Divulgação. © Eiichiro Oda / Shueisha / Toei Animation

O canal infantil chileno ETC, sonho de consumo dos brasileiros e dos demais vizinhos da América Latina, surpreendeu a todos ao anunciar que entre seus destaques de programação para o mês de maio, está a exibição da versão original de One Piece sem nenhum tipo de corte ou censura, legendada em espanhol, e em dois horários: 10h e 19h. Anteriormente, o ETC já havia transmitido a versão editada pela 4KIDS.

A decisão de levar o anime ao ar desta forma deve-se aos inúmeros pedidos dos fãs, que sempre clamaram por mais episódios de One Piece. Percebendo o potencial da série, o canal optou por adquirir da Toei os capítulos originais e inserir legendas, algo que de alguma forma diminui os custos. O acordo acabou sendo positivo para ambas as partes.

Além disso, já foi dito pelo próprio ANMTV em diversas ocasiões que a própria Toei acredita ser “logisticamente complicado” dublar os mais de 800 episódios do anime. O público que assiste ao ETC comemorou a atitude do canal, porque para muitos, o que mais vale é ter a série sendo exibido na TV do que aguardar pelas longas negociações envolvendo dublagem, o que muitas vezes não acaba saindo da forma que muitos esperavam.

Demais destaques da programação do ETC incluem a estreia de Mighty Morphin Power Rangers, Mazinger Z, Digimon Adventure, Cavaleiros do Zodíaco: Saga de Hades e um dorama coreano. Confira a grade do canal abaixo:

Reprodução.

Aqui no Brasil, o fato de nenhum canal infantil se interessar por One Piece, ou até mesmo a Netflix, fazem com que qualquer tipo de negociação seja inexistente, especialmente pela exigência dos fãs em querer que seja dublado, mesmo a Toei Animation não estando nenhum pouco inclinada em fazer isso.

Qual a sua opinião sobre o assunto? One Piece poderia ganhar espaço na TV mesmo sendo transmitido sem censura e com legendas ou a dublagem dos inúmeros episódios é algo que deveria sim ser levado em consideração?

  • Seto Kaiba

    Essa ETC do Chile é uma Sony Spin da vida… Não vira não…

    Fora que aqui tem uma iniciativa parecida com a Rede Brasil que vai transmitir Black Clover legendado, quem sabe One Piece legendado também não aparece algum dia…

    • Eles ainda exibem animes de forma considerável na programação. A programação live-action até chega a combinar com a programação de animes, então não faz muito sentido comparar com o Sony Spin. Eles tentaram americanizar o canal com uma programação mais “teen” e resolveram deixar os animes de lado, obviamente não ia dar certo aquilo.

      • Seto Kaiba

        Na verdade, posso estar errado, mas esse canal ETC faz parte de um grupo maior de mídia lá no Chile, e tem como público alvo, os jovens.

        Talvez a comparação com o Sony Spin seja mesmo injusta por causa da americanização, mas o fiz por causa do “tamanho” e situação do canal, acho que comparar com o Jetix ou o Animax seria mais correto. E como já vimos com o Jetix e o Animax, isso não vingou por aqui.

        Lá no Chile, essa ETC ainda tem fôlego porque os adultos não fizeram uma inquisição contra os animes como fizeram por aqui (coisa do diabo, coisa de criança, coisa de virjão, dublado contra legendado, etc), jogando tudo para o nicho. Nesse canal anime ainda é coisa de jovens e isso é bom, pois tem penetração. Aqui, se for ver, a maioria dos fãs de anime são velhotes de 25 para cima, ou jovens doutrinados por esses velhotes. E aqui excluo os hits, como Dragon Ball, Pokémon e Naruto que ainda tem boa penetração com os jovens graças a CN e a PlayTV.

        • SaintARMOR

          A audiência de Naruto na Play TV não é péssima, mas não é graças à ela que o anime tem penetração no Brasil.
          No mais, os tais “jovens doutrinados” não são poucos, não mesmo. Anime tem abrangência no Brasil, mas se as emissoras não querem exibir é outra história. Elas que não sabem aproveitar uma demanda.

          • Seto Kaiba

            Mas aí é que está um dos problemas, esses “doutrinados” agora só assistem animes novos legendados e só em HD, nem cogitam ver nada antigo em SD 4:3. Exceto coisas mais clássicas e faladas como Dragon Ball e Naruto (e sim, conheci crianças que conheceram Naruto e Bleach na PlayTV, nem eu acreditei na época. )

            Fora isso, já fazem 10 anos que não passam animes novos na TV aberta brasileira!!!

            E não dá para saber a recepção do pessoal mais juvenil dessa geração que só assiste coisas via Youtube e outros sites na net, e tudo legendado (filme, seriado, o que for) por vias piratas.

            Realmente deveria ter uma pesquisa de mercado para ter certeza e embasamento, porque realmente não sei se essa “demanda” nova seria atendida por emissoras TVs, tendo animes dublados, legendados ou com as duas opções.

            Ter um horário fixo na TV já é uma coisa que o povo (jovem) não gosta, antes os jovens tinham garra para ir para a frente da TV no horário certo para ver tal programa. Hoje em dia, só as donas de casa fazem isso para ver novela. Se alguém perde um episódio, já deixa para ver tudo na reprise ou busca por opções pra assistir na net e fica por lá e não volta. Por isso, as últimas emissoras que apostam em animes sempre colocam horários alternativos.
            Até mesmo essa ETC.

            E nem os streamings oficiais satisfazem o povo (de todas as idades). Se está legendado, a legenda é ruim e não tem dublagem. Se está dublado, a dublagem é ruim porque não é carioca ou não tem os dubladores que gosto ou adaptou mal aquela frase/termo/nome.

            Em resumo, concordo com um comentarista que falou aqui na ANMTV, anime na TV, aqui no Brasil, se não vier em uma emissora do calibre da CN ou do SBT não vinga. E digo isso porque essas emissoras tem um foco mais juvenil amplo, não é de nicho fechado como essa ETC ou mesmo a Rede Brasil e a PlayTV que focam em públicos mais alternativos.

