • Basta assistir Neon Genesis Evangelion e depois os 2 filmes: Death and True e a continuação que tem o final verdadeiro: The end of Evangelion.

      Os outros filmes (que não estão na Netflix) são remakes chamados de Rebuild of Evangelion, mas que a partir do final do 2º Rebuild e todo o 3º são diferentes.

  • Eryk Oliveira

    Muito Firme!

  • Yellow Hair

    Aparentemente retiraram o encerramento segundo o ANN

    Uma pena a Cecília lemes e o Cassius Romero não terem reprisado antigos seus papéis mas fora isso tá OK

    • Tadokato

      Isso ai mais por opinião, eu acho que ambas combinem, mas na minha opinião a Silvia Suzy combina bem mais com a personagem.

    • pg

      pior que os dois(e a Márcia Regina,a Hikari original),estão nessa dublagem fazendo figurantes…

  • Blu3s

    A nível de dúvida, quem eram as distribuidoras donas da primeira e segunda dublagem que foi ao ar pela Locomotion e pelo Animax??

    • SaintARMOR

      A primeira era da ADV Films, e hoje em dia deve estar em algum depósito da Sentai/Section23 junto com as dublagens americana e mexicana originais. A segunda ficou por conta da Sony se não estou errado.

      • claudio

        E mais a dublagem da versão clone do dvd nos filmes seria da paris filmes.

        • SaintARMOR

          Ninguém está falando dos Rebuilds, apenas da série de TV.

  • Jvsp

    Eu vou ver The End of Evangelion na Netflix pois o anime já estou assistindo

  • Um Carinha Qualquer e Só

    Eu gostei da dublagem(julgando pelo trailer),junto com a mixagem em Stereo,fica uma delícia de se ouvir.

    • claudio

      Não só em 2.0 stereo. Tem a opção de audio 5.1 na redublagem BR do netflix nos episodios de evangelion que é visto no aplicativo da smarts tv , box smart, video game smart e outros aparelhos que liga em home teather que é superior e da pra montar mixagem de audios e aumenta e diminui o volume especificos que deseja e separar facilmente os 3 canais stereos de sons das vozes , instrumentais, ost e som ambiente , o mesmos pra todos idiomas estrangeiros que as dublagens está no formato dos audios de cinema.

      • Um Carinha Qualquer e Só

        Caramba!Muito legal,da para fazer um vídeo de comparação de áudio legal se algum brasileiro tiver essa idéia.

        • claudio

          Se tiver um pc com sistema 5.1 de audio é possivel com programa de edita som e video separa os 3 audios estereos e mixar eles do jeito que preferir com fandublagens dos episodios sem as vozes oficiais das dubs br , jp e outros idiomas, montagens das somente vozes dos dubs em outras produções diferentes sem interferencia ter os ost e som ambiente do anime . Algo que nas outras dubs em 2.0 é impossivel fazer por ter mixado tudo junto o ost e som ambiente e as vozes no mesmo unico canal de som estereo.

          • Um Carinha Qualquer e Só

            Muito legal,obrigado cara,você foi uma grande ajuda.

  • Um Carinha Qualquer e Só

    A único anime que a Netflix teve cuidado de ter uma dublagem boa.

    • Blu3s

      Nem tanto, com o reboot de CDZ que está chegando em Julho, também parece ter havido algum cuidado.

  • Squall

    Aproveitando o ritmo de redublagem, porque não Full Metal Alchemist e FMA Brotherhood também? Se for muito caro comprar a que já tinha sido feito é só faz uma nova, mas com capricho por favor. E o mesmo vale pros demais animes no catálogo. Se não traz novos logo de cara já dublados, poderia muito bem investir em dublar os que já foram disponibilizados antes só legendados, já que tem muito anime bom que acaba não recebendo a audiência que merece por causa da ausência do áudio em pt-br já que muita gente não consegue acompanhar, ou simplesmente não gosta, da legenda (em muitos casos a legenda da Netflix perde feio pra muito fansub meia boca que tem por aí).

