Super Drags: Netflix divulga nova prévia da animação

Por Matheus Sousa em

Netflix / Divulgação

A Netflix divulgou uma nova prévia da polêmica animação nacional Super Drags, em que ridiculariza críticas a série, voltada para maiores de 16 anos. Assista:

Em tempo, foi revelado que o drag queen Pabllo Vittar também terá participação na dublagem da animação, mas seu papel não foi revelado. Demais vozes serão feitas por Silvetty Montilla e Rapha Velez.

Produção do Combo Estúdio em parceria com a Netflix, a 1ª temporada de Super Drags terá 6 episódios será lançada em novembro no catálogo.

Comentários
  • Vitor

    Kkkkkk Que pisão, adorei.
    Não parece ser dublagem de Campinas, fiquei até com vontande de asssistir.

    • Essa é uma série brasileira, é bem óbvio que os dubladores serão selecionados pelo estúdio de animação ao invés da Netflix.

    • pablo souza

      Nesse caso,é a voz original, então é feita no próprio estúdio de animação, só tem um roteiro pra eles seguirem

  • toygame lan

    kkkkkkkkkkkkkk bem bolada a propaganda da serie

  • Nan Nobrega

    Hoje em dia, criança vê coisa muito pior na internet…

  • Luiz Claudio

    muito bom kkk mas mesmo assim aposto que um monte de pais irresponsáveis vão botar pros filhos verem só pq parece uma animação
    o formato do robô dela e o nome kkkkk

    • toygame lan

      mas esse que é o porblema,ainda tem gente idiota que acha só por que é animação é para crianças.
      como foi o caso da festa da salchica

  • Yellow Hair

    Sei não viu…

    • Leonardo

      Provavelmente existe uma versão sua em algum universo que está super interessada no desenho ( se bem que os dois se encontrarem acabarão morrendo).

      • Yellow Hair

        “Um paradoxo temporal”
        – doctor who

  • Allan Martins

    Que bosta menó

  • GustavoH

    Quem deveria entrar nesse elenco ai é o Daniel Garcia, já que atualmente é realmente uma Drag além de ser dublador (fez o Taiki/Mikey em Digimon Fusion)

    De qq forma isso que é teaser bem feito, pisou no recalque das juizas censoristas e dos pais que não dão a minima pro que os filhos veem ate onde lhe convêm

    • Erio

      Sillvety também é drag, atua e tá fazendo a voz dessa personagem do teaser

    • Alisa

      Iria morrer sem saber que o dublador do Mikey é a Gloria Groove.

      • GustavoH

        Agora sabe kkk continue vivendo

    • toygame lan

      acho que todos do elenco é drag e travesti.
      olha eu acho que deveria ser só dubladores tbm,por que os caras são profisdsionais

    • SaintARMOR

      Eu ia comentar a mesma coisa. O Daniel/Gloria Groove é um artista excelente além de também ser dublador profissional. Com ele no cenário, eu não entendo porque ainda dão importância para Pabllo Vittar.

  • Erivelton Freitas

    Eu poderia dizer que a Netflix acabou de dar uma bofetada de novela mexicana na cara de uns fulanos aí, mas além disso, ela deu um chute nas partes íntimas e um soco na cara logo em seguida, para garantir que essa parcela de assinantes ficasse se corroendo de dor no chão por alguns deleitosos minutos.

    E repetindo o bordão da propaganda: VAI TER SÉRIE DE VIADO NA NETFLIX, SIM! ;)

    Se não gostou, senta e chora. Porque a regra é: Aceita ou Surta!

    • Uma coisa eu posso confirmar: pouquíssimas pessoas ficam choramingando por esse tipo de coisa, só gente à la Silas Malafaia. Segue o baile.
      Isso é só uma série qualquer com seis simples episódios, o que vale mesmo é se isso realmente vai ter um roteiro aceitável ou se só vai puxar pro ‘lacre’ igual você está fazendo com esse comentário :v

      • Erivelton Freitas

        Muito obrigado por me dizer que a ‘empurração de lacre incomoda’, farei mais vezes então ;)

      • SaintARMOR

        Se antigamente quem enchia o saco eram conservadores e reacionários, hoje quem mais gosta de fazê-lo, com relação à burburinho e censura, são pessoas como o próprio Erivelton, extremistas do esquerdismo pós-moderno e do politicamente correto, que descompensados, acabam encontrando nisto uma forma de alimentar seus egos.

