Yu-Gi-Oh!: novas temporadas em breve na Netflix

Por Nielsen Souza em

Divulgação. © Kazuki Takahashi / Konami

Os fãs que aguardam pacientemente a chegada das novas temporadas de alguns animes consagrados que fazem parte do catálogo da Netflix há muitos anos, podem aos poucos começar a comemorar. A plataforma deverá disponibilizar em breve a terceira e quarta temporadas de Yu-Gi-Oh!, que até então, contava apenas com as duas primeiras.

Os novos capítulos apresentam os arcos “Mundo Virtual” e “Batalha da Cidade“. Em breve a Netflix deverá revelar a data de lançamento das duas temporadas.

Espera-se que mais adiante, o serviço disponibilize novas temporadas de animes como Naruto Shippuden, Bleach, entre outros.

Comentários
  • Diego Miyabi

    Bem que poderia trazer HxH de volta com os eps finais. Em relação a Yu-Gi-Oh! só estará faltando a última temporada.

    • Faltam duas temporadas.
      A saga do Dartz e a saga final, que inclui os arcos “Grande Campeonato”, “Capsule Monsters” e “Dawn Of The Duel”.

      E acima, citaram “Mundo Virtual de Noah” e “Finais da Batalha da Cidade” como duas temporadas, mas na verdade são dois arcos numa mesma temporada.

      • Quanto a isso eu até ia mencionar as demais, mas acabei deixando desse jeito para evitar confusão. A 4Kids era péssima até para dividir temporadas.

        • Pelo contrário.
          Essa divisão que ela fez foi justamente pra facilitar a identificação dos arcos.
          Porque essa preocupação não existiu no Japão.
          A gente fala 5 temporadas, que é como os japoneses consideram.
          Mas o correto era dizer que Yu-Gi-Oh! possui 8 temporadas.

      • Eduardo Jose de Andrade

        O capsule monsters é um spin-off praticamente, tipo os OVAs de shingeki no kyojin e o anime episódico.

        • O que importa é que ele conta com um arco dentro da 5ª temporada.

          • Eduardo Jose de Andrade

            Se eu fosse tentar encaixá-lo na história, ele ficaria entre o final do torneio da Kaibalândia e antes do começo do arco do mundo das memórias do faraó.

          • Foi como eu comentei anteriormente.

      • Capsule Monsters chegou a ter uma dublagem?

        • Chico Amaro

          Chegou sim, eu lembro de ver alguns episódios na Nick

          • Nossa, nunca achei dublado na net

          • O Mahado do Yu-Gi-Oh! Extremo ripou os episódios.
            Só ficou faltando o episódio 1 e um trechinho do episódio 10.

          • Dizem que a exibição foi bem ingrata por conta do horário, e sequer chegou a ser reprisado.
            E que na época a Nickelodeon já estava mais preocupada com Yu-Gi-Oh! GX.

    • Eryk Oliveira

      Também queria que HxH de 2011 viesse dublado para cá…

  • Mr.L

    Batalha da cidade é de longe o melhor arco de YuGiOh

  • Mateus

    Falando em Naruto Shippuden ñ csg entender o pq da Viz Media emperrar a dublagem. É incrivel como um anime de sucesso absurdo no Brasil como esse ñ ter nem metade dos seus episódios em português ainda.

    • Se Naruto não fosse um produto de nicho por aqui talvez a Viz trataria essa série melhor.

      • Akise Aru

        Otakus infelizmente são desvalorizados até mesmo pelos fãs de anime neste país.

    • Yellow Hair

      porque a viz midia tem um histórico de problemas no setor de distribuição de animes até no mercado americano…Yu-Gi-Oh GX por exemplo não foi completamente dublado por lá, ficou sem dublagem na 4º temporada e se não me engano Naruto também tá emperrado por lá

      • Caio Breno

        Yu-Gi-Oh não é distribuído pela Viz Media nos Estados Unidos e a dublagem de Naruto anda muito bem por lá, já próxima de ser finalizada por completo, além de que todos os filmes também foram dublados.

