Será que os trailers realmente estragam os filmes?

Por Eder Rodrigues em

Warner Bros. / Divulgação

Estava eu e alguns amigos, conversando num grupo e debatíamos sobre o trailer de Capitã Marvel. Aí, foi quando um deles falou que já chega de trailers desse filme, pois já estava entregando demais sobre o plot da história. Um outro amigo disse que nem vê mais trailers, pois muitos deles entregam tudo que irá ter no filme, e isso estraga a experiência de estar no cinema. E então pensei, que isso poderia render uma discussão interessante. Os trailers estragam os filmes, ou é apenas um mero detalhe?

Antes de tudo, precisamos entender quando que os trailers surgiram. A primeira aparição desse recurso, datam de 1913, lá nos Estados Unidos onde foi transmitido pequenos trechos da série The Adventures of Kathlyn. Somente após 1919, este recurso foi utilizado antes dos filmes, com a incorporação da distribuidora National Screen Services, que foi uma empresa que cuidava exclusivamente para a criação dos trailers.

Dito isso, percebemos que a criação dos trailers não é algo recente. Já é algo centenário. Porém este recurso, ficou cada vez mais presente nas salas de cinema e com o advento da internet, tornou-se cada vez mais comum a exibição dos mesmos, para a divulgação e popularização dos filmes ou séries perante o público. Mas, o que vemos hoje, é uma exacerbação de trailers que a grosso modo, deveria ser para perpetuar a sua obra para as pessoas, mas que hoje em dia entregam demais a história da obra.

Exemplos na indústria cinematográfica disso são inúmeros mas podemos citar aqui, como exemplo, Vingadores: A Era de Ultron. O primeiro trailer foi muito bom mas já deu pista sobre o que iria vir a acontecer. Os trailers que se sucederam, entregaram quase todo o enredo do filme, basta um olhar mais minucioso e traçar uma comparação de quando você foi assistir o filme no cinema e os trailers do filme. Não tem erro. Nota-se o enredo todo entregue nos trailers.

Outro exemplo recente que podemos citar é o filme de Dragon Ball Super Broly, que é um grande sucesso de público aqui no Brasil. O primeiro trailer, você pode perceber, é o introdutório a história do filme. Qual será o vilão, qual a possível motivo do vilão fazer o que está fazendo, os saiyadins enfim. O problema se torna os trailers que vieram a seguir. Todos eles foram entregando mais e mais do enredo e isso, na minha visão prejudicou a surpresa, que é intuito de um longa: causar impacto e surpresa. Só que foi desnecessário mostrar o Gogeta, que já era especulado por fãs e fóruns que iria aparecer no filme. Mas entre especulação e fato, existe uma grande diferença. Poderiam ter deixado esta surpresa no filme, que digamos, traria mais emoção para quem via. Ter o Gogeta no filme na minha visão, não seria um chamariz gigante ao ponto de o público deixar de ir ao cinema. Dragon Ball nunca foi famoso pela história, mas sim por suas lutas. Então, foi desnecessário mostrar isso, pois acabou estragando a surpresa de muitos. Existe tantos outros exemplos disso, mas se eu citasse cada trailer de filme que entrega todo plot do filme, acabaria dando um lusíadas de tão grande.

Eu entendo perfeitamente todo trabalho de marketing que o trailer possui e toda sua popularização que venha a acontecer, porém é inegável que entregar toda a história de um filme e muitos trailers, estraga a experiência de quem vai assistir. O problema não são os trailers em si. O que torna massivo é a quantidade exagerada deles, que acabam mostrando coisas demais e que particularmente, me incomoda, quando comparamos quando assistimos o filme no cinema e o comparamos com os trailers lançados. Acho que a indústria cinematográfica e as distribuidoras deveria repensar nesses detalhes, e deixar de lado o “quanto mais melhor” e trocar pelo “menos é mais”.

Comentários
  • Kaio

    Evito assistir trailer de filmes que pretendo assistir.
    Ex: Vingadores 4, não preciso ver um trailer desse filme para me convencer a comprar o ingresso no cinema.

    • eder rodrigues da conceição

      Tudo depende de perspectiva. Hoje em dia, assisto por conta do ofício, porém é muito desanimador ver que entregam muitas coisas desnecessária nos trailers.

  • Pedro Amorim

    Além da falsa esperança de filme foda teve trailer que já enganou a gente como esse filme https://www.youtube.com/watch?v=uzqYqoVoU74

    • eder rodrigues da conceição

      Com certeza. hahaaha

  • Hola

    Acho que o lance com Dragon Ball é bem comum no Japão. Nos trailers deles os caras spoleiam praticamente tudo da história.

    • eder rodrigues da conceição

      Sim mas isso é uma tendência dos trailers, que em grande parte deles, entregam basicamente tudo.

  • Eduardo Jose de Andrade

    Realmente quando a especulação se torna fato é desanimador, recentemente foi a aparição do Gogeta no filme do Broly, mas a minha maior foi com o Apocalipse/Doomsday confirmado em Batman vs Superman, desde então evito ver trailers, assim é melhor ver o filme sem hype de nada.