    • Pederix

      As dublagens originais das séries FMA já são boas, acharia um pecado redublar, claro, tem umas falhas, mas mesmo assim

      • Seto Kaiba

        Acho que no pior erro de dublagem de FMA: Brotherwood foi em um dos primeiros episódios onde o Ed fala que a Pedra Filosofal que encontraram era Made in China. Adaptação feita por Marcelo Del Greco.

        O pessoal bate na dublagem pelo termo Alquimista Federal, onde Alquimista do Estado seria mais correto. Eu acho que ambos estão corretos. Já que Amestris é um país com várias regiões unidas, e cada um com uma administração regional subordinada ao Marechal/Fuhrer Bradley.
        Amestris não é bem uma federação, mas se observar bem, o Brasil só é federação no nome já que os estados praticamente não são administrados autonomamente no sentido amplo do termo.

        • Alexandre Arthur

          Por algum motivo o Del Greco gosta de ser “brincadoca” nas traduções que ele faz. Esse lance de “made in China” logo no início de Brotherhood foi de matar, e ver o posto do King Bradley ser traduzido como Führer também não foi a melhor das escolhas. E agora em Evangelion podemos perceber vários memes datados e gírias horríveis espalhados pelos diálogos (a Asuka falando “morre, diabo” foi péssimo). Sinceramente não sei como ele mantém o emprego.

          • Pedro Henrique

            Mas o Bradley é um “führer”, traduzir para “marechal” foi ideia de quem traduziu o clássico, ou até da Úrsula Bezerra.

          • Alexandre Arthur

            “Fuhrer” quer dizer simplesmente “líder” em alemão e, no contexto de Chefe de Estado, está principalmente associado com Adolf Hitler, que exigia ser chamado assim. Antes disso, a palavra era usada de maneira bem genérica, sobretudo para se referir a líderes de partidos políticos. O termo correto para um militar de alta patente que também acumula função de Chefe de Estado seria “generalíssimo”, mas até mesmo “marechal” não estaria de todo errado, pois também se usava assim no Brasil (ex.: Marechal Deodoro da Fonseca, Marechal Floreano Peixoto etc.). Traduzir para “fuhrer” foi simplesmente outro devaneio do Del Greco.

          • Pedro Henrique

            Colocar “führer” foi ideia da própria Hiromi Arakawa, reclama com ela de utilizar isso.

  • Pederix

    Dá pra dizer que essa nova dublagem de Evangelion é a versão definitiva e melhorada? Eu nunca assisti Evangelion e estava me perguntando se essa seria uma boa oportunidade

    • Eduardo Jose de Andrade

      Até que sim pois é a mais atual, mas tem gírias e mudaram a pronúncia de uns nomes, como a ruiva Asuka que falam do jeito que originalmente é escrito: Aska, assista o anime de tv de 26 episódios depois pode ver o death and rebirth, aí sim o filme the end of evangelion que se passa ao mesmo tempo nos episódios 25 e 26, qualquer coisa se tiver mil e uma dúvidas só procurar no youtube evangelion explicado.

    • SaintARMOR

      Pelo que assisti desta redublagem da Netflix, ela não chega a ser perfeita, mas está muito boa. Sim, acho que é a melhor das três dublagens que o anime teve no Brasil.

      Ao menos a Netflix teve o esmero de manter as vozes originais, ao invés de terem feito como nos EUA onde trocaram todo mundo.

      • Seto Kaiba

        Acho que nem foi por conta da Netflix. Acho que foi coisa dos dubladores. Como EVA era um nome grande caiu num estúdio paulista e alguém da Vox deve ter pesquisado e visto que o Lucindo tinha feito o Shinji antes e colocou-o na direção de dublagem. Aí a coisa ficou bonita.
        Isso é mais possível do que a Netflix ter tido a ideia de chamar os dubladores antigos.

    • Dark Force

      Sim com certeza apesar de algumas trocas de vozes

  • Pederix

    Se contar com Renewal, são quatro versões. Me corrijam se estiver errado:

    – Evangelion: Dublado na Mastersound, exibido na Locomotion e NGT. Redublado na Álamo e exibido no mesmo canal que exibia a dublagem antiga, Locomotion. Re-redublado na Vox Mundi para Netflix.