      • V-Summer

        Só corrigindo: Yu-Gi-Oh não é da Viz, era da 4kids.

        • Mas até 2014 era distribuído aqui pela Televix Entertainment.

  • Vilmar Batista

    Bakugan O ímpeto do Mechtanium seria uma boa também

    • Marcos Hater

      seria sim só que este é a 4 tempo de Bakugan e a Netflix deveria colocar as 2 anteriores antes ,mas não sei se irão chegar por aqui eu espero que sim.

    • Eryk Oliveira

      Tem que vir essa também!

  • Léwow

    e play tv parece q desistiu de vez né…

    uma pena

    • Nelson Ramos Filho

      A 3° e 4° temporada já estrearam faz muito tempo, comentou bobagem.

      • Caio Martins

        Já está na 24ª reprise dessas temporadas na play tv ,já encheu o saco

    • Jardel

      Não depende só dela, a Vix Média tem que colaborar. :-/

      • Isso no caso de Naruto.
        No caso de Yu-Gi-Oh!, é só a PlayTV juntar grana pra pagar a 4K Media.

  • A Netflix tá se fazendo de difícil pra 4K Media, pelo jeito.
    As duas primeiras temporadas foram postadas em fevereiro de 2015, e só 3 anos depois que virá a 3ª.
    E sabe-se lá quando virá a 4ª e a 5ª (pelo jeito, depois que a PlayTV as exibir).

    • Eryk Oliveira

      Será que eles esqueceram de renovar o contrato?
      Ou é a 4K que pretende fazer alguma coisa a mais no youtube e não está liberando para a Netflix e a PlayTV?

      • Acho que a Netflix não deve estar facilitando muito.
        Tanto é que o contrato foi renovado em março de 2017, mas sem nenhuma novidade.

        Quanto a PlayTV, é o próprio canal que não colabora.

        • Eryk Oliveira

          Vamos ver como vai ser para a Netflix com Yu-Gi-Oh e a PlayTV com esse e outros animes futuramente.

          • Desde 2016 que Yu-Gi-Oh! é exibido na PlayTV, e isso não mudou nada nem pra Netflix e nem pra PlayTV.
            Não é agora que isso será diferente.

            Além de que Yu-Gi-Oh! possivelmente deve estar na lista dos animes menos assistidos na Netflix.

          • Eryk Oliveira

            Pode ser.
            “…possivelmente deve estar na lista dos animes menos assistidos”
            Engraçado que isso é ao contrário do que está acontecendo com o GX pelo Youtube.

  • Eu não entendo por que essa 4K Media é tão enrolada com seus clientes. Por que a PlayTV não desiste deles e tenta ir atrás de algum anime diferente?
    Parece até que eles nem estão mais a fim de exibir mais animes, pois logo logo já vai fazer um ano desde a última vez que falaram algo a respeito no ANMTV. Eles não parecem querer ir atrás nem dos animes da Fundação Japão, que seria a melhor alternativa pra um canal pequeno como o deles.

    • Wanderson

      Quais são os animes da fundação Japão?

      • Aqui mostra uma lista vasta. O anime que acho que mais seria a cara da PlayTV é Love Live (série clássica), um anime com temática musical.
        https://www.animenewsnetwork.com/encyclopedia/company.php?id=13485

      • Kibou-Sensei

        Não sei por que PlayTV não negociam com JF sendo que eles não lucran com suas licenças. Eles entregam os direitos de empréstimo para uma quantidade limitada de emissões (geralmente 3 vezes a série completa) com opção de renovaçao.

        Fundação Japão tem um amplo catálogo de animes que são transmitidas, principalmente por canais regionais de América Latina com dublagem em espanhol e outros com legendas.