    • eder rodrigues da conceição

      Pois é. O ar de mistério, da surpresa já não tem mais, pois o trailer entregam o que o filme tem de melhor.

  • toygame lan

    Mas tem trailer que mostra muita coisa mesmo,alguns é basicamente o filme todo se juntar tudo

    • eder rodrigues da conceição

      Sim, e isso é um grande problema para atrair realmente as pessoas pro cinema.

      • toygame lan

        Eu só vejo o primeiro e segundo trailer e não vejo mais nada depois para evitar spoiler

        • eder rodrigues da conceição

          Tudo é questão de divulgação mas exagero sempre é complicado.

  • will

    Gostei da matéria, essa é uma discussão interessante, parabéns !!!

    • eder rodrigues da conceição

      Obrigado Will

  • Alan Cano Munhoz

    Eu tento não assistir quase nenhum trailer, acredite a surpresa é muito mais legal assistindo sem saber =) FUJAM DOS TRAILERS

    • eder rodrigues da conceição

      Exato. Os trailers servem pra divulgar e não para mostrar tudo que te filme. O que faz muitas vezes o trabalho contrário do que realmente é proposto

  • GustavoH

    2 teasers e 2 trailers é muito mais que suficiente. No maximo 3 se o 2 for só o 1 com poucas cenas adicionais

    • eder rodrigues da conceição

      Desde de que não mostrem nada de mais neles, acho super válido.

  • Geaniny Houklef

    Claro que o trailer não estraga. O que estraga é o filme ser ruim e o entedo fraco

    • eder rodrigues da conceição

      Sim eu acredito nisso também, porém a questão aqui ao qual me refiro, é a situação no qual muitos trailers se submetem.

    • doko

      Acho que especialmente pra filme de animação (que são sempre mais curtos que filmes ao vivo) estraga sim. Se já vai ter pouco filme pra assistir é melhor evitar ver trailers dele, a não ser que você tenha alguma dúvida quanto a qualidade ou algo assim.

      Também evito ver trailers de qualquer filme que eu *com certeza* vou ver, como qualquer um da Marvel, Star Wars etc. Se eu vou ver de qualquer jeito, assistir aos trailers é só levar risco de estragar surpresas à toa, não vale a pena.

  • Rafael Nogueira

    Não só em filmes, games também sofrem disso, como os trailers de Tales of Vesperia que sai um a cada dia.
    Tem que saber fazer, é uma opção sempre a pessoa a assistir ou não no final, mas não é de se negar como um trailer deve ser feito corretamente.

    • eder rodrigues da conceição

      Games também tem esse problema realmente

  • Fernando Moura

    Eu acho q Dragon Ball nunca quis fazer surpresa nenhuma, visto q a Toei sempre divulgava o nome e o enredo dos eps do Super

    • eder rodrigues da conceição

      Eu também concordo, mas o citei como exemplo para fazer uma delimitação sobre a questão feita no início do texto.

  • Pedro Lucas Pimentel

    Me parece que a Marvel aprendeu que mostrar muito no Trailer é uma péssima estrategia, o ultimo trailer que mostrou exatamente o filme todo foi “Homem Aranha De Volta Ao Lar”, tanto que em guerra infinita, quase nada foi mostrado nos trailers, e tomara que ela continue assim daqui em diante.

  • Jonathan Oliver

    Frescura. Quanto mais melhor!! Quer surpresa? Então espera fazer aniversário que ganhará uma festa surpresa.

  • Vitor

    Eu prefiro não ver mais trailers, exceto por exemplo, Vingadores Ultimato, que todos sabíamos que não entregariam nada óbvio. No mais, eu prefiro que o filme fale por si, tenho interesse em ir ver Dragões 3, Aranhaverso, WiFi Ralph, talvez Bumblebee, meramente pelo que eu conheço de seus universos. Alguns “spoilers” acabam se tornando até chatos, tipo todo mundo sabe que tem uma cena das princesas em Ralph 2, e nem precisei ver o trailer para isso.
    Pra mim cinema é na “sorte” mesmo. Arrumei um dinheiro extra? Beleza, vou lá e vejo qual pôster me chama mais a atenção e pronto.

  • Zarchary Rabbido

    Sonic Forces teve esse problema, fizeram um Marketing tão em cima dos Vilões antigos e acaba que só 2 e dos mais recentes você acaba enfrentando fora que pelos Trailer parecia que seria um reerguimento da série 3D de Sonic mas acabou naquilo que deu, o mais fraco da série Boost
    Não sei se encaixa na conversa mas isso foi mt decepcionante

  • Matheus

    Ainda acho que nos trailers do Guerra Civil, não deveria ter aparecido o Homem-Aranha. Seria muito mais legal assistir no cinema.

  • Eduardo Jose de Andrade

    O apocalipse também no BvS podiam ter deixado só na especulação, quando vi oficializado ficou claro que batman e superman parariam de brigar e derrotariam ele pra salvar o dia………..