          • lucas guida

            Cara, você acha que TODAS as pessoas que são fãs de anime hoje sao apenas a geração que assistia a rede Manchete, tá muito engano. Tem várias pessoas que nasceram n

  • Pra mim o que mais deveria se entrar em assunto é o fato do canal em si estar há mais de vinte anos no ar e mesmo assim nunca ter se expandido pra fora do Chile.
    Aquela notícia sobre o canal se expandir internacionalmente não deu em nada desde que aquilo foi postado há quase dois anos no blog. Parece que o canal fingiu que nem falou nada sobre o assunto.
    Também é realmente estressante demais ver o quanto esse canal consegue investir em animes se comparar ao que a PlayTV tenta investir. O pessoal da PlayTV ao menos deveria tentar ter algum contato com o pessoal que controla esse canal do Chile, quem sabe essa situação mudasse pelo menos um pouquinho.

    • Kevin de Paula

      Vai no artigo da PlayTV na Wikipédia, e olha pro canto direito. Daí você vai entender porque a situação não muda.

      • Por isso que a melhor opção seria vender o canal para alguma empresa mais prestativa.

        (a propósito, eu já sei da treta há muito tempo, eu acompanho esse blog há muito tempo e sei quem é tal empresa)

    • Victor

      O canal ainda existe porque tem um público que colabora para isso. Sobre a Playtv isso iria dar em nada, canais não são donos do conteúdo que não é produzido por eles.

      • Não me refiro a “ser dono de um conteúdo”, mas a contatar alguma pessoa do canal que seja mais experiente na aquisição de animes já que a própria PlayTV não está podendo bancar esse tipo de coisa ultimamente.

        • Victor

          Mas o problema da Playtv não seria por mau adminitração e sim por falta de recursos e ela também não tem nem muito público que a tornasse interessante para as distribuidores fazerem um investimento diferenciado.

          • Os animes que a Fundação Japão trouxe para alguns países do continente poderiam ter um espaço na PlayTV, considerando que as licenças dos animes que eles adquiriram são praticamente “doadas” para os canais. Porém não sei que tipo de conflito a PlayTV está tendo para não ir atrás deles, seria a melhor opção para o canal já que ele não é dos melhores no investimento.

            Lembro que um tempo atrás o @saintarmor:disqus estava divulgando aqui no site uma enquete feita pela Fundação Japão em relação a isso, mas o máximo que tivemos foram alguns legendados que foram exibidos no I-Sat, Gintama sendo exibido em um canal comunitário de Goiás e alguns filmes de Makoto Shinkai legendados sendo exibidos numa filial da TV Cultura no Paraná.

          • Victor

            O mesmo poderia se perguntar em relação a Rede Brasil e a Redetv.

          • SaintARMOR

            Sim, também tem isto. A Fundação Japão no resto da América Latina praticamente doou a licença de todos os animes que licenciou para os canais. É até estranho que não estejam vendendo seus títulos aqui.

          • Marcos Hater

            Outro anime que foi dublado a anos atrás na bks Mazinger Z Clássic até agora não deu as caras em mídia alguma, suspeito que pinte de surpresa na Netflix ou na Rede Brasil

          • Marcos Hater

            Como falaram aqui os animes do Isat seriam melhor aproveitados dublados no TBS isso inclui Gintama redublado, Mononoke,Cowboy Bebop, Gungrave e eu incluiria nesta lista The Disastrous Life of Saiki K ,acho este anime super a cara do canal por ser de comédia ,mas pra isso tinha que ter muitos pedidos ao canal para eles incluírem animes no catálogo dublados, assim como foram as surpresas de Ricky Morty e Mr Picles que estão dublados ,
            não descarto que os animes legendados do Isat algum dia sejam reexebidos com dublagem no tbs.

        • Marcos Hater

          Bom seria a locomotion voltar o problema seria a qualidade das dublagens dos animes que nem precisa falar né. ..

          • SaintARMOR

            O Team Loco já está operando em toda a América Latina incluindo o Brasil, porém, apenas com legendas em espanhol e sem dublagem até o momento.

    • Eduardo

      Pois é, a Gamecorp deveria vender o canal para algum grupo estrangeiro. Provavelmente economizaria com a entrada de um ETC ou TOKU por aqui

  • lucas guida

    Nielsen, nos EUA é dublado simulcast com o japão? Já que a funimation possui um serviço de streaming pelo que pesquisei.

    • Pelo jeito sim.

      • lucas guida

        E quando a toei vai distribuir one piece, eles não podem distribuir uma determinada leva de episódios, por exemplo: mandar só 60 episódios para ver se vai ter repercussão em uma determinada parte do mundo. Eles não podem fazer isso ao invés de mandar dublar 800 de uma vez?

        • Eu acho muito difícil pelo tamanho do anime, e como a Toei não está muito disposta a bancar nada nesse caso foi mais viável vender assim.

          Convenhamos que só desse jeito quem curte a série vai poder assistir na TV.

          • Marcos Hater

            aqui se vier só legendado vai flopar bonito, até porque os fans esperam a anos pela redublagem para corrigir os erros da Maldita 4kids que queime bonito no inferno junto com a dublagem de campinas ,Cruncyroll e curitiba XD

    • SaintARMOR

      A dublagem americana de One Piece não é uma simuldub como a de Boku no Hero Academia ou de Black Clover por exemplo, mas ela está bem adiantada e já passou da faixa dos 600 episódios.

      • lucas guida

        E como tá a situação do anime em Portugal, ainda estão dublando?

        • SaintARMOR

          A passos bem largos, mas estão. Se não me engano a dublagem portuguesa atualmente está em Enies Lobby.

  • Léwow

    Podiam exibir legendado e quando já tiver passado por um longo tempo passava dubado

  • Victor

    As pessoas já deveriam ter aceitado que One Piece não vai fazer sucesso no Brasil, ele já teve sua chance com o grande e não emplacou nem adianta culpar a dublagem porque ela estava longe de ser das piores e para o público de massa isso não faz diferença mesmo se o personagens fossem dublado pelo mesmo dublador e nem a censura porque ela não altera o enrredo da história e nem as pessoas tinham pré-conhecimento disso para ser um problema.