        Ao nível dos canais de TV pago, I-Sat exibe três animes de JF: Mononoke, Fruity Samurai e Gintama. Aquí no Chile, o canal ETC TV exibiu várias séries de seu catálogo no ano passado.

        Animes do Japan Foundation transmitidas pela ETC TV no 2017
        – Inuyasha Kanketsu-hen
        – Magic Kaito 1412
        – Princess Jellyfish
        – Kids on the Slope
        – Robotic;Notes
        – Chibi Maruko-chan
        – Gênio Maluco
        – Gintama
        – Fruity Samurai (legendado)
        – Locodol (legendado)
        – Yama no Susume (legendado)
        – YAT
        – Black Jack
        – Astro Boy

        Outras séries exibidas em canais regionais e que poderiam ser lançadas este ano pela ETC.
        – Ping Pong
        – Kindaichi
        – Phoenix
        – Mononoke
        – Love Live (confirmada)

    • Eryk Oliveira

      Recentemente a PlayTV fez uma ótima matéria de um grande evento de animes em London, para o canal dizer que ainda fala de animes. Entrevistaram dubladores americanos e tudo.
      E dado ao histórico atual deles eu diria que ele estão economizando verba para algum anime aí. É isso ou o canal está mal de audiência. Da minha que não é.
      E mesmo se conseguirem animes da Fundação Japão, duvido que vão conseguir dublados. Só se a PlayTV mandar dublar. Mas hoje em dia, tem que mandar dublar em estúdios bom de SP ou RJ, e não de Curitiba ou Campinas.

      • A Fundação Japão já chegou a dublar algumas séries no espanhol latino, e ao que parece também já dublaram por aqui o obscuro Sushi and Beyond, que provavelmente deve ser exibido em algum canal que exibe documentários ou algo do tipo, como a TV Cultura por exemplo.

        • Eryk Oliveira

          É bom eles dublarem um anime para cá em algum estúdio bom.
          Como a UniDub por exemplo.

          • Eles não mexem com dublagem.
            Eles correm atrás de coisa pronta.
            Esse negócio de emissora de TV mexer com dublagem e só com coisa nova, o que é muito raro.

          • Eryk Oliveira

            Neste caso eu estava me referindo mais a Fundação Japão mesmo.
            Enquanto a PlayTV isso é verdade. Mas ultimamente, com tanta venda de horários, se o canal não estiver quebrado ou a audiência estiver ruim, só posso imaginar isso.
            Quer dizer mexer eles não mexem com dublagem. Quem faz isso são as distribuidoras no caso desses animes. Mas a PlayTV pode estar correndo atrás para pelo menos bancar com a grana, não? (É só uma hipótese minha.)

  • Enquanto isso, a mesma série foi lançada no catálogo do Amazon Prime Video nos Estados Unidos, e sem nenhuma previsão de expandirem o lançamento pro catálogo brasileiro.

    E quanto ao cr, as séries anteriores ao VRAINS continuam sem legendas em PT-BR. Além de não haver previsão do áudio em PT-BR ser incluído nos episódios de Yu-Gi-Oh! e Yu-Gi-Oh! GX, cuja versão 4Kids também está postada lá.

    Tá tão devagar a coisa, que fica difícil saber o que a 4K Media quer da vida.
    No YouTube, ela não quer nem saber de postar Yu-Gi-Oh! 5D’s em PT-BR, e não parece que postará mais episódios nos canais global e latino.
    Enquanto isso, os norte-americanos vão aproveitar a versão remasterizada do filme “Pirâmide de Luz” nos cinemas com uma pequena prévia da versão ocidental de Yu-Gi-Oh! VRAINS.

    • Eduardo Jose de Andrade

      Depois reclamam dos fãs consumirem a versão japonesa de forma ilegal, eu mesmo tendo visto duas vezes yu-gi-oh duel monsters, eu via quando passava na play tv (se eu tivesse tv acabo de novo assistiria).