    – Renewal of Evangelion: Dublado na Álamo, exibido no Animax.

    Talvez seja a série animada com mais versões de dublagem no Brasil, acredito.

    • Tadokato

      Até onde eu sei, só haviam duas versões, a da Locomotion (Mastersound), e a Animax (Álamo), o “Renewal” é resmaster pra DVD no Japão, e é a versão comprada pela Animax.

    • SaintARMOR

      São três versões, e não quatro.

  • Caio Breno

    “Aska” seria a pronúncia japonesa correta e não americana. A antiga que era errada.

    • Alexandre Arthur

      “Asúka” está bem errado, mas “Aska” também não é a pronúncia certa, e sim “ásuka”. Por algum motivo os dubladores brasileiros tendem a não pronunciar o “u”.

      • Dark Force

        Exato apenas pontuei isso , como sou dos tempos das dublagens da Alámo e Locomotion me acostumei com as pronuncias da versão Latina já que naquela época 90% dos animes vinham e eram adaptados desta forma

        Por isso ainda prefiro Sakúra do que SÁkura kkkkk

    • SaintARMOR

      Na verdade o correto seria “Ásuka” ou “As’ka”, e não “Aska”. Mas esse não é um grande problema.

      • Blu3s

        Alguns tem uma “acentuação” nas últimas sílabas, de um jeito que “Shinjí” ou “Ásuká” talvez não soaria também errado.

  • Camilo Lelis Ferreira da Silva

    Já pode pedir música pro Fantástico? Já é a Terceira Dublagem…

  • claudio

    Mas se o autor dos direito do anime tiver um contrato de sim ou não renovação pelo mesmo distribuidor por mais anos dos filmes recentes, e possivel no futuro que mude de ideia e troca pra netflix e assim como aconteceu com episodios.

  • Seto Kaiba

    Neste caso acho que Ás’ka seria a melhor pronúncia. Mas Asuka já estava consolidado entre os fãs brasileiros. Seria como YYH recebesse uma nova dublagem e o Yusuke virasse “Yúske”.

    Mas no caso da Asuka não muda muito pois a essa altura todo mundo já viu ela ser chamada de todas as formas possíveis na fonética.

    • Dark Force

      Exato eu pensei exatamente a mesma coisa

  • Queen J Soyeon

    Tão bom ver a Netflix fazendo boas dublagens <3

    Depois de 2 anos de pura reclamação, parece que finalmente fomos atendidos. Partiu maratonar evangelion

  • T-New

    Mas isso é bom, porque prova que é possível fazer uma dublagem puxando mais pela pronuncia, oque antes era privilégio de materiais específicos no mundo da dublagem brasileira.

  • Zen Ryo

    Eu não tenho nada do que reclama, os 4 personagens que eram obrigados a manter suas vozes antigas tem seus dubladores originais de volta, ou seja, estou feliz.
    Mas só pra esclarecer, o meu piloto de mecha favorito é o Heero Yui, diferente do S. Ikari, esse é macho de verdade.

  • Único defeito foi terem removido a música “Fly me to the moon” da ending.

  • Pablo Soares

    a voz do shinji está bem melhor, igual a da primeira verasão, pois na segunda ele falava como um adulto, o timbre

  • Dark Force

    Naruto Clássico caso você não saiba a dublagem foi adaptada do Versão Americana da Viz Media junto com Zatch Bell que veio junto na época. ..

  • Léwow

    EVANGELION O INCRÍVEL ANIME QUE TEVE 3 DUBLAGENS BRASILEIRAS DIFERENTES rs

    • João Carlos

      4 se contar os filmes que recontam o anime.

  • pg

    como sou fã bitolado,tenho todas as três dublagens guardadas comigo agora…

  • Um Carinha Qualquer e Só

    Eita?Parece que saímos vitoriosos dessa vez.

  • Justiceiro

    Dublagem muito boa, fácil de se acostumar. Queria que fosse sempre assim na Netflix, mas sabemos que essa dublagem de qualidade é exceção, maioria que vem de lá infelizmente é lixo

    • SaintARMOR

      Não tem sido mais assim, já que Curitiba e Campinas estão perdendo trabalhos.