    • Thiago Gabriel de Melo

      Eu discordo, a censura mudou sim o enredo em vários aspectos, por exemplo no arco da nami onde a belemere é morta pelo arlong, na versão 4kids ela foi presa pelo arlong, terem tirado a parte do encontro com a laboon e terem trocado a cena por um iceberg, ou o arco dos gigantes dorry e broggy cortados, além disso não atrairia o grande publico arma ser trocada por arma de agua, ou por um martelo,, então o grande publico basicamente achou algo tosco, mesmo os que não tinham conhecimento da censura não gostou, e também tem algo pessoal pra mim que me incomoda muito na versão da 4kids que é a trilha sonora que a original é MUITO melhor, todo o potencial do anime não foi explorado no país.

      • Marcos Hater

        Redublado na Unidub vamos torcer

        • Thiago Gabriel de Melo

          Seria incrivel se isso acontecesse, o estudio do Wendel se preocupa muito com a qualidade dos trabalhos do seu estudio.

          • Brasil Lycris

            eu n acho one piece faz bastante sucesso por aqui e so ir em grupos de animes nas redes sociais ver quanta gente le o mangá em sites de mangás etc muita gente curte acho que o problema foi que deram umas mancadas como a dublagem meia boca a censura idiota e alterarem a abertura

          • Marcos Hater

            Vamos postar pedidos na página do Ângellotti para mandar dublar One Piece Gold na Unidub comas elenco Rio e São Paulo

      • Victor

        O primeiro caso é um personagem passageiro sem importância que fica ausente no resto da série então as situações para explicar o que ocorre com ela não alteram o enrredo principal da história, os outros casos nem faziam parte do pacote de episódios que foram exibidos aí não dá para saber com certeza se o público se importaria. É difícil achar que as pessoas achariam a censura tosca em um mesmo programa que passam desenhos como O màskara, Looney tunes e outros do Cartoon.

        • Thiago Gabriel de Melo

          No caso das cenas eu citei elas pra explicar mudanças no enredo, o publico que não conhece realmente não se importaria afinal esse publico nem saberia, apenas se chegasse nos trechos do enredo que isso é importante lá na frente(isso não chegou nem na versão da 4kids em ingles). Eu acredito muito sim que as censuras fizeram o publico que não conhece achar tosco, mesmo com esses desenhos que você citou, afinal eles são totalmente focados em piadas, , já one piece o foco é o enredo, com cenas dramaticas e cenas de ação, essas que foram totalmente estragadas pela 4kids, mudando todo o peso das cenas e as tornando ridiculas. Exemplo: Já nos primeiros episódios com um martelo para ameaçar o coby ao invés de uma pistola, uma arma com uma rolha na ponta ameaçar o Shanks, ou uma cena mais pesada, mas ainda assim prejudicou muito o impacto da cena, a nami furando a tatuagem do arlong de raiva dele. Quanto ao público que conhecia obviamente não aprovou(esse publico que hoje já cresceu bastante, tanto que mangás e action figures vendem bem, página no facebook one piece ex tem 166000 seguidores, o video do tauz rap do luffy tem quase 3 milhoes de views e o mais antigo tem 12 milhões de views), o anime atualmente é bem popular, não tanto quanto dragon ball ou naruto, pois esses tiveram na tv com dublagem, e não tem o problema do preconceito que muitos ainda tem com one piece ou preguiça, mas apesar disso eu acredito tem potencial no brasil sim de fazer sucesso nos dias atuais.

          • Victor

            Eu falei isso pela minha própria visão desse tipo de coisa, eu conheci OP pela exibição no SBT e não tive nenhum problema com a censura justamente pela referència que eu tinha desses desenhos como uma metralhadora que dispara uma bandeira de bang, uma bombinha que explode uma cidade inteira e uma mareta que esmaga cem pessoas então não tinha porque eu achar tosco. Eu também acho que OP pode fazer sucesso no Brasil mas não do modo convencional por causa do ritmo do anime.

          • lucas guida

            Cara você não se cansa mesmo. Do que iria adiantar continuar dublando essa versão se só vai a um determinado arco no anime. Parte da culpa de não termos o anime de one piece por aqui também e da própria Toei que ao invés mandar a versão original como fez com CDZ, mandou a versão editada da 4kids por ser mais barato. Então não fique botando a culpa so no povo não tá.

          • Victor

            Eu não disse nada disso que você falou, meu comentário se refere a exibição dos 52 episódios na tv aberta e sua repercussão, conheço pessoas que como eu conheceram OP pela sua exibição no SBT e teve gente que gostou e teve gente que não se interresou claro que estou me referindo as pessoas leigas não otakus. Animes no Brasil com poucas exceções sempre foram voltados e sustentados pelo públicos infantil que é de quem se pode obter lucro com eles então não é de se estranhar que tenham escolhido a versão infantilizada, no Brasil não existe um mercado com que se possa obter lucro do grande público voltados para outras faixas etárias como no Japão.

    • SaintARMOR

      O que veio para cá foi outro anime. A versão da 4Kids só tem em comum com a série original japonesa o título, porque muita coisa nela é extremamente diferente da versão japonesa.

      Sim, a 4Kids alterou o roteiro de One Piece e cortou episódios e até arcos inteiros, o que deixou a série bem confusa. Pesquise antes de comentar.

    • Louiz

      A dublagem BR de One Piece realmente é boa. O pessoal só reclama dela porque se acostumou com a dublagem original. O único problema mesmo foi as censuras da 4Kids, que além de mudar algumas partes da história, deixou o anime MUITO infantiloide.

    • Jardel

      Como o Thiago falou, o que estragou o anime foi a censura tosca. E pra acrescentar… DBZ que é a animação mais aclamada pelos brasileiros fracassou em sua primeira temporada que foi exibida pelo SBT. Sorte que a Toey resolveu arriscar com a segunda temporada e conseguiu emplaca-lo por aqui. Com One Piece é a mesma coisa, ele começa a se tornar extremamente viciante após 300 episódios no arco Enies Loby. E com base nisso, Angelott (representante da Toey no Brasil e responsável por trazer vários animes para cá) disse que a Toey planeja resumir os episódios das 3 primeiras temporadas e começar em Enies Loby, além de remasterizar todos os episódios. Eles querem negociar com canais de streaming e exibir numa tv aberta (Rede Brasil, provavelmente).