      • Eryk Oliveira

        Pois é. Os fãs tem que fazer a sua parte e entregar audiência e consumir.
        Se largar de mão partindo para os piratas, só vai complicar a vinda dos animes por aqui.

      • Pra quem acompanha Yu-Gi-Oh!, Yu-Gi-Oh! GX ou Yu-Gi-Oh! VRAINS não tem desculpa.
        Yu-Gi-Oh! está na Netflix (embora incompleto).
        Yu-Gi-Oh! GX está no YouTube (normalmente 4 episódios semanais)
        E Yu-Gi-Oh! VRAINS está no Crunchyroll (lançado semanalmente).

        • Eduardo Jose de Andrade

          No cr se mudar a língua de português-BR pra inglês americano, tem disponível todos os animes de Yu-Gi-Oh (exceto o zero da toei) em opção dublada (em inglês claro e é a versão da 4kids) e a versão legendada, eu achei o máximo pois eu vejo animes legendados em inglês mesmo (os sites BRs de anime usam o esquema de bots humanos pra favorecer canais no youtube, longa história) e assistirei o ARC-V e VRAINS no crunchyroll mesmo.

          • Isso que é estranho.
            No caso da versão 4Kids, é só adicionar o áudio em PT-BR nos vídeos que já estão postados.
            No caso da versão original, só falta incluir as legendas em PT-BR que já estaria tudo certo.

            Acho que o que está faltando é o pessoal fazer esse apelo a 4K Media.

          • Eduardo Jose de Andrade

            Mas aí que está o pulo do gato, não tem as legendas em PT-BR da versão japonesa de Yu-Gi-Oh/ duel Monsters porque não tem licença da cr no Brasil, bom essa é minha hipótese, se mudando de uma língua pra outra aumenta o número de animes (e versões diferentes como a censurada ocidental e a japonesa que têm de Yu-Gi-Oh DM) pois na versão em inglês tem os 6 animes de Yu-Gi-Oh em inglês, só o VRAINS tem em PT-BR), logo quem sabe ler em outras línguas aproveita bem mais.

          • Mas a legenda e o áudio dublado quem fornece é a própria 4K Media.
            Ou seja, o único ponto aqui é ela se interessar em expandir a disponibilidade dos animes com a cr.
            Logo, talvez o que esteja faltando seja um estímulo por parte dos brasileiros pra ela fazer isso.

        • Eryk Oliveira

          Sem falar que o Yu-Gi-Oh! clássico ainda passa na PlayTV também.

      • Akise Aru

        Se censurar prefiro ver pirata mesmo.

    • Eryk Oliveira

      É complicado isso.
      Mas algum dia vem.

    • Akise Aru

      com uma pequena prévia da versão ocidental de Yu-Gi-Oh! VRAINS.

      E quem quer saber dessa versão tendo a versão sem censura no cr??????

      • Luan Lucas

        O q é esse cr Mano?

      • Tem público pra tudo.
        E se chegasse o VRAINS da versão dela com dublagem em PT-BR, certamente público pra ver não iria faltar.

    • Stephen Foster

      Achava que a 4K estava falida.

      • Ela ainda segue firme atuando com Yu-Gi-Oh!
        Mas não se pode dizer que segue forte no ramo.

  • Marcos Hater

    A Netflix deveria por tudo da fase classica pra logo iniciar a YugiOh GX…mas isso irá demorar mais alguns anos..

    • Se ela quissesse, já poderia ter autorizado, mas…

  • GustavoH

    Ja to enrolando de terminar de ver desde 2013 em saites piratas, 2015 comecei ver na PlayTV, mesm ja tendo revisto as 4 primeiras piratex, a quinta estou preso ha alguns anos vendo apenas a versão abridged pra poupar tempo, ela sempre foi meio chatinha e o abridged ajuda a deschatizar. Quando o Little Kariboh terminar esse arco e o proximo (ate 2020 quem sabe? :P) será que vai ter em algum meio legal a setima temporada?

