Netflix: 27% dos assinantes podem cancelar por aumento de preço

Por Matheus Sousa em

Netflix / Divulgação

Com uma subida substancial de preços da Netflix nos próximos meses nos Estados Unidos, uma parcela considerável dos assinantes pode cancelar a assinatura por insatisfações com o serviço, revelou uma pesquisa feita pelo SO.

O site entrevistou 607 clientes do serviço, entre homens e mulheres de idades variadas, onde 27% deles disseram que pretendem cancelar a assinatura se os preços continuarem subindo; na semana passada, os valores no país subiram de US$ 10,99 par US$ 12,99 no Plano Padrão, de US$ 13,99 para US$ 15,99 no Plano Premium e US$ 7,99 a US$ 8,99 no Plano Básico.

Dos entrevistados, 3% responderam que cancelariam por definitivamente o serviço. Outros 24% observaram que poderiam cancelar, mas ainda não haviam decidido. Contudo, uma esmagadora parcela, 60%, responderam que manteriam a assinatura.

Mesmo que o número de desistências seja mais baixo que daqueles que disseram manter o serviço na ativa, os dados são interessantes e servem de alerta para a empresa e a maneira como trabalha sua política de preços.

 

Comentários
  • Kaio

    eu acho muito caro plano padrao de R$20 para assistir em sd, enquanto a prime video oferece ultra hd por menos apesar do catalogo menor.
    Imagina pagando em dolar.

  • Clelson Medeiros

    pago 37.90 pela netflix, só assisti ao um filme nos últimos 2 meses, qse cancelando.

  • Nucker Intermatch

    Kkk nunca nem tive

  • Igor Lucas

    Sim, Netflix vai sentir o que é perder assinante.

  • Igor Lucas

    Até o momento, não anunciaram ahmenau para cá.

  • William Vaz

    Não sou assinante faz tempo, só assisto em conta de alguem.
    Assinar pra receber aquelas merdas de campinas? tá

    • Goku SSJ4

      Somos dois… tb já cancelei faz tempo… e nem faz falta…

  • Eduardo Jose de Andrade

    Pois é, dependendo do estado lá a situação econômica pode ser melhor mas parece que lá uma boa parte é cauteloso mesmo com pouco dinheiro, tipo no Brasil onde o povo prefere comprar bolacha por 1,50 ao invés da de 3 R$ mesmo que seja muito melhor.

  • Eduardo Jose de Andrade

    Dependendo pode ser prejuízo ou ainda um lucro pra Netflix, por exemplo abaixo:
    Vendo todo dia 10 trufas por 2 R$, ganho assim 20 R$
    aumentei o preço pra 3 R$ e 3 pessoas pararam de comprar de mim, mas as 7 que compraram a 3 me deram um lucro de 21 R$, se eu aumentar pra 4 r$ sei que no mínimo uma pessoa vai parar de comprar de mim, logo 6×4=18 R$, diminuiu 2 R$ de lucro de quando vendia por 2 R$.
    Moral da pesquisa pra Netflix: manda alguém fazer as contas pra ver se não vão tomar um prejuízo grande ou aumentar menos a mensalidade.

    • Zaum

      6×4=24*

      • Eduardo Jose de Andrade

        Corrigi.

  • Dark Leon

    Olha Dona Netflix se uma shit dessas ocorrer no Brasil e continuarem com o Erro dublando animes em campinas e curitiba, minha assinatura será CANCELADA!

    Agora se este aumento for em prol de melhorar a qualidade das dublagens dos seus animes Originais e ter mais Animes inéditos dublados no Delart Rio , Cinevideo, Som de Vera Cruz e Unidub ainda poderei continuar…….

  • Zarchary Rabbido

    Tb fico indignado, não sei como é o assunto mas dizendo de ‘maneira burra’ isso dai não é quase nada para eles fazerem todo esse estardalhaço, desgraça vai ser quando isso chegar por aqui

  • Danilo Ishikawa

    A desvantagem é que os preços vivem aumentando e os próprios desenvolvedores dá plataforma não aprimorando mais a mesma internamente. A quanto tempo temos perfis sem nem sequer uma senha de acesso ou até mesmo segurança no padrão das informações do seu cartão de crédito, sendo que qualquer usuário pode visualiza-lá.

  • 紫-MURASAKI-

    “hurr durr olhem como sou superior por ver série ilegalmente em sites de torrent cheios de vírus”

    Você nem devia reclamar pra algo que você sequer contribui. Hipócrita.

    • Bruno Amaral Caires

      Na verdade só pega vírus quem não sabe onde e como procurar. Sou um usuário de Netflix, mas como não tem tudo lá também recorro aos torrents. E se o preço ficar abusivo aqui não vou pensar duas vezes em cancelar.

      • 紫-MURASAKI-

        O problema nem é não ter Netflix ou assistir em algum Super Animes da vida, o problema é desvalorizar quem já assina Netflix e insinuar que tudo que é de graça é bem melhor, como é o que o Caio tá fazendo.

  • Carmmando Alves

    Brasileiro deveria aprender com os Americanos eles não gastam dinheiro atoa e por isso querem continuar mantendo o padrão de vida como sempre e a preços asseciveis e de qualidade e enquanto aqui no Brasil pagar mais caro significa que você é melhor do que os outros e que pode pagar mais por isso que aqui tem muito trouxa que paga caro por um automovel só para dizer que pode comprar mesmo que seja dividido em 60x e isso não é culpa somente dos impostos mas é por que tem muito burro por aqui.

    A margem de Lucro no Brasil é alta por que tem quem pague…

  • Carmmando Alves

    Sou assinante da Prime e não me arrependo tem excelentes series bem diferente da Netflix que tem que investir em series lacradoras e para investir nisso tem que gastar dinheiro e por isso que os preços não param de subir, e enquanto isso a Amazon investi no que atrai o publico com series bem selecionadas como Deuses Americanos e O homem do Castelo Alto duas excelentes series…

  • Carmmando Alves

    é por que o povo por lá da valor ao dinheiro e não tem o habito de pagar caro por produtos e serviços é só dar uma olhada nos lançamentos do Iphone ele nunca ultrapassa os 500 dólares e se isso acontecer eles sabem que o seu publico não o compra e isso acontece também quando se lança video games veja os exemplos do Ps3 que foi fracasso de vendas em comparação ao xbox360 que saiu mais barato… se ta caro ? não compro..

    É este o habito que o brasileiro deveria seguir, se ta caro não compre e se não vende a empresa acaba consequentemente reduzindo o preço pois ela não pode deixar de vender.

    • Dick Buck

      Meu caro. Só errou no iPhone. Ele já ultrapassou a barreira dos mil dólares desde o ano passado.