      • SaintARMOR

        Com “resumir os arcos” provavelmente ele estava se referindo à trazer os filmes e OVAs resumo. Acho que antes de Enies Lobby apenas Skypiea não teve especiais resumo.

        • Jardel

          Espero que o resumo seja feito diretamente no anime, porque se for os filmes e os OVAS, o povo não vai gostar. Eles são praticamente o resumo do resumo, muitas informações seriam cortadas (inclusive o arco dos gigantes novamente, a primeira aparição do Ace, o desenvolvimento da Vivi e de vários outros personagens), fora que o filme do Chopper segue uma linha temporal diferente e que ficaria bem bagunçada na história. E pelo que eu me lembre da entrevista, ele não disse que utilizariam os filmes e os Ovas, foram algumas pessoas que deduziram isso. Eu acredito que eles irão excluir os arcos e cenas fillers, além de episódios que não tem muita importância para a trama, o que vai dar uns 120 a 150 episódios (o resumo das 3 temporadas).

          • SaintARMOR

            Mas é a única forma de se fazer um resumo, sendo um novo ou sendo os filmes e OVAs já existentes. Não tem como resumir sem cortar informações e coisas do tipo.

            O filme do Chopper talvez seja a exceção, mas o resto ainda dá para formar razoavelmente uma cronologia coesa.

          • Jardel

            Um bom resumo é aquele que mantém as ideias principais e secundárias do autor, da forma que você está dizendo muitas informações importantes serão cortadas. É como eu já disse, o que deve ser excluido são as cenas fillers, arcos fillers e episódios focados em personagens que não tem muita importância para a história (ex.: os que são focados no treinamento do Coby na Marinha e da vingança do Buggy). E como eu já disse, aqueles Ovas e filmes só sevem pra nostalgia, porque como apresentação da história… eles cortam a introdução de personagens, prejudica o desenvolvimentos dos mesmos e tira o peso emocional das cenas. Se usarem aquilo a maioria dos fãs irá se revoltar e o anime vai fracassar novamente. :-/

          • SaintARMOR

            Simplesmente não dá para enfiar o anime todo num especial de duas horas, seja ele um dos OVAs que já existe ou mesmo um novo especial. Se forem compilar sagas inteiras do anime vão cortar muita coisa de qualquer jeito; você fala como se fosse possível resumir a série sem ao menos suprimir fatos que sejam relativamente importantes.

  • João Carlos

    o ETC ta meio longe de ser um canal infantil :v

  • Andre TR

    Quem dera se as emissoras de tv pensassem igual essa ETC do chile, tudo bem que animes dublados seria muito bom, mas ter um anime passando na televisão em horario nobre mesmo que legendado iria poupar tempo de ter que baixar cada episodio em sites fansub para depois assistir na tv

    • Gabriel Campos

      Ou faça da forma legal, e assine um streaming que o possua, ao invés de baixar ilegalmente, assim as reclamações logo irão acabar!

    • Não é pensar igual.
      É questão de ser lucrativo ou não.

  • Marcos Hater

    Primeiramente se vier a versão Gold redublado Tudo direitinho na Unidub por temporadas na Netflix ou mesmo na PlayTv ou RedeBrasil iria amar e com certeza assistiria feliz este anime, Agora legendado NUNCA , não tenho paciência alguma pra assistir este anime legendado, TEM QUE Ser REDUBLADO na UNIDUB e Ponto final.

  • Marcos Hater

    QUERENDO ONE PIECE GOLD REDUBLADO NA UNIDUB
    #onepiecegoldnaunidub

    • Daqui a pouco vai virar campanha.. rsrs

      • Marcos Hater

        Pode crer é o meu estúdio favorito atualmente de SP e One Piece Gold mais do que merece ser redublado na Unidub.
        Motivos de eu ter mencionado a versão Gold???, deixo pro Saint Armor explicar aqui kkkkk

  • Diego Miyabi

    Por mim pode ser tudo legendado do que esperar uma dublagem que vai encarecer e atrasar por tempo indeterminável a exibição de uma produção que já ultrapassou dos 800 episódios.

    • SaintARMOR

      Já passou dos 800 episódios mas também vai durar mais uns bons anos. Se dublarem tudo num prazo relativamente rápido, como em 5 anos, não vai tardar até a hipotética exibição dublada brasileira alcançar a japonesa.

      • Seto Kaiba

        Eu acho que deveriam dublar só até Alabasta e ver como o público reage, e assim ver se valeria a pena continuar. Afinal, Alabasta foi o primeiro grande auge de One Piece.

    • claudio

      Se a tv quise-se passar 2 episodios dublados por semana, teria tempo de dublar sem pressa.

  • Zen Ryo

    Qual a sua opinião sobre o assunto?
    R: Sim,Claro que tem que dublar o anime,diferente de Detetive Conan e Sazae san,One Piece merece sim ter todos os seus 832 episódios dublados,vale a pena e muito,quem assistiu dublado no passado sabe muito bem disso.
    One Piece poderia ganhar espaço na TV mesmo sendo transmitido sem censura e com legendas ou a dublagem dos inúmeros episódios é algo que deveria sim ser levado em consideração?
    R: Sim e muito,independente dos erros cometidos pela 4Kids,nada pode mudar o fato de que a dublagem Br de One Piece foi perfeita,se os ”fãs” brasileiros tivessem ouvido e cérebro teriam percebido isso,mesmo assim tem muita gente que ainda deseja ver One Piece na TV dublado e se dependesse de mim,isso ja teria rolado a tempos.

    • SaintARMOR

      Detetive Conan também merecia ser dublado por aqui, mas considerando os rumos que a coisa tomou, já que eles nunca exibiram a série original por aqui nem quando estava na hora certa lá para idos de 2000, é praticamente 100% certo que o anime não ganhará uma dublagem em português brasileiro.