  • Kaio

    Que bom, mas ainda espero pela última temporada. Quero assistir o final :(

  • Eduardo Jose de Andrade

    Nielsen ou outra alma iluminada, me digam: quem é que está se fazendo de difícil? a Netflix ou a 4k Media? porque tá parecendo que a 4k media tá mais confusa que cego em tiroteio………

    • João Carlos

      4K nao sabe o que faz.

      • Talvez não saiba o que faz em países que não sejam do eixo onde ela já tem parcerias, como Estados Unidos, Canadá, Reino Unido, Itália, Alemanha e Austrália.
        Na América Latina e Brasil, achar parcerias é mais complicado.
        Além da marca Yu-Gi-Oh! em si estar em baixa há tempos, o que também não ajuda muito.

    • Acredito que as duas estejam complicando as coisas.
      A Netflix não parece muito interessada em Yu-Gi-Oh!
      E a 4K Media ainda tem problemas em gerenciar a sua franquia no Brasil e América Latina.

  • Nightcrowley

    Queria que ver o 5D’s, porém 100% dublado.

    • Mesmo se sair dublado, se for o material da 4Kids, vai ser difícil, porque no material deles só constam 123 dos 154 episódios (com exceção do OVA, ainda).

    • Akise Aru

      Se tiver censura prefiro ver legendado.

  • toguro_max

    Por isso você sempre deve confiar no coração das cartas.

    • O problema é que pro negócio andar aqui no Brasil, só isso não basta! hehehe

  • Eryk Oliveira

    Estou contando também com os títulos 5’Ds e Zexal algum dia.
    Bem que podia ter na Rede Brasil, ou a PlayTV.
    É… paciência.

    • Insisto que a RedeTV! é opção melhor pra Yu-Gi-Oh! do que Rede Brasil ou PlayTV.
      Se o canal cooperasse…

      • Chico Amaro

        Rede Brasil não é um canal de anime, a grade deles é formada por séries e filmes que passaram há décadas atrás no Brasil, Dragon Ball Z e Cavaleiros do Zodíaco, assim como Speed Racer e Street Fighter, se encaixam nessa proposta, mas animes novos como essas temporadas inéditas de Yu-Gi-Oh pode esquecer

        • E mesmo Dragon Ball Z e Os Cavaleiros do Zodíaco são maiores que a própria Rede Brasil, e poderiam muito bem estar em canais maiores.

        • Eryk Oliveira

          Nada disso.
          O canal também quer trabalhar com novidade. Os programas de entrevistas como É 10, Em Revista, entre outros também mostram isso. E ainda temos o SenpaiTV Inéditos todo dia.

          Esqueceu que eles queriam exibir CDZ Lost Canvas? E ainda exibem O Diário de Mika e Pororô que são desenhos da atualidade, e não antigos como Speed Racer e Street Fighter.

          Se dê para eles exibirem animes inéditos, eles trazem. Eles podiam muito bem pegar Death Note e One Punch Man, por exemplo.

      • Eryk Oliveira

        Para mim, uma das duas seriam ótimo. Mas eu digo mais a Rede Brasil porque eles podem muito bem criar um horário só de animes, e Yu-Gi-Oh 5D’s seria um ótimo chamariz.

        Ao contrário da Rede TV que qualquer coisa os animes e desenhos que exibem somem em alguns anos. E esse sim é o tipo de coisa que não deve se repetir em nenhum canal.

        • Ao menos na RedeTV!, a repercussão tinha mais possibilidades de ser maior, atingindo também o público leigo.
          Na Rede Brasil, é só o nicho de sempre (leia-se os apreciadores de animes) que acompanha os animes lá (se é que fazem isso ainda, com tantas reprises incessantes).

          • Eryk Oliveira

            Esse público leigo é um problema e a solução. Particularmente eu prefiro um canal que respeite os animes sem ter cortes ou censuras. Como a Rede Brasil faz.
            Mas se for para conquistar um publico mais amplo eu estou de acordo. Mais ainda se tiver a versão original sem cortes pelo DVD ou Streaming.