        Quanto à série em si, quem não quiser ver que apenas não veja. Netflix tem controle parental também, se alguém acha que isto pode afetar à crianças.

        • Exatamente. Não vi quase ninguém “reclamando” dessa série ou até boicotando a plataforma, algumas pessoas parecem ver ‘mimimi’ aonde não tem com essa papo de “a família tradicional pira” e esquecem que a maioria dos clientes da Netflix sabem muito bem controlar o que assistem.
          Eu (assim como outros) só ignora essa série mesmo, sendo boa ou não ninguém é obrigado a assisti-la, streaming foi feito pra pessoa assistir o que quiser quando quiser, simples.

        • Blu3s

          Conservadores e reaças ainda enchem muito o saco, vez por outra mais do que esses militontos da lacração. O pior de tudo é que um justifica a existência do outro e ainda não há previsão de quando esses seres vão retornar ao limbo de onde saíram.

          No mais, só espero (e torço) para que essa série seja minimamente engraçada, interessante ou divertida de ser assistida, sem ser constrangedora.

          • SaintARMOR

            Vez ou outra surge um Malafaia falando besteira, mas o poderio político conservador de censura hoje em dia é muito menor que o dos esquerdistas. A comparação hoje em meu ver é desproporcional. Você pode ver de vez em quando reacionários enchendo o saco, mas não pedindo censura governamental à determinado produto de entretenimento, como certos partidários fizeram em relação à série O Mecanismo, por exemplo.
            Neste último caso, já li comentários absurdos de petistas que gostariam que a série fosse banida ou proibida pela lei nacional. Por outro lado, tem muitos anos que não vejo conservadores tendo o mesmo comportamento em relação á alguma produção do entretenimento – no máximo um mimimi aqui e outro acolá, mas nada pedindo censura explícita.

            Esse desenho das drags mesmo, o máximo que aconteceu foi uma associação de pediatras falar contra, e nem foi por razões políticas – pelo menos, não explícitas.

          • Juniorbf41

            Hoje em dia quem pede censura é quem gosta de lacrar.

        • Noir Fleurir

          Acho militância diferente de extremismo, muito embora ambos sejam nojentos. Vejo aqui nos comentários do anmtv muitos militantes de ambos os lados, independente de sua ideologia política; já extremistas, nem tanto. Não chamaria de direitismo o conservadorismo nem de esquerdismo a defesa de questões politicamente corretas, uma vez que conheço várias pessoas de direita que defendem questões de gênero, assim como vejo pessoas de esquerda que não se importam ou até dizem defender, mas na prática desrespeitam. Assim como conheço pessoas de ambas as ideologias que se encaixam, sim, no estereótipo que se atribui a elas e que, em verdade, sempre defendem o politicamente correto seletivamente, ou seja, quando mais lhes convém.
          O que vejo é um certo org@$$mo coletivo de certas pessoas em abraçarem um pacote de ideias ou de fazer parte de um grupo, seja ele político ou (antir)religioso, que se considera mais esclarecido que o outro, sem necessariamente julgar o valor das ideias do grupo ou ideologia individualmente. Eu diria que todos os lados têm uma minoria barulhenta que faz parecer ao outro lado que eles são maioria, especialmente se a pessoa já se acomodou num círculo de convivência em que só se tem contato com pessoas de ideias similares. Por isso não vejo como positivo apontar se a balança está pendendo mais para um lado ou para o outro, sendo que o comportamento de ambos é extremamente chato de maneira igual.
          Por mim, já passei da época de me incomodar com isso, tenho gente extremamente chata dos dois lados no meu círculo de convivência e já me acostumei a dar minha opinião sincera mesmo atraindo hate de ambos (e não canso de me deliciar com as lágrimas, visto que ironicamente a direita me acusa de ser de esquerda, e a esquerda me acusa de ser de direita ¯_(ツ)_/¯) .

    • Erio

      É isso aí Eriva!

    • lucas guida

      Você é assinante da netflix agora?

    • Zarchary Rabbido

      A Regra é Clara se a animação tem seu jeito porém é boa, divertida e o mais importante tem o foco no entretenimento tanto faz se ela é “série de viado” ou não, horrível seria algo idealizador apenas para empurrar “Lacre” igual seu comentário

      • Erivelton Freitas

        Obrigado por confirmar que a lactação incomoda! Farei mais vezes a partir de então ;)

        • Chris Nervoso Real

          só prova o que todos sabem, só é para incomodar, fazer algo diferente ou ajudar as causas da LGBT ou afins estão fora de questão né? por causa de pessoas assim que muitos não são levados a sério.