      • Marcos Hater

        Detetive Conan seria legal na Netflix, mas dublado e com legendas

    • Sayaka

      E se fosse por mim,Sailor Moon Crystal ja tava passando no Rede Brasil.

  • Zen Ryo

    Serio isso?
    Qual é a vantagem do ETC fazer isso se o anime vai ta legendado?
    Legendado eu vejo na internet, é ate mais fácil achar com leg em esp do em pt br.
    Eu apaludo Portugal,pelo menos eles dublam o anime,eles ate ja dublaram os OVAs.

    • Victor

      Simples exebição de forma pirata não ajudam em nada os animes.

      • Tem um certo streaming oficial ae disponível pra assistir. Nem tudo está perdido.

        • Dio Brando

          E com todos os episódios.

  • Marcos Hater

    Único motivo pra eu assistir One Piece GOLD será a REDUBLAGEM, torcendo eu que seja na Unidub Uuuuuniiidub com todo elenco clássico possível de vozes. Tenho total certeza que o mestre Wendel Bezerra vai manter o máximo de vozes possível se a Toei e a Netflix Brasil tiverem bom senso.

    #One Piece na Unidub

    • Juniorbf41

      Não estou sabendo dessa,explique

  • Mateus Correa

    rede brasil cade

    • Gabriel Arruda

      Eles não tem grana para este anime.

  • Zen Ryo

    Acho que o ETC nunca vira ao Brasil (se o Toku não veio,esse nem chega perto).
    Entretanto,se acontecer (por um milagre único) do ETC vir ao Brasil e eles trouxerem One Pice pra ca de novo é bom que ele seja dublado em pt br ou pt pt pelo menos.

    • Eduardo

      A esperança é a última que morre… A SKY com o novo satélite promete muitos canais, só nos resta aguardar

      • Só digo uma coisa… o ETC com certeza não deve ser um deles xd

  • Thiago Gabriel de Melo

    Eu sonho com o anime dublado sem censura e com uma dublagem excelente, tomara que um dia se concretize, agora se passasse legendado sinceramente eu não iria curtir muito porque apesar de gostar muito da dublagem eu já assisti tudo, então não animaria tanto, mas provavelmente veria pra apoiar o mercado apenas.

  • Zen Ryo

    Quem gostou da dublagem de DBZ não tem direito nenhum de criticar One Piece dub.
    Pelo menos metade do elenco de DBZ participou de One Piece,o que o deixou muito melhor.
    Quando se trata de One Piece dublado,todos só comentam sobre a censura,ninguém lembra da dublagem (que era perfeita),no canal Wendel Bezerra (no youtube) eu nunca vi um único comentário do tipo: ”Wendel,você foi super dublando o Sanji”, ”Marcelo o Zoro ficou muito mais legal por sua causa”, ”Rodrigo seu trabalho com Ussop naquele ep do Ussop vs Chew foi engraçado,mais que no legendado” ou ”Vagner,cara o seu trabalho com o Luffy foi ainda melhor do que com o Gohan”.
    Eu nunca li nenhum comentário desse e nunca vou ver,por que brasileiro é ótimos pra botar defeito em tudo (exceto neles mesmos), mas quando o assunto é reconhecer o trabalho duro feito pelos dubladores fizeram em One Piece,ai a historia é outra.

    • João Carlos

      Tem gente que fala que a dublagem é ruim pelas censuras
      ???????

      • Pode crer que sim, tem até gente que acha que foi a dublagem que censurou o anime e não a 4kids hsuahshsuahshsha

      • SaintARMOR

        Tem sim.

    • SaintARMOR

      Não se esqueça que o Fábio Lucindo dublou o Chopper e a Angélica Santos dublou a Nico Robin, entre as vozes dos personagens principais. Além da Samira Fernandes na Nami que você não citou.

    • Gabriel Hérisson

      a dublagem era boa, mas se tinha uma coisa que foi um tremendo desastre foi o lucindo no chopper. ainda bem que esse foi o ultimo ep dublado

      • Marcos Hater

        Não era ele , quem dublava o Chooper era o Yuri Chesman

        • SaintARMOR

          Não. Era o Fábio mesmo. O Yuri só dublou em One Piece o Chabo, que era um menino que aparecia durante o arco do Arlong.

        • Gabriel Hérisson

          vdd, confundi aqui

    • Seto Kaiba

      Verdade a dublagem de One Piece foi perfeita, o que foi ruim foi a edição da 4Kids. Até as versões das músicas que passaram no SBT estavam muito boas, não era aquele rap da CN…

      Eu sou a favor da Toei tentar bancar a redublagem de One Piece em HD até o fim de Alabasta, com o elenco original da Álamo. Só mudaria os dubladores do Chopper e da Robin, eu colocaria a Fernada Bullara no Chopper e a Marli Bortolleto na Robin, apesar da Angélica Santos não ter ficado tão ruim na Robin (só teve uma cena da Robin dublada e nem apareceu seu rosto, mas existe o crédito de dublagem).
      Aí depois de arrumar uma emissora para passar, a Toei veria a reação do público e decidiria continuar a bancar o resto da dublagem ou não. Porque dublar os 850 episódios e os filmes, daria boas centenas de milhares ou talvez bons milhões de reais.

      • Marcos Hater

        Seria legal na Netflix a série e os filmes e depois na PlayTv como novidade pois não vejo outro canal para One Piece além da PlayTv, sei que tem a Rede Brasil mas não tenho este canal… Não me importo se de surpresa chegar a Netflix os 7 primeiros filmes dublados como preparação para o lançamento da série Gold ou os dois juntos, embora eu ache que os filmes venham antes.

    • Gabriel Arruda

      Eu vi uns episódios dublados eles capricharam no elenco.