            E se ainda assistem, pelo menos eu assisto. Se tiver passando anime bom pela TV, eu estou lá. Como deve ser.

          • Queiramos ou não, não são os fãs, apreciadores ou os ditos otakus que fazem o mercado de animes dublados ser movimentado (podem até contribuir, mas não são decisivos nisso).
            É o público leigo que acaba salvando ou ferrando a pátria.
            Muitos animes que hoje são famosos são porque o público leigo também deu a sua contribuição.

          • Eryk Oliveira

            Bem, não sei dizer.
            Pelo menos antes, trocávamos de canal para procurar um programa bom. Sempre tem um querendo assistir algo diferente.
            Foi assim que eu conheci e passei a acompanhar pela TV CDZ e Yu Yu Hakusho num canal que eu nem lembro o nome. Na época eu assistia animes e nem sabia.

            Foi graças a Naruto no SBT que pude mergulhar nesse mundo dos animes. E só passei a assistir legendado porque fiquei sabendo que não iam mais trazer dublado.
            E depois que estreou CDZ e DBZ na RB, encontrei pessoas que acompanhavam o canal antes, viram as chamadas e passaram a acompanhar também.

            Ninguém pode dizer que Yu-Gi-Oh não faz sucesso, porque o canal no Youtube está bombando. (E não sei quanto a isso na Netflix)

            E não dá para pedir animes como Nanatsu no Taizai (só um exemplo) nos canais infantis como Disney XD e CN. Devido a classificação indicativa. Ao contrário de animes como DBZ e até de My Hero Academia que pela proposta podem facilmente pintar nesses canais, se eles não tiverem medo de fazer como a CN já fazia antigamente.
            Ou optar por mais animes infantis de sucesso, como Yokai e Bayblade, que por sinal é isso que estão fazendo ultimamente. Não são os canais que estão dando essa iniciativa, mas alguém está trazendo.

            É como eu disse uma vez aqui: tem que ter animes passando na TV. Isso não pode mudar.
            O pessoal só precisa de fácil acesso. Muita gente começa pelo pirata justamente porque é fácil de encontrar. É só jogar no google e pronto.
            Mas no dia que estrear, sei lá, Death Note em QUALQUER canal aberto, seja numa Rede Brasil ou uma Record da vida, é só recomendar para o pessoal assistir.

            No dia que um canal aberto aparecer disposto seriamente em criar um bloco de animes de 12 anos a cima, certeza que alguém vai se interessar. E nós como fãs temos que ajudar, recomendando, avisando, qual anime é bom, qual anime tem pegada e tal, para eles não ficarem perdidos.

            Temos que faze-los entender que existe animes para jovens e adultos da mesma forma que as séries e filmes. É um produto bom, mas se ninguém levar a sério, só fica nessa dificuldade.

  • Kibou-Sensei

    Aquí no Chile, o canal ETC TV apresenta nova programação desde o 5 de março, donde Yu-Gi-Oh retorna de segunda a sexta às 15h com 2 episódios em sequência alem de maratona no domingo de 11h a 13h30.

    Nova programação em destaque ETC TV do Chile

    Animes em estréia inéditos na América Latina recentemente emitido no Japão (2016-2017) graças à nova parceria com CR.
    – Yuri!!! On Ice
    – All Out!!