          • Erivelton Freitas

            A questão LGBT precisa acabar com o pior tipo de preconceito que existe, o ” Preconceito Velado”, e para acabar com ele, é preciso fazê-lo sair de seu esconderijo, é preciso fazer as pessoas mostrá-lo. E como se faz isso? Provocando! Simples!

            Postes como esse, separam o trigo do joio. Mesmo que todos digam que são trigo!

          • SaintARMOR

            O que é “preconceito velado”?

            Porque é importante ter uma definição clara e não-descompensada do que seria isto, se não vira arma ditatorial nas mãos de quem está no poder da situação e não gosta do que “azinimiga” falam.

            E aliás, é isto que você parece querer, uma arma para ter contra qualquer um que não goste.

          • Leonardo

            Então seu objetivo é só ser chato mesmo

          • Erivelton Freitas

            Não é meu Objetivo, é o Objetivo Geral. Para as pessoas de uma sociedade, não basta ficar calado sobre um assunto, se por dentro, você continua podre. A mudança tem que ser completa, interna. Preconceito Velado tem que sumir do mesmo jeito que o preconceito Explícito. Muito simples!

          • SaintARMOR

            O que é “preconceito velado”? Responda claramente. É tão difícil?

        • Nem incomoda, só é engraçado mesmo. No mesmo nível de um certo puxa-saco de dublagem carioca aqui :v

          • Blu3s

            Não, o dito cujo aí das dublagens do RJ ainda é engraçado. Lacração é um negócio só chato mesmo.

          • Dark Leon

            Faz favor né, me deixa em paz cara ,para de ficar com essas indiretas ridículas a minha pessoa, se é por isso então você é puxa saco das dublagens de São Paulo e campinas ,ahhhhh faz favor!

          • Você nem deve saber o significado de “puxa-saco”… xd

        • Zarchary Rabbido

          Como já disseram, esse seu tipo é uma vergonha que não faz nada para causa nenhuma, apenas é um baderneiro
          *Prefiro ver você falando da Warner

          • Erivelton Freitas

            Pense como quiser, descutir com pessoas que estão presas a sensos comuns nunca será minha prioridade

          • SaintARMOR

            Por que o senso comum é obrigatoriamente ruim?

            Eu concordo que o senso comum sempre deva ser questionado, mas por que ele é tão mau e ruim assim? Aliás, chamar de “senso comum” coisas das quais se discorda mas não se consegue refutar é uma das maiores e mais recorrentes manias dos lacradores, como você.

            Você não é o centro do mundo, e suas prioridades não são tão importantes para o andamento da sociedade quanto pensa.

          • Zarchary Rabbido

            Esse é o ponto, ele apenas está usando frases pré-moldadas que essa corja (baderneira) adora usar para não responder pergunta nenhuma e fazer da gnt como vilões

    • Dark Leon

      Gostaria muito que futuramente venham dublados a Netflix e Cruncyroll animes com temática lgbt como Gravitation, Kuragehime, Vênus Vs vírus, Utena , Yuri Yuri , Binan ,Citrus entre muitos outros para aumentar ainda mais o catálogo de animes dublados em português da plataforma .
      Fico na torcida que a Cruncyroll adquira Sailor Moon Crystal e mande dublar Tudo para assistir o anime sem censura.

      • Igor Albert Canavarro

        Sailor Moon Crystal, embora tenham duas personagens assumidamente yuris, tá longe ainda de ser uma obra do gênero.

        • Dark Leon

          Falei de Sailor Moon Crystal por causa do terceiro árco mesmo, que se fosse para um CN ou Sbt da vida sofreria muita censura

  • Blu3s

    A crítica na prévia, até que ficou interessante, agora vamos ver quando chegar, se o negócio é assistível mesmo pra qualquer público e/ou se tem algo mais a oferecer que lacração e glitter na tela.

    • toygame lan

      eu espero que seja algo divertido,sem militancia chata da porra.

      • Noir Fleurir

        Não creio que vá ter militância, visto que até pessoas da comunidade LGBT se incomodam com o estereótipo mostrado de drag queen. Aposto que vai ser uma comédia (sem graça) como outras, que as pessoas vão tratar diferente só porque as personagens principais tocam no íntimo dos tabus pessoais de cada um.