    • lucas guida

      Ninguém nunca criticou a dublagem de one piece, o que foi criticado foram as edições feitas pela 4kids, do que adianta fazer uma ótima dublagem para um anime que foi fortemente editado. O ocidente inteiro odiou o que a 4kids fez, inclusive os americanos, po

    • lucas guida

      Teve gente sim que gostou da dublagem, mas do que adianta o povo alogiar a dublagem para um anime fortemente editado. Se o público so reclamace o CN não estaria dando tanto destaque para DBS, se o povo só reclamace não teríamos yo-kai watch ainda não estaria sendo exibido no Disney XD. E se você acha que não tem ninguém falando mal dublagem de DBS, muito pelo contrário. Tá cheio de gente purista que vive falando que original é melhor e por aí vai. Ou seja, sempre vai ter aqueles famosos webos, não importa para que anime seja, nem mesmo dragon ballet, que possui uma dublagem extremamente querida e elogiada, escapa dessa. Ou seja, pense duas vezes antes de falar coisa que não sabe.

    • Marcos Hater

      Eu reconheço sim ,tanto que estou fazendo campanha para One Piece ser redublado na Unidub com elenco misto Rio e São Paulo Capital já que o anime tem uma série de personagens. Uns exemplos de vozes para novos personagens

      Ace – Raphael Rossato
      Frank – Francisco Júnior
      Brooklyn – Jorge Lucas
      Perona – Michelle Giudice
      Crocodilo – Hércules Fernando
      Caesar – Márcio Simões

      • SaintARMOR

        O Raphael Rossatto até poderia dublar o Ace já que ele já fez algumas coisas em São Paulo. Já para o Franky e o Brook eu escolheria dubladores que já são residentes em São Paulo mesmo, como o Nelson Machado e o Felipe Grinnan respectivamente.

        Mas eu não teria tanta esperança de ver Hércules Fernando e Márcio Simões se algum dia dublarem em São Paulo.

        • Marcos Hater

          Comentei isso, pois eles já fizeram dublagens em alguns filmes da Unidub

  • Kaio Honorato Rodrigues

    Inveja!

  • Snøw

    Nem me lembre dessa versão da 4Kids. É uma das censuras mais toscas que já vi.

    • Gabriel Arruda

      Foi o que iniciou a queda da empresa.Não sei que rumo ela tomou depois que os Japoneses tiraram deles os direitos de One Piece.

      • Marcos Hater

        A saban também passou por isso com digimon e pretty cure

        • Mas a Saban Brands ainda tem a “mina de ouro” dela, que são os Power Rangers.

      • A 4Kids no papel ainda existe, mas na prática, já não se vê praticamente nenhuma ação ou iniciativa onde o nome dela está envolvido.
        A coisa começou a desandar quando ela perdeu os direitos de Pokémon em 2005, e desandou totalmente depois que a TV Tokyo e a Nihon Ad Systems a processou em 2010, devido a parcerias ilegais que a empresa norte-americana firmou com relação a Yu-Gi-Oh!

  • Gustavo

    Já foi falado alguma coisa ou ao menos um rumor sobre One Piece por aqui desde que o SBT e o CN pararam de exibir?

    • SaintARMOR

      Houve um rumor entre o final de 2012 e o início de 2013, mas não passou disso.

  • Eduardo Jose de Andrade

    Olha a programação desse canal! pena que aqui no Brasil um dos poucos canais que ousaria esse tipo de programação otaku é a Rede Brasil, só não investem mais porque não devem ter renda, mas One Piece aqui já tem pelo cr, mas como o CR é conhecido quase só pelos otakus, seria bom se a Netflix tivesse também no catálogo dela One Piece (mesmo que seja legendado, a dublagem japonesa é boa sim) e assim seria mais fácil se popularizar aqui no Brasil.

  • Louiz

    Seria um sonho ver esse canal aqui. Ele exibe vários animes bons que nenhum outro canal ou serviço de streaming compraria, tipo Black Jack.

  • NARUTO KUN

    Eu sei que muitos vão dizer que one piece não deu certo aqui no Brasil por causa da censura e tals,mas tbm tem que admitir que o anime one piece não deu certo porque não era muito chamativo e eu me lembro bem de ver no sbt e ele passava colado junto com BEN 10 e NARUTO que eram febres na época sla talvez fosse por causa de pouco marketing em cima do anime sla essa é a minha opinião
    Obs: eu gosto de one piece

    • Victor

      Acho também que eles esperavam que fizesse o mesmo sucesso que Naruto era na época pelo hype que tinha no Japão. One Piece tem um ritmo diferente das outras animações quando eu estava começando a gosta foi na parte que os episódios terminaram, eu só voltei a me enteressar pelo anime de novo depois de conhecer umas pessoas que gostavam.

    • João Carlos

      Meu tio e minha prima viam One Piece no SBT, eu era meio novo e não entendia nada, preferia Pokémon e Dinossauro Rei

  • Gabriel Arruda

    Se descartarem os episódios Fillers pode reduzir os custos da dublagem.

  • Gabriel Arruda

    Seria bem melhor.Serviria como um Chute no Saco dos canais arrogantes que acham que podem vencer os serviços de Streaming.Isso fortaleceria o Streaming.

  • Thiago Gabriel de Melo

    E altera pros arcos seguintes, mesmo a 4kids nunca tendo chegado tão longe, mas por exemplo enies lobby o Usopp com os gigantes lá, no caso da laboon muito mais pra frente em thriller bark. Concordo com seu ultimo paragrafo.

  • Diego Miyabi

    O pessoal dos comentários me lembraram, a dublagem de One Piece foi realmente boa.

    Só uma duvida: Esse CDZ Hades é remasterizado? Pq se for, será a primeira emissora do mundo a exibi-lo

  • Jardel

    O Angelott (representante da Toey no Brasil e responsável por trazer vários animes para cá) tinha dado uma entrevista dizendo que a Toey planeja resumir os episódios das 3 primeiras temporadas e começar em Enies Loby, além de remasterizar todos os episódios. Eles querem negociar com canais de streaming e exibir numa tv aberta (Rede Brasil, provavelmente). Isso foi um pouco antes de anunciarem a produção da série em lave action.

  • Geo Hikari

    Excluindo as questões das vozes(pela americanização),foi uma ideia muito inusitada o ETC exibir One Piece legendado e sem cortes. O horário devia ser apenas as 19h,suficiente para mostrar animes de lutas com personagens sofrendo perda de sangue a cada golpe forte,pois este tipo de serie as 10h pode dar problemas aos executivos do canal devido ao horário que serve para exibir animes de tamer.

