Netflix anuncia acordo com o CLAMP e mais criadores de anime

Por Nielsen Souza em

Netflix / Divulgação

Para continuar enfrentando a concorrência, a Netflix está aumentando ainda mais seus investimentos na produção de séries originais, e também em animação japonesa. A plataforma anunciou que fechou um contrato com seis criadores do Japão para a produção de animes, o que deve agradar em cheio aos assinantes de todo o mundo.

A lista inclui o grupo CLAMP (Sakura Card Captors), Shin Kibayashi (The File of Young Kindaichi, The Drops of God), Yasuo Ohtagaki (Moonlight Mile, Mobile Suit Gundam Thunderbolt), Otsuichi (Stare film, Goth, Calling You, Zoo), Tow Ubukata (Psycho-Pass 2, Psycho-Pass 3) e Mari Yamazaki (Thermae Romae, Olympia Kyklos).

Divulgação.

Dos mencionados acima, o destaque fica por conta do CLAMP, que atualmente está envolvido num projeto ainda não anunciado, mas que já possui 20 personagens desenhados pelo grupo, enquanto Kibayashi está trabalhando no roteiro de um anime. Ainda não se sabe se ambos serão para o serviço de streaming.

A parceria entre a Netflix e os autores prevê a produção de animes originais por cada um destes criadores que serão transmitidos pela plataforma para 190 países ao redor do mundo. Mais detalhes a respeito do assunto devem surgir em março durante o evento Anime Japan 2020.

Comentários
  • MeGaNiNjA

    CLAMP é muito bom, a Netflix deveria aproveitar e trazer os classicos da CLAMP como Chobits pra plataforma

    • Murasaki

      O lado ruim disso é que seria capaz do anime nem chegar dublado, igual tem acontecido com um monte de coisa antiga que a Netflix pegou diretamente dos produtores japoneses, como alguns filmes do Ghibli, Code Geass, Higurashi e por aí vai…

      • Darth Kuro Cat

        Fora o caso de um Anime Recente que não Recebeu dublagem no Brasil não duvido de mais nada vindo da Netflix

        • Eduardo Jose de Andrade

          Talvez nesses países tenham recebido dublagem local bem antes, code geass por exemplo nunca foi dublado antes no Brasil.

        • mizere71

          Originais Netflix de língua chinesa não costumam receber dublagem pra português, infelizmente. Só pra alguns outros idiomas.

        • jcdark

          Nao recebeu porque aceita sem dublagem, assiste e dá like… se fosse em outro pais o anime seria ignorado… por isso os outros paises ganham dublagem e aqui nao… praque gastar quando só 30% se importa com dublagem?

  • Shai

    Seria bom se eles trouxessem Cardcaptor Sakura: Clear Card dublado pra cá e com o mesmo elenco de dublagem do anime clássico. E se possível também Angelic Layer e Tsubasa: Reservoir Chronicle.

    • ChrysMonkeyQuest

      A volta da dublagem de Sakura é um sonho que queria ver. Mas melhor esperar acabarem de adaptar o mangá pra poderem dublar tudo.

  • edustarman

    Eu acho que esse acordo é para abranger novos projetos, não trazer produções antigas essa é minha opinião.

    • Isso está especificado na nota também. Apenas novos projetos.

  • shikamaru

    gostaria que a netflix trouxesse mardock scramble dublada é um pouco antiga mais a historia é boa já que fizeram acordo com Tow Ubukata.

  • Shai

    Eu não gosto muito do trabalho de dublagem da Crunchyroll, forçam honoríficos japoneses para o público brasileiro e optam só por títulos americanos pros animes, que em alguns casos soariam muito melhor traduzidos, além de demorar muito pra lançarem lotes novos (Black Clover parece que foi congelado ou cancelado).

    • Kazuma Kusakabe

      Só têm 2 animes da Crunchyroll com honoríficos na dublagem, e os “nomes americanos” na verdade são nomes adotados no mundo todo, quase toda obra hoje em dia têm isso

      • Shai

        Acho isso desnecessário, imagina Cavaleiros do Zodíaco se saísse nos dias de hoje sendo chamado de Saint Seiya. Não entendo a razão de deixar tudo em inglês, principalmente porque as obras são praticamente de origem japonesa.