        • toygame lan

          é realmente pode ser só mais uma comedia mesmo
          vou conferir o primeiro eps e se gostar vejo o resto

    • Noir Fleurir

      Mas o vídeo é justamente sobre isso: é para maiores de 16 anos, não para qualquer público.

  • Muito bom.

  • Diego Oliveira

    Chup…Sailor Moon *zoas* kkkkkk

  • Eduardo Jose de Andrade

    “foi revelado que O drag queen Pabllo Vittar” parabéns Matheus Souza, por ter usado o português corretamente, usando o artigo “o” para nomes masculinos, independente do Pablo ser gay, bi, helicóptero de ataque Apache, ele é um homem e usar o artigo “o” não é homof&bia e é o correto a se usar.

    • SaintARMOR

      Se ainda fosse um personagem com nome feminino (como Gloria Groove ou Rogéria) eu concordaria com o uso pronominal no feminino, mas no caso de Pabllo Vittar, o nome é masculino mesmo, então está certo assim.

      • Eduardo Jose de Andrade

        Até eu me refereria com artigo feminino se o nome fosse mesmo, como Maria Silva, mesmo que fosse um cara musculoso barbudo.

    • Mas amore, drag queen é uma palavra feminina, então o correto é usar o artigo feminino “a drag queen”. Além disso, Pabllo Vittar é gay e ele mesmo já disse em entrevistas que não se importa que falem dele no feminino, porque o próprio inclusive fala muito de si mesmo no feminino – como váááários gays fazem, inclusive eu mesmo.
      Gramática não deve determinar a forma de tratar uns aos outros e sim os próprios falantes da língua, afinal de contas, a língua é feita pelos falantes e não por regras prescritas. Abraços

      • SaintARMOR

        Ele se importar ou não, não faz diferença. “Pablo” é um nome masculino.
        Sim, gramática é só uma das coisas mais importantes com relação ao tratamento de uns com os outros, ou do contrário não falaríamos idioma algum.

        Uma coisa é o trato pessoal informal, este até pode passar por cima de uma forma gramatical culta e correta, mas um site como o ANMTV ou qualquer outro que se diga uma imprensa séria não deve cometer tal ato.

        • Noir Fleurir

          Não me importo em como vão chamar a Pablo Vittar, até porque ela mesma não liga. Porém existem transgêneros que mantêm o nome masculino justamente para desconstruir essa ideia de que é preciso se assumir como binária para ser respeitada como uma mulher. Não é o caso da Pablo, que é gay e não transgênero. Porém não vejo um nome de pessoa como sujeito às regras gramaticais tradicionais, visto que não são palavras em português, mas nomes próprios. Para mim adjetivo tem que concordar com o gênero da pessoa (ou seja, o gênero com o qual ela se identifica), não com nome, que é subjetivo, devido às diversas origens dos nomes próprios e usos novos que ganham no dia a dia.

          • SaintARMOR

            “O nome de uma pessoa não é uma palavra em português”

            Desculpa cara, mas não está certo. O nome em si não é uma coisa traduzível, mas é comum que muitos nomes possuam significados e se baseiem em outros idiomas, como “Peter” e “Pedro”.

            Sim, “Pablo” é um nome masculino, enquanto “Rogéria” não.

          • Noir Fleurir

            Discordo. Não creio que a gramática se aplique ou deveria se aplicar a nomes próprios, exceto em casos específicos em que nomes próprios são palavras do português. E mesmo nesses casos há espaço para discussão.

        • Noir Fleurir

          Sem contar que no texto da notícia o artigo se relaciona diretamente com a expressão “drag queen”, cuja tradução é explicitamente feminina, não com Pabllo.

      • Eduardo Jose de Andrade

        Mas se não fosse pelas regras pré escritas, o idioma desapareceria aos poucos, tipo um jogo sem regras que sem elas ele deixa de ser jogo, e da onde drag Queen é palavra feminina? A tradução e significado é travesti (não necessariamente um homem se travestindo de mulher) e eu falo/escrevo algumas coisas erradas de propósito como “me abraça” quando na norma culta é “abraça-me”.

