CDZ: A Lenda do Santuário estreia em janeiro na Netflix

Por Matheus Sousa em

Divulgação. © Masami Kurumada / Saint Seiya Legend of Sanctuary Production Committe

Divulgação. © Masami Kurumada / Saint Seiya Legend of Sanctuary Production Committe

Os Cavaleiros do Zodíaco: A Lenda do Santuário (Saint Seiya: Legend of Sanctuary), filme em CG que se desenrola nas doze casas do zodíaco e será lançado em DVD pela Paris Filmes chega ao catálogo da plataforma de vídeos Netflix no dia 13 de janeiro. A data pode sofrer alterações, mas o filme já conta com uma página em português.

As negociações entre a Toei Animation e a plataforma de vídeos para aquisição do longa começaram um mês antes do lançamento do filme no Japão.

Apesar de ter sido um considerável sucesso de bilheterias aqui no Brasil e demais países hispânicos, o longa dividiu a opinião dos fãs pelo modo como adaptou um dos arcos mais importantes do anime, deixando pontos importantes da história de lado e desvalorizando alguns personagens.

É esperado que novos acordos relacionados as séries da franquia (Ômega e clássica), venham a ser fechados por ambas as empresas.

Comentários
  • Rafhael Victor

    Tomara que a dublagem seja a mesma utilizada nos cinemas.

    • Leonardo Felipe

      Vdd.

    • cecil

      mas vai ser,foi assim com DBZ

    • tiago henrique

      aposto que vai o do dragon ball la ta com a original de cinema

  • saymon

    Esse filme foi apenas uma homenagem da Toei para Kurumada pelos 40 anos de carreira, não existe qualquer ligação com a serie classica!!!! é apenas uma homenagem!!!

  • castiel sertanejo

    o netflix promete muito tomara que cumpram porque até agora nada de naruto shippunden não adianta criar uma página se só tem vento nela e alguns comentários de pessoas à espera de um milagre lembrando não foi uma critica pq até eu comentei muito lá

    • thierry

      naruto shippuden ira chegar quando terminarem de dublar

  • Felipe_Kratos

    Que Otima Noticia estava esperando sair em DVD mais como tenho NETFLIX so esperar dia chegar parabens a netflix e tenho certeza que a dublagem sera a mesma que fizeram no filme porque dublariam denovo? se ja tem contrato com a TOEI

  • Rodrigo Muniz

    Nossa, eu assisti a esse filme. E na minha opinião, o filme foi ruim. Puts, Mudança nos personagens, o Miro virou uma mulher, o cavaleiro de peixes apareceu por 15 segundos no filme e depois morreu, as lutas ficaram hiper curtas, eles não passaram pelas casas que não havia cavaleiros. Meu, o que foi aquilo que fizeram com o cavaleiro de câncer? Puts, péssimo. A única coisa boa do filme foi a parte da computação gráfica, pois o roteiro ficou péssimo.

    • SaintARMOR

      Mudanças não são ruins apenas por serem mudanças. Aliás, é um reboot, o objetivo é mudar.

      Miro ser uma mulher não afetou negativamente em nada o filme, e positivamente também não.

      O Peixes teve uma aparição pífia de fato.

      Depende de qual luta do filme você fala. Algumas ficaram curtíssimas, como Ikki VS Shura(aquilo foi pífio), mas outras, como Seiya VS Aioria, não.

      O Máscara da Morte com o “momento Broadway” não foi grandes coisas como humor, mas só aquilo não é suficiente pra matar o filme, até porque ele teve algumas qualidades(ele andava de lado em certos momentos, remetendo ao carangueijo que é o símbolo do signo, e picos de humor, o que é teoricamente uma característica dos cancerianos). O problema do personagem foi quando ele foi vergonhosamente derrotado de cuequinha dando gritinhos histéricos no final, mas o musical foi o de menos.

      O roteiro ficou mediano, mas pros padrões de CDZ não foi tão mal assim.

      • LEANDRO

        O senhor gostou de assistir essa merdaça? Divertiu-se com isso? ;)

        • Flavia

          Não posso falar pelo Saint, mas eu me diverti vendo o filme. Eu já sabia das mudanças e não esperava nenhuma fidelidade. Não me diverti pq o filme era bom, mas exatamente pq ele era ridículo.

          Assim como a série clássica, eu me divirto com ela pq ela é ridícula. (no bom sentido)

          • LEANDRO

            Vamos imaginar um cenário inusitado, “divertido” e “ridículo”:
            A Mad House compra os direitos do Saint Seiya e kicka a Toei.
            A Mad House decide fazer um remake da série verdadeira, idêntica ao mangá do Kurumada. Sangue e drama, com 50 capítulos pra saga Santuário, visando vender Blu-ray pro exterior. Isso sim seria um sucesso.
            Saori sempre sabendo que é Athena, Hyoga como primeiro assassino do Santuário, Mitsumasa pai de todos os Cavaleiros de Bronze, Shaka dando um pau no Ikki na Ilha da Rainha da Morte, todos os Cavaleiros de Prata atacando na praia, Saga quase matando o Ikki com a Explosão Galáctica, Saga estourando o próprio coração, Marinas atacando os Bronze no hospital, Marinas tretando com os Gold na festa da Saori e por aí vai…tudo isso com uma animação SSS da Mad House e jorrando sangue!!!
            Aposto que venderia umas 15 mil cópias cada volume e a Mad House lucraria. Eu compraria e me divertiria. Agora essa babaquice da Toei, eu passo.. ;)