        • Kazuma Kusakabe

          Mas Saint Seiya é o nome japonês, em inglês é Knights of Zodiac :v

        • Kazuma Kusakabe

          E The Lost Canvas veio pra cá com o nome de Saint Seiya memo

        • ChrysMonkeyQuest

          O mundo tá adotando essa medida por ser mais fácil de se reconhecer uma obra ou do que se trata. Com Fire Force ou Demon Slayer como exemplo pelo título original em japonês ficaria difícil sequer saber do que a obra se trata. Não é só da Crunchyroll inclusive, Netflix tem feito isso bem antes dela (The Seven Deadly Sins, Last Hope, entre outros).
          É uma tendência global pras obras serem mais chamativas a mais públicos e terem título único, sem altas variações como o caso de cavaleiros do zodíaco que tem um nome pra cada país que passou.
          Claro que, realmente, algumas obras ficariam bem legais com nacionais, como Nanatsu ser Sete Pecados Capitais e assim vai.

          • Shai

            Mas alguns casos fica muito tosco o título em inglês, por exemplo “In Another World with My Smartphone” significa literalmente “Em Outro Mundo com Meu Smartphone”, ficaria melhor assim no caso de procurar pesquisar, porém com um título tão grande como esse em inglês não dá pra memorizar.

          • ChrysMonkeyQuest

            Aí já é culpa dos autores em parte, títulos gigantescos para obras é uma moda pelo Japão e considerando o tamanho do nome desse exemplo, em português e inglês ficam bem iguais. É mais questão de costume, a língua inglesa tá cada mais sendo difundida pelo globo, quanto mais acostumada com ela, menos títulos como esses se tornam “estranhos” ou “difíceis de memorizar”. Tudo bem que acabam sendo toscos alguns títulos, mas como eu disse antes, isso é por culpa do autor e é literalmente a representação que ele queria para sua obra, em japonês é tosco do mesmo jeito, mas por não se conhecer a língua acaba se parecendo “melhor”.
            Em alguns casos ainda existe o famoso apelido, como o caso de AnoHana, DanMachi, Konosuba… para títulos muito grandes e com o título original traduzido como subtítulo.

          • Shai

            Mas convenhamos que nem todo mundo é nerd para ser expert em inglês, isso parece mais ideologia que vender um produto exportado com a embalagem em inglês sai mais barato do que fazer um trabalho 100% decente de exportação e que também segue aquele pensamento ultrapassado dos jovens dos anos 90-2000s que tudo em inglês é mais “cool”.

          • ChrysMonkeyQuest

            Não se precisa ser nerd ou expert em inglês para se entender coisas simples como títulos, nas escolas mesmo se ensina um bom básico para isso. Como eu disse, é um fenômeno global, não é só aqui que acontece, não é como o pensamento que disse antes, não é apenas porque é “bonito” é para simplesmente criar um padrão global.
            Até porque, se você por exemplo pegar um anime como Black Clover e chamar ele no país de Trevo Negro, você vai ter que licenciar “Trevo Negro” e se manter dono do nome, ou outras pessoas poderão pegar o nome e se aproveitar da fama construída e é muito mais fácil você licenciar seus produtos com um único título no globo. Por isso Dragon Ball teve tanta fama mundialmente, foi o mesmo nome no globo, é fácil licenciar e manter e se eu disser “Dragon Ball” mesmo na frança eles vão entender exatamente a mesma obra que eu estou falando, diferente de seu disser Knights of the Zodiac ou Cavaleiros do Zodíaco num país aonde o nome é Saint Seiya ou outro também adaptado.

          • Shai

            Eu não disse em nenhum momento que TODO anime que existe deveria ter título traduzido literal, mas que parte deles com nomes mais complicados e grandes deveriam ter tradução para facilitar na divulgação. Não tenho nada contra animes como Dragon Ball, Bleach, Hunter X Hunter e outros terem nomes em inglês, já que esses nomes são simples e reconhecíveis diferente de muitos que a Crunchyroll manda (tipo Interviews with Monster Girls não é algo que cola na cabeça fácil a não ser que você seja viciado). E pra ser franco, conheço até muito noob que nem sabe a razão porque Dragon Ball se chama assim.

