Warner: nova CEO diz que DC é a prioridade do estúdio

Por Matheus Sousa em

Reprodução.

Em entrevista à Variety, Ann Sarnoff, nova presidente e CEO da Warner Bros., revelou que a DC se trata da maior propriedade do estúdio e que ela está recebendo um melhor tratamento se comparado a gestão anterior, quando o estúdio era comandado por Kevin Tsujihara, deposto por má conduta.

Sarnoff lembrou que possui uma forte conexão com a marca através do Superman, por seu sogro, Bill Sarnoff, ter sido o responsável por aprovar o ator Christopher Reeve no filme de Richard Donner. Bill também foi um dos envolvidos na aquisição da DC Comics em 1968. “DC é agora mais importante que nunca no bem estar do estúdio” disse Ann Sarnoff.

Recentemente a Warner Bros. e a produtora do cineasta J.J. Abrams, Bad Robot, fecharam um acordo de pouco mais de US$ 500 milhões para a produção de conteúdo para os cinemas e HBOMax, negócio intermediado por Ann Sarnoff. Além disso, rumores dizem que Abrams possui projetos para a DC, que envolvem o Superman e Lanterna Verde — ao mesmo tempo, o especial Crise em Infinitas Terras da CW promete conectar desde os filmes e séries da DC.

Por fim, um dos motivos da Warner não ter comparecido a San Diego Comic-Con seria o fato da nova CEO só assumir o cargo em agosto.

Os próximos filmes da DC com data de lançamento já agendadas são Coringa (3/10/19), Aves de Rapina (6/2/20), Mulher-Maravilha 1984 (4/6/20), The Batman (24/6/21), The Esquadrão Suicida (7/8/21) e Aquaman 2 (15/12/22).

Comentários
  • The Master

    Expectativa : N vou criar tanta esperança via o tanto de decepção que veio seguida.
    Realidade : Agora vaiiii…Só vem tropa dos lanternas.

    • Matheus Sousa

      O Tsujihara estava a frente do estúdio desde 2013, tudo o que o estúdio passou (seja para bem ou para o mal) foi orquestrado por ele. É claro que todos os erros serão lembrados, mas não dar um voto de confiança agora, sob nova direção.. Todos ficam na torcida porque no final, quem ganha (ou perde), somos nós, pobres almas.

  • Eduardo Jose de Andrade

    Ela me parece que vai ser boa, mas essa parte aqui fico com os 2 pés atrás: “Crise em Duas Terras da CW promete conectar desde os filmes e séries da DC.” porque o universo compartilhado nos filmes foi pra casa do car#lho então seria um tiro no pé isso.

    • weguer

      Até onde isso n foi confirmado
      Saiu isso em um site gringo
      Talvez com ela como novo CEO isso possa acontecer, mas ainda duvido

  • GesichtLee

    Em termos de bilheteria ela tem razão. A DC permite você lançar dois, três filmes diferentes por ano sem saturar o mercado, por se tratarem de heróis completamente diferentes uns dos outros, e ainda no melhor caso traz uma bilheteria de 2-3 Bilhões por ano.

    Mas tem outra marca que é também criminalmente mal explorada pela Warner:
    Harry Potter.

    Estou reassistindo os filmes, relendo os livros, e meu deus, fazer uma franquia com o Newt Scarmander como protagonista foi uma péssima ideia, tem tanta coisa melhor para se explorar neste universo.

    Eu sempre defendi uma coisa: o lugar de Harry Potter é na TV. O universo mágico precisa de uma narrativa seriada, que de o tempo para desenvolver tramas complexas, world building, o que sempre foi o forte da saga.

    Eu acho que daria dar fazer uma série muito interessante sobre os Aurores na primeira guerra contra o Voldemort.

    A série poderia por exemplo mostrar Barty Crouch caçando os Comensais da Morte, e poderia desenvolver melhor a trama com seu filho comensal, Barty Crouch Jr. , trama essa que ficou resumida a algumas linhas de fala nos filmes, pra mim a história dos Crouchs é umas das mais interessantes.

    Poderia mostrar como aos poucos o Crouch Sr. vai desconfiando de seu filho, o ultimo episódio inclusive poderia ser a morte dos Potter, e depois o julgamento do Crouch Jr, entregue por Igor Karkaroff.

    E depois disso: estaria na hora de continuar pra valer a saga HP nos cinemas. Os atores estão chegando na “idade do 19 anos depois”, a Warner seria muito burra se deixasse essa chance passar.

    Poderiam começar uma nova saga, e aproveitando o desenvolvimento dele na série, eu traria Barty Crouch Jr. de volta como grande vilão, ja que até onde sabemos, ele ainda está em Azkaban.

    Espero mesmo que a Warner entre nos trilhos, as pessoas acusam muito a Disney de monopolio, mas as concorrentes é que pisaram na bola mesmo, o trabalho da Warner em Blockbusters desdo fim do Batman do Nolan foi miserável, só melhorou agora na DC, HP só está pior, e Senhor dos Anéis eles arruinaram completamente.

    • Thomas Jefhey

      A questão do HP é que o contrato com JK possui muitas coisas que faz com que ela possua direito de opinar sobre as decisões doq fazer com os filmes, tanto que foi ela q decidiu fazer a saga do Newt e ainda fez com que deixassem ser roteirista unica. Ou seja, sem ela aprovar, nada sai.

  • Anubis_Necromancer

    Bem que ela poderia ler meus roteiros ou me contratar para fazer algum filme de Super do lado B da DC…

  • Sr. WB

    Não gosto do Abrams, mas espero que se ele for fazer filmes do Superman e Lanterna, que sejam dentro do DCEU, ou seja #VoltaCavill

  • Gabriel Santos

    O objetivo é agora. A Warner tem pouquíssimos filmes que bateram a marca do bilhão e nunca foi problema pra ela. Quando estavam produzindo Vingadores 1, a Warner deixou bem claro q não tinham ideias e nem interesse de fazer algo do tipo e do nada começam a fazer (e tudo errado). Nada mais que despreparo e não é nem concorrência, é INVEJA mesmo.

  • toygame lan

    monopólio da Disney?

    Mesmo que a Warner compre o estudio britanco,a autora J. K. Rowling,tem bastante participação nos lucros e processo criativo dos filmes.

    E tbm os ultimos filmes da franquia foram bem mal nas bilheterias,não acredita que a Warner vá fazer algo mais de HP.Sua concentração é na DC mesmo que precisa emplacar seus personagens

    • GesichtLee

      Vai fazer sim, claro que vai, HP tem um potencial enorme. Eles deveriam desistir do Newt Scarmander, AF2 fou um fracasso por quê as pessoas não se interessaram por está franquia, não quer dizer que a marca HP esteja fraca como um todo, muito pelo contrário.

      Eu comentei ontem que ela deveria fazer uma nova série pra streaming, e depois, continuar a saga do Harry mesmo, já que os atores estão chegando na idade do epílogo, daria pra retomar a série daqui uns 3-5 anos.

      E segundo rumores, é exatamente isto que está sendo cogitado na Warner. Óbvio, isso não colocaria a Warner no mesmo patamar da Disney, mas aumentaria consideravelmente a fatia do bolo da Warner no mercado, uma continuação da franquia clássica faria um bilhão fácil, independente da qualidade, é só colocar Daniel Radcliffe e Emma Watson ali que vende.