Super Dragon Ball Heroes World Mission é anunciado para Nintendo Switch

Por Matheus Sousa em

Shueisha / Toei Animation Divulgação

A desenvolvedora Dimps anuncia o lançamento para Nintendo Switch do jogo Super Dragon Ball Heroes: World Mission.

No estilo de cartas, a franquia já é bastante conhecida no Japão por seu lançamento em 2011, chegando agora a este console para expandir mercado.

Reprodução.

Super Dragon Ball Heroes World Mission trará 1.160 cartas, além de outras já presentes nos arcades da franquia e aproximadamente 350 personagens. No jogo, o jogador entra em batalha 7×7.

A distribuição será da Bandai Namco e o título ainda não possui previsão de lançamento.

Comentários
  • Luan Kayro

    Infelizmente vai ser difícil lançarem no ocidente.

  • carlos eduardo

    quando lançam algum jogo pro switch e so para o japão se continuar assim a nintendo vai acabar falindo por que so o japão nâo aguentar segurar uma empresa como essa !!

    o pessoal aqui do brasil ja n liga pra nintendo varios outros paises tbm , os unicos que tão salvando eles e la na Europa e america do norte!!!

    • Rock Lee

      Kkkkk sempre essa conversinha da Nintendo falir. Isso é muito engraçado cara, a Nintendo tem várias franquias de peso, inclusive a maior de todas, Pokémon, que faz mais dinheiro que qualquer franquia de entretenimento áudio-visual, mais que Star Wars, mais que a Marvel.

      A Nintendo nunca vai falir, e se eles quisessem eles poderiam vender só no Japão e iriam continuar existindo, iriam reduzir gastos, mas continuariam lançando consoles e jogos.

      O mercado de games japonês é auto-suficiente, eles tem um consumo grande o suficiente pra se manter comercializando só lá mesmo. Por isso muitos jogos ficam por lá, só jogos com mais apelo ao público ocidental valem a pena serem lançados aqui.

      É igual a Marvel, eles estavam acabados nos anos 90, mas eles tinham propriedades intelectuais de grande valor comercial. E o que eles fizeram? Usaram essas propriedades em mídias mais populares na época, como a TV e o cinema, primeiro de forma indireta vendendo direitos pra Sony, Fox, Universal, depois com o Marvel estúdios.

      Mesmo que chegue um dia em que a humanidade não goste mais de video game, a Nintendo daria um jeito de fazer dinheiro com Mario, Zelda, Pokémon, etc.

  • Rock Lee

    Bem que a Bandai poderia investir mais no Switch. Lançou DB Fighterz muito tarde no Switch, poderia vender bem mais se tivesse sido lançado antes. Agora está perdendo até pra FIFA, que é um jogo que nunca fez muito sucesso nos consoles da Nintendo nas últimas gerações.

  • Dukke

    Ruim