          • ChrysMonkeyQuest

            Ah sim, acho que entendi mal o que disse, perdão.

          • Murasaki

            Ele deve estar se referindo mais aos títulos que no original estão em japonês, mas são lançados internacionalmente pelo título em inglês. O anime do smartphone que ele citou é um exemplo, e um exemplo justificado, porque não é um título em inglês de duas ou três palavras, e sim uma quase frase. Tem títulos no Crunchyroll que realmente abusam disso e literalmente usam uma frase como título. “Didn’t I Say to Make My Abilities Average in the Next Life?!” é só um recente exemplo muuuuito claro disso.

            Agora quando um anime tem um título adaptado pequeno, como é o caso de Erased, cujo título original também é grande, realmente não é muito necessário uma tradução.

          • ChrysMonkeyQuest

            Sim, eu entendi depois o que ele quis dizer.

    • Yellow Hair

      Se não me engano Black Clover ainda tá sendo dublado mas tá tudo em sigilo

      • jcdark

        Acredito que black clover va ser dublado todo, afinal, é um dos animes do catalogo da HBO+

      • ChrysMonkeyQuest

        Bem que realmente dá pra dublar mais 50 episódios.
        Black Clover tá sendo um dos raros casos de anime que só consigo ver dublado, tirando alguns eps do começo, tá muito melhor de se acompanhar pela dublagem.
        Ainda mais pelo Asta, a voz dele brasileira tá muito melhor que a japonesa (em especial pelos gritos que não estouram seus tímpanos).

    • Eduardo Jose de Andrade

      Acho que já falei contigo antes disso de título japonês x título em inglês, em resumo é porque inglês é a língua mundial (só perde pro Mandarim da China, mas quem manda mais ainda são os EUA Por exemplo), mas na maioria das vezes eu prefiro o título japonês.

  • netflix deveria adaptar o mangá Apocalypse no toride…será que um dia esse mangá vai ser animado?

  • Léwow

    Aí sim hein

    Já espero pra ver Blood-C no catálogo deles

  • Anubis_Necromancer

    Clamp Wonderland 3?
    SIM!

  • Endril Gonçalves Müller

    Uma boa noticia, que seja possivel colocar outros Animes atuais e do passado para serem Dublados, e esperar o evento Anime Japan 2020 sobre os detalhes.

  • Darth Kuro Cat

    Gostei da Novidade, espero que Outros serviços de Streaming do Brasil também entre nessa Onda como GloboPlay, Apple TV e Amazon Prime Vídeo e nos trazendo MUITOS Animes Dublados

  • Lucas Pasion

    Provavelmente é produção original, mas ainda sonho muito com uma adaptação decente de xxxHolic e Tsubasa Reservoir Chronicle

  • Miguel Stelaris

    artworks entertamient alias audios piratas.

  • Eduardo Jose de Andrade

    Será que esse novo projeto do CLAMP pra Netflix, vai fazer parte do clampverso deles ou deixar de fora?

  • Danilo Mascarenhas

    Sinto cheiro de xxxHOLiC, Tsubasa Chronicles, Card Captor Sakura, Card Captor Sakura Clear Card, Chobits, Rayearth, tudo isso na Netflix.

  • Code Geass não é de autoria do grupo CLAMP. O criador de Code Geass se chama Ichiro Okouchi que também é o autor dos mangás. Algumas fonte credita Ichiro Okouchi como apenas co-criador junto com o diretor Gorō Taniguchi. CLAMP só fez o character design dos personagens do anime.

  • André Bergamin

    Fez acordo com o Estúdio errado ehuehuehue

    • Murasaki

      Bem, estúdio nenhum foi citado no post, só alguns mangakas e diretores…

  • Lontra

    O problema disso daí é que meu prime é 10 reais, e o Netflix cobrando 45 por 4K complica. Se não fosse por isso eu ainda tinha Netflix, mesmo puto com algumas diferenças regionais, gosto quando dublam as coisas.

  • triste…esse mangá é muito bom

    • toygame lan

      Deve sair em breve.
      Tem muita coisa sendo adaptada