      Não que somente Campinas e Curitiba façam trabalhos ruins, vide algumas dublagens da Marmac e a segunda temporada de Nanatsu no Taizai, mas dá para entender onde quero chegar.

      • Justiceiro

        Desanimei em assistir Nanatsu no Taizai por isso, li que mudaram tudo e ficou no amadorismo total, e ainda tá sem um final conclusivo

  • Edenilson Pontes

    Vou tomar coragem pra assistir esse anime kkk

  • Rei Salah The best fifa 2019

    Meu deus Marcelo del Grecco na Tradução, o cara das noticias furadas da revista Herói, por que os estúdios de dublagem acham que esse cara entendi de anime.

  • GesichtLee

    Parabainsh.

  • Vinicius Berger

    Acabei de assistir todos os episódios de Evangelion na Netflix e gostei da dublagem, embora eu tenha ressalvas. Tentarei listá-las da melhor forma possível a seguir.

    Da tradução: gosto muito do trabalho do Marcelo Del Greco, pois ele traduz muito bem e, principalmente, traduz bem para dublagem (que requer uma linguagem mais específica), porém continuo não gostando de ver ele enfiando meme onde a cena não pede. No caso de Evangelion, tivemos exemplos como: “ficou pistola”, “tá na bad”, “iti malia”, “morre, diabo” e “torta de climão”.

    Da adaptação: a pronúncia dos nomes melhorou, embora ainda teve alguns deslizes aqui e ali, como a Misato chamando a Rei algumas vezes de “Ray” (com sotaque americano), e outros nomes sendo pronunciados incorretamente, mas nada que comprometesse o trabalho. Pelo menos não voltou a chamar os Anjos de Angels e a NERV com sotaque americano, como era na primeira dublagem (da Mastersound).

    Do lado técnico: tivemos um ou outro problema de sync (provavelmente por causa do áudio japonês, que notoriamente nunca segue a batida de boca corretamente), e um instante onde a cena pedia reverberação, mas na dublagem não tinha. Fora isso, novamente nada que comprometesse o trabalho.

    Do lado artístico: gostei do Fábio Lucindo fazendo uma voz bem mais jovem (até mais jovem do que a primeira vez que ele dublou o Shinji), isso provavelmente teve a ver com ele seguir o áudio em japonês (diferente das outras vezes), então teve que adaptar seu timbre ao áudio original e à idade/aparência do Shinji. Porém, isso teve sérios impactos em sua atuação. Fábio Lucindo é um ator fantástico, que já fez diversas coisas geniais na dublagem, mas por ter que se concentrar tanto em não sair daquela voz, muitas vezes ele falhou em passar a emoção, quando a cena pedia, para não alterar demais o seu tom.

    Talvez por conta disso, tivemos muitas reações que não foram dubladas (de novo), incluindo algumas que já haviam sido dubladas antes, na versão da Álamo. Gritar o Fábio Lucindo sabe, e faz isso muito bem, mas chegamos a ter o cúmulo de uma cena você poder ouvir claramente a voz original gritando “YAMEROOOOO!”. Novamente: eu verifiquei essa cena na dublagem da Álamo e, nela, o Fábio gritava “não!”.

    Para finalizar, tivemos duas trocas/estreias extremamente positivas. São elas: Priscila Franco e Fábio Azevedo (com destaque especial para a primeira). A Priscila, de longe, foi a dubladora que mais deu um show nessa nova dublagem de Evangelion, e considero ela como a melhor adição ao elenco. Por mim, foi fácilmente a melhor Misato até agora.

    Em suma, sim, vale muito a pena assistir Evangelion dublado na Netflix. Os problemas supracitados não interferem, nem estragam essa obra, e não podem ser considerados um demérito da dublagem (embora, se eu fosse o cliente, sim, eu pediria para consertar cada um desses pontos).

    • Matheus Rian

      Também dá pra citar o Carlos Campanile no Fuyutsuki que ficou bem melhor dublando do que o Sidney Lilla na Álamo e encaixou melhor no personagem.