  • Blu3s

    “foi revelado que o drag queen Pabllo Vittar também terá participação na dublagem da animação”

    Agora o Pablo Vittar foi longe de mais! ò_ó :v

    • Igor Albert Canavarro

      Depois de globais dublando…

  • Jonathan Oliver

    Que porcaria kkk

  • Hola

    “Vai ter desenho de viado sim”

    Mas Drag Queen não é viado…

    • Igor Albert Canavarro

      A maioria é. Os que não são se chamam crossdressers.

  • César Augusto Coutinho

    Meu, por que as temporadas dos desenhos e séries da Netflix tem tão pouco episódios?
    Se tem 10 é muito.
    Bando de preguiçosos.

    • Pégaso

      Temporada de teste, se for sucesso vai ter mais, senão é só isso e acabou!

  • Clelson Medeiros

    netflix entrou nessa de lacração, pode contar que a ancine ta bancando isso.

  • Andre TR

    Essa coisa vai uma completa merd@, quem em sã consiencia assistiria isso. Ja é um desenho horrivel cheio de g@y e ainda esteriotipado

  • Endo Torres

    Eu queria que a próxima animação brasileira da Netflix fosse uma de ação (seja ela hétero ou homossexual).

  • Noir Fleurir

    Sobre quem tá falando de dublagem, muito embora eu prefira sempre uma dublagem profissional, sendo a produção brasileira, vai dublar quem produziu a animação quiser que duble. Não há muito o que fazer sobre isso. É assim com Turma da Mônica, Gui e Estopa e diversas outras séries, do Brasil e também de outros países, que se utilizam de pessoas no elenco original que não são atores profissionais. Às vezes dá certo, às vezes não dá. Segue o baile

  • Noir Fleurir

    É preciso dar os parabéns à Sociedade Brasileira dos Pediatras e à turma da “moral e dos bons costumes” por conseguirem fazer com que mais uma série de comédia como tantas outras (e que provavelmente será sem graça como tantas outras) ganhe um alcance muito além do esperado. Agora muito mais gente vai assistir, elogiar, reclamar, criticar e chamar ainda mais atenção para a série.
    Apesar de defender direitos da comunidade LGBT, não vou assistir, não só porque não tenho Netflix, mas porque em geral não tenho interesse por produções brasileiras, especialmente de comédia. Pode ser que eu morda minha língua, e a série realmente valha a pena, mas aposto que as reações que essa série vai causar serão mais engraçadas que a série em si.
    Aliás, já estão sendo, tem gente de todo tipo: defensores dos direitos LGBT dizendo que a Netflix não se importa com os direitos da comunidade LGBT e que só promoveu essa série para ganhar dinheiro (como se isso fosse errado); reacionários dizendo que a série tem militância só por existir, sem ter assistido (de novo, como se isso fosse errado, pois, embora chato, é liberdade de expressão); ambos os grupos dizendo “é bom que isso realmente tenha graça por méritos próprios e não por mera questão de ganância/militância”, sendo que quem colocou expectativas e presumiu coisas antes do tempo foram eles próprios (e como se fosse errado fazer uma série sem graça só porque tem personagens LGBT).
    Quando eu quiser ganhar muito dinheiro na vida vou me lembrar de fazer algo que incomode toda essa turminha, que já é sucesso e publicidade grátis na certa.

    • Juniorbf41

      Se quiser ganhar dinheiro fácil é só criar uma série/hq com um tema polemico e divulgar nas redes sociais, vai dar bastante audiência e dinheiro fácil.

  • O Pabllo Vittar vai arrasar e a A Silvetty Montilla é uma rainha, só vem sitcom nova, adoro humor negro.
    As gays também merecem uma animação adulta que as represente em mais destaque.
    Isso não é para crianças, da mesma forma que as outras também não são.

    Tem animação adulta para todos e amo todas essas: ❤❤❤

    Drawn Together (2004)
    King of The Hill (1997)
    Brickleberry (2012)
    Paradise Police (2018)
    Archer (2009)
    Disenchantment (2018)
    South Park (1997)
    The Simpsons (1989)
    Futurama (1999)
    Family Guy (1999)
    American Dad (2005)
    BoJack Horseman (2014)
    Rick And Morty (2013)
    The Cleveland Show (2009)
    Big Mouth (2017)
    Final Space (2018)
    Mr. Pickles (2013)
    Bob’s Burgers (2011)
    F is For Family (2015)
    Happy Tree Friends (1999)
    Drunk History (2013)

    E MUITAS OUTRAS […]