    Animes em estréia emitidas pela extinta Animax
    – Cosmowarrior Zero
    – Super Submarino 99

    Novos episódios
    – Saint Seiya Omega (saga do Pallas)
    – Saint Seiya Hades (ETC transmitirá pela primeira vez Elysion-hen)

    Retornos
    – Taiho Shichauzo! (You’re Under Arrest!) serie muito aguardada pela audiência, retorna após quase 15 anos desde sua última transmissão.
    – Yu-Gi-Oh
    – Inuyasha

    Novos Doramas Coreanos
    – Big
    – Moon in The Moonlight

    Saludações do Chile

    https://2.bp.blogspot.com/-k1LjWQ4ZAgE/Wox1pgjdXtI/AAAAAAAAOaE/9Zyhdr77UC0ZvmW_eDFe_JLoSiLqIWZ0QCLcBGAs/s1600/PROGRAMACION%2BETC%2BTV%2B05%2BMARZO%2B2018.jpg

    Nota ETC TV Março 2018 em ANMTV-LA
    http://www.anmtvla.com/2018/02/marzo-en-etc-yuri-on-ice-super.html?m=1

    • Triste ver que aquele anúncio de que o canal planejava expansão internacional não deu nenhum resultado até hoje…

      • Kibou-Sensei

        Isso é certo, desde o anuncio não houve mais notícias sobre isso. Como dados, Discovery Networks possui 27,5% de participação do canal aberto chileno Mega, matriz do ETC TV.

      • Eduardo

        Esse canal por aqui faria um grande sucesso. Parece que em 2013 tinha até um representante aqui, mas o negócio não deu certo porque as operadoras queriam pagar um preço muito baixo

        • Deve ser esse um dos principais motivos do Toku não vingar em nenhuma operadora no continente…

  • Rafael Nogueira

    Tomara que eles terminem a dublagem de Bleach, pois eu queria muito ver esse anime de novo dublado, contando com os arcos fillers ^^

    • Akise Aru

      Dublagem de Bleach é horrivel.

      • Eryk Oliveira

        É boa.
        Eu pelo menos que só acompanho dublado achei que as vozes ficaram de boa. Se fosse horrível mesmo, eu mesmo ia dizer.

    • Pablo Soares

      Deus te ouça haha

  • Caio Martins

    Justo essas temporadas velhas q a play tv fica reprisando infinitas vezes ? Netflix tá jogando dinheiro no lixo comprando essas duas temporadas velhas q ninguém mais aguenta assistir q já reprisou infinitas vezes na Globo.nickelodeon e na play tv q não sai dela deis de março do ano passado acorda cadê 5ds,zexal,Arc v e vrains dublado ? Pq ninguém corre atrás deles pra mandar dublar Yu-Gi-Oh está atrasado não aguento mais essa enrolação com esse primeiro é a mesma coisa com cavaleiros do zodíaco q sempre q.volta pra tv fica reprisando sempre.episodios velhos

  • Gabriel Arruda

    Não assisto porque eles só tem a versão censurada da 4kids.

    • Pelo menos seria bom se houvesse um apelo pra 4K Media incluir as legendas das séries anteriores ao VRAINS no Cr.
      Os 24 primeiros episódios de Yu-Gi-Oh! Duel Monsters estão fáceis, porque já foram feitas as legendas para a PlayArte.

      O pessoal que quer Yu-Gi-Oh! legendado, saiba que existe uma forma de você pedir isso.

  • Guilherme SA

    Finalmente!

  • Mesmo com empresas internacionais envolvidas no funcionamento do canal, ainda assim ele não se expande. Aí é mancada.

  • Já cheguei a tentar entrar em contato com o pessoal do canal através de e-mail e página do Facebook pra falar a respeito desses licenciamentos mas nunca deu nenhum resultado. No máximo vinham com aquele papo de “sugestão anotada”. Já desisti de botar minhas fichas neles, preferem vender horários pra infomerciais em vez de ouvir os telespectadores.
    Saudades da PlayTV de 2014.

  • Falam que a disponibilização será em 31 de Março.

  • O ANMTV deve ter algum termo ou cláusula que não permite que a gente comente o nome do serviço de streaming de animes, e acabam renomeando.

    • Luan Lucas

      Entendi. O Cr é uma plataforma de streaming igual a Netflix e o cr.

      • Você comentou o nome da plataforma que eu quis dizer, e o ANMTV editou sem você perceber.