    O canal já deve ser considerado então o sucessor da saudosa Fox Kids com sua grade que impressiona até o mais hardcore fã do CN ou mesmo Disney XD. A Fox Kids daqui também dedicava parte de sua grade á animes – somente com o segundo boom que tivemos em 2000 – e ainda alguns eram mostrados em versões americanas,na maioria feitas pela 4Kids. ETC reviveu ha um tempo seu legado e dará lucros para os funcionários e mais sucessos para seus fãs. O que deveria ocorrer por aqui se a nossa falida TV voltasse a ter respeito com a cultura japonesa.

    • Kibou-Sensei

      Deve ser mencionado que a ETC não censuraram seus animes por muitos anos e não é incomum para transmitir séries para o público de jovens adultos durante às manhãs e tardes. Musumet, Death Note, Cinderella Boy, Tenchi Muyo e Basquash são alguns exemplos.

  • Jailson Santos

    Pra quem não sabe (gosta) ler, um anime/filme legendado deve ser terrível de se assistir.

  • Victor

    Mas eu estou me referindo a exibição que teve aqui no Brasil, até a parte foi exibido esses fatos citados não seriam a causa de não terem dado continuidade a série, One Piece teve uma média de episódio exibidos similar a que outros anime tiveram para emplacar e ainda contou com uma reprise coisa que mesmo outros animes que não tiveram esse problemas não contaram.

  • SaintARMOR

    A trilha sonora não era a mesma da versão japonesa, o linguajar também não era, a tensão das lutas também não era. É fato que o que chegou ao Brasil não foi One Piece de verdade, mas um outro produto. Se você acha que isso não vai afetar a receptividade da série no país, eu não sei o que vai afetar.

    One Piece deveria ter vindo para cá sem cortes entre 2000 e 2002 pela Cloverway junto com Digimon Adventure e Dragon Ball GT, teria sido a melhor época para se começar a exibir a série.

    • Victor

      OP veio na época que Naruto era febre. Esse tipo de coisa jà aconteceu com vários tipos de produções sem isso gerar repercussăo negativa e até hoje as pessoas assistem sem nem conhecer, se dar contar ou se importar.

  • SaintARMOR

    Num longo prazo, poderia ter. Afinal, esses 850 episódios não foram exibidos do dia para a noite, e o retorno não aconteceria do dia para a noite também.

  • Sayaka

    Leva a serio João.

  • Marcos Hater

    Sim por isso acho que se fosse redublado na Unidub tem que ser esta versão para exibição principalmente na Netflix, mas só me animo assistir se for dublado legendado passo longe….
    Assim como o flopado caso da sem noção da cr, por animes legendados na rede brasi em um bloco e logo terá, isso se já não tem pedidos de dublagem de Black Clover e ReZero,. Quando li está noticia no site deles desanimei complentamente de assistir pois a maioria esperava a dublagem destes 2 animes.

  • Marcos Hater

    Se for para Netflix primeiro Sim, é outra mandaram dublar 2 anos todo o Mazinger Z Classic que será exibido provavelmente na Netflix e na Rede Brasil para preparar a vida do filme Mazinger Z infinity por aqui via Netflix creio eu e provavelmente vira pela Diamond Filmes e será dublado na…eheheheh

  • Gabriel Hérisson

    nao cara, ficou horrivel de ruim

  • Igor Lucas

    Queria tanto que a Netflix pegasse a série.

  • Horus

    Si se pueden doblar, la cosa es que como venden 800 pues toma su tiempo

  • Rafael Nogueira

    Um anime dublado é sempre bom, mas casos assim em que vir legendado é quase certo o negócio é só aceitar, mas é complicado desde que todo mundo assiste legendado de boa na internet e a emissora que distribuísse aqui não ia sair ganhando muita coisa, exemplo é Fullmetal com a Netflix :-/

  • Kibou-Sensei

    O fato de emitir One Piece com legendas da ETC responde aos pedidos dos fãs devido aos bons resultados que teve em 2017 quando eles fizeram um teste de um bloco legendado do meia noite com os animes Locodol e Yama no Susume. Atualmente, além do OP, são emitidas legendadas os animes recientes Yuri on Ice (2016) e All Out (2016-2017). Durante o ano possivelmente serão emitidos também legendadas Love Live!, Black Clover e tem havido rumores de uma possível transmissão do Captain Tsubasa 2018. A dívida que a ETC ainda tem com os fãs é a transmissão de animes seinen ou para público adulto. Eles anunciaram Dance in The Vampire Bund, mas até hoje não há anúncios de sua estréia.

    Para complementar o publicado, outras novidades são a estréia do dorama coreano Healer (Em espanhol “El Sanador”) e o retorno do bloco noturno Noche Ñoña, com uma seleção das melhores séries para o público jovem adulto de segunda a sexta das 23h às 2h

    23h Mazinger Z
    23h30 Mighty Morphin Power Rangers
    0h One Piece
    0h30 Digimon Adventure
    1h Saint Seiya Hades
    1h30 Taiho Shichauzo! (Están Arrestados)

    Distribuição semanal de conteúdo: Doramas coreanos 17,3%, produção própria (Free to Play) 11,9%, Animes 70,8%.

    Saludaçoes do Chile

  • Away

    Sobre a última pergunta, no Brasil e TV aberta ? Nunca, talvez só por serviços de streaming é muito marketing

  • Victor

    Novamente eu não falei nada disso que você está me acusando e isso que você disse eu já sei, vocè que está com problema para interpretar as coisas que eu digo. Eu já fiz isso que fosse propôs e quem não gosta, não gosta com ou sem censura, a versão da 4kids foi adaptada para o público mais infantil mas esse público pelo que eu percebi não cria interesse por ele, seja por causa dos personagens, dos traços ou do ritmo do anime. Os EUA tem um público otaku muito mais lucrativo que o brasileiro então para as empresas o investimento na versão original é algo mais válido.

    • lucas guida

      Se brasileiro não gostasse de one piece então não teríamos o mangá da série nem mesmo o databooks, se brasileiro não gostasse de one piece então não existiria Fansubs legendando a versão original japonesa do anime, se brasileiro não gostasse de one piece então o anmtv brasileiro não falaria quase nada de one piece por aqui assim como eles quase não falam nada de detective Conan. Tem sim pessoas no braBra que gostam de one piece, se o povo brasileiro fã de one piece se resume apenas ao público otaku talvez seja, mas não quer dizer que seja desconhecido por todos por aqui. Tem gente que nem é muito fã de anime que conhece one piece por aqui no Brasil. Para de falar coisas sem pensar, one piece TEM SIM fãs no Brasil, obviamente não como dragon ball, mas tem. Ou seja, o anime faria SIM sucesso por aqui se fosse dublado a partir da versão japonesa. Qual a diferença entre público otaku do resto da América latina do de aqui? Lá o anime também não fez sucesso, e para de contra argumentar dizendo que foi culpa do povo que não gostou, a culpa de não ter feito sucesso foi o que eu acabei de te dizer lá em cima. Entenda de uma vez, se um determinado anime não chega no Brasil, ele também não chega no resto da América latina, se um anime chega ele também chega no resto da América latina, se um anime e dublado ele também é dublado para o espanhol latino, e se one piece não fez sucesso por aqui ele também não fez sucesso no resto da América latina. Ou seja a situação de one piece por aqui também é a mesma no resto da América latina, atualmente é difícil de ser redublado tanto para o português brasileiro tanto para o espanhol latino. Porque que você acha que vai ser exibido legendando no Chile e porque que você acha que outra emissora de TV dos outros países latinos não faz o mesmo, porque eles pensam da mesma forma que as emissoras de TV brasileiras. E no Chile ser otaku também é coisa de nicho, mesmo com o ETCTV ainda é coisa de um público restrito, o motivo do canal ainda existir é que eles não fizeram nenhuma burrada que prejudicasse o canal como foi o caso da rede manchete. Se o Brasil tivesse dublado a partir da versão japonesa faria SIM sucesso e continuaria sendo exibido na TV não só do Brasil mas também resto da América latina e hoje poderíamos estar numa situação parecida com a de Portugal; mas não foi o que aconteceu e não, repetindo pela milésima vez, a culpa não foi do povo, foram das empresas que trouxeram o anime editado dos EUA.

      • Victor

        Eu não disse que OP não tem fãs no Brasil, eu disse que eu mostrei a versão da 4kids para as pessoas e teve gente que gostou e teve gente que não gostou, a maioria que não gostou era principalmete crinanças, a versão da 4kids era voltada para o público infantil e exibida em canais e programas para esse público. Eu não comparei o Brasil com o resto da América-Latina e sim com os EUA que possui uma população com mais poder aquisitivo uma pessoa pobre de lá tem muito mais condições de adquirir as coisas do que uma dos países dosAmérica-Latina.

        • lucas guida

          E as crianças americanas GOSTARAM????? Gostaram tanto que a 4kids perdeu os direitos do anime e tempos depois faliu. Se elas tivessem gostado isso não teria acontecido e a 4kids estaria viva até hoje editando tudo que é anime por aí.
          E mostrar esse anime para a atual geração de crianças por acaso conta? Essa geração que gosta de assistir youtubers como luccas neto e rezende (não to falando mal de nenhum deles) e jogar jogos online como LOL e minecraft VÃO GOSTAR? E isso não vale só para as do brasil, a atual geração de crianças dos EUA também vai gostar? Por acaso elas assistem tanta televisão quanto a geração dos anos 90 e 2000, elas assistem animes com tanta frequência como as do anos 90 e 2000?? E isso também tá valendo para às do EUA, já que o toonami fica no adult swim.
          Não adianta, pode contra argumentar quantas vezes quiser, eu não vou mudar de opinião e já vi que não adianta discutir contigo. Se você não quer mudar de opinião e não quer aceitar a dos outros, tá certo. mas também não vou aceitar a sua e não vou concordar com tigo e PONTO FINAL.

  • Victor

    Pode-se transformar uma história de terror em comédia desde que seja bem feita para o público leigo isso não faz diferença (não estou dizendo que a versão da 4kids é maravilhosa), como eu disse no outro comentária eu já mostrei essa versão para outras pessoas principalmente crianças e nada disso que vocês falam foram motivos para elas não terem gostado da versão da 4kids, ela não é esse mostro de sete cabeças que os otakus falam.
    Quando eu disse “irrelevante” falo dentro dos 52 episódios que foram exibidos aqui e que nunca passaram disso então não seria motivo para as pessoas terem uma má recepção por causa disso, não faria diferença se ela fosse morta, presa, para outra dimensão ou virasse estrela se eles nunca teriam conhecimento do que acontece além disso.

    • SaintARMOR

      Mesmo o público por mais leigo que seja percebe sim que tem algo errado quando você transforma uma história de terror numa comédia na base de edições, trocas de OST, suavizações de diálogo e etc. Com as devidas proporções, foi o que foi feito com One Piece.
      A 4Kids até soube lidar com Pokemon por exemplo, mas nem de longe com One Piece.

      Sobre a tal personagem “irrelevante”, eu me refiro aos primeiros 52 episódios também. Aquela história é a da Nami, e faz uma diferença enorme para o contexto da história se a personagem morreu ou foi presa; se ela foi presa, você simplesmente pode pensar que vai haver um final feliz para todas as partes no final das contas, mas não vai, porque a personagem morreu e a Nami se f*deu.

      • Victor

        A 4kids ficou responsável pela exibição até a quinta temporada nos EUA da distorção que ela fez na história até o público perceber durou um bom tempo, não tem como as pessoas que viram apenas a deixa nos 52 episódios criarem rejeição pela série por causa disso.

        • SaintARMOR

          One Piece não emplacou na primeira leva e na segunda só fez tanto sucesso que a empresa perdeu os direitos sobre a série e vendeu para a FUNimation.

          Então meu caro, sim, tem como as pessoas criarem rejeição sim. Se você não criou, paciência, mas você não fala por todo mundo.

  • Dio Brando

    One Piece é muito bom. Quem acompanha o mangá/anime até hoje sabe do que eu estou falando. É uma pena que nunca tenha dado certo com o grande público fã de